Vereador Mestre Pop acusa Zé Maria de injúria racial por 'piada' na CMC | Fábio Campana

Vereador Mestre Pop acusa Zé Maria de injúria racial por ‘piada’ na CMC

mestre pop2 cmc

Paraná Portal

O vereador Mestre Pop (PSC) registrou um boletim de ocorrência na tarde desta sexta-feira (24), no 1º Distrito Policial, no Centro de Curitiba, contra o vereador Zé Maria (SDD) por injúria racial. Uma “piada” racista do vereador do Solidariedade ofendeu Mestre Pop na sala privativa dos vereadores na manhã desta sexta.

“Eu estava na minha bancada, pelas 10h30, fui até a sala dos vereadores e disse ‘bom dia, senhores’. Todos responderam, menos o Zé Maria. Ele disse ‘você chega e não dá bom dia?’. Depois disse que ninguém era velho ali para se chamado de ‘senhor’. Aí me chamou num canto e perguntou se eu estava gravando. Eu disse que não. Ele fez a piadinha: ‘tenho um negocio pra contar. Sabe por que o preto vai para igreja evangélica? Vai na igreja evangélica para chamar o branco de irmão’. Aquilo me ofendeu muito. Todos os vereadores ficaram sem graça”, conta Mestre Pop.

O vereador ofendido afirma que decidiu registrar a ocorrência quando ouviu o discurso de Zé Maria, logo em seguida, na tribuna da Câmara. “No plenário ele começou a discursar sobre direitos de deficientes e fiquei com raiva. Ninguém pode diminuir uma pessoa pela cor. Poucos dias do Dia da Consciência Negra, que a Fiep entrou com a ação para impedir, e isso acontece. Nada dá o direito para ele dizer isso. Eu podia ser inimigo dele que ele não tinha direito de dizer isso; ele sabe o que está falando. O racista fala isso porque é reprimido. Ele pensa que vai ficar impune”, protesta.

Testemunhas

Estavam na sala os vereadores Bruno Pessuti (PSC), Caca Pereira (PSDC), Dirceu Moreira (PSL) e Professor Galdino (PSDB). “Ninguém achou graça na piada dele. Na hora o Professor Galdino disse pro Zé Maria: ‘você não podia falar isso’. Eu fiquei muito abalado”, diz Mestre Pop.

O vereador Professor Galdino afirma é comum a postura debochada dos colegas. Ele conta que todos ficaram desconfortáveis com a “piada” de mau gosto. “Todos nós ouvimos. Ele contou essa piada de mau gosto. Eu que não fui a vítima me senti ofendido. Eu disse pra ele que ele não podia ter feito isso. Eu saí para o plenário e disse que estava enojado. Quando voltei para a sala vi o Metre Pop chorando muito. Ele passou bastante abalado querendo uma retratação e nós seguramos ele para que ele ficasse calmo”, conta o vereador Professor Galdino.

As imagens da TV Câmara foram cortadas no momento da confusão durante a sessão plenária. O vereador Zé Maria foi procurado, mas não atendeu as ligações da reportagem. A assessoria informou que ele não poderia atender.


20 comentários

  1. Fernando Oc
    terça-feira, 24 de novembro de 2015 – 16:49 hs

    Inacreditável… O cara num deu tiro no pé, foi certeiro: NA CABEÇA! ABSURDO, logo apos o Dia Da Consciência Negra… Piadinha de Negro para um Negro, lógico que OFENDE Á ALMA.. essa num dá pra engolir tipo: ..foi sem intenção de magoar.. sem querer.. Me desculpem, mas com todo RESPEITO e DIREITO: esse se fu…. EM PLENO PLENÁRIO DO POVO!!! LAMENTÁVEL!

  2. Valdo
    terça-feira, 24 de novembro de 2015 – 17:14 hs

    Injuria não. Ignorância mesmo, piada chula!!!!!

  3. Denis
    terça-feira, 24 de novembro de 2015 – 19:32 hs

    Nossa senhora cada palhaçada qqt coisa e motivo agora de B.O CURUZES

  4. jose ribeiro
    terça-feira, 24 de novembro de 2015 – 19:55 hs

    Gostaria de saber se todo este “rebu”teria repercussão se fosse feito para uma pessoa “normal” pode ser negra, indígena ou outra cor, e ou ainda de classe baixa “pobre”. Porque para chegar as 10:30 para trabalhar quase saindo pro almoço fazer um teatro de “pessonha” ofendida e chorar lagrimas de “crocodilo” qual o verdadeiro intuito disto? Os “holofotes” da mídia para as próximas eleições? Denfensor da raça? Acho que não, deveria primeiro ter vergonha de chegar as 10:30, enquanto a maioria da população já está trabalhando a 2:30, pois não tem privilégios de ser vereador e receber o mesmo salário, por isso ao Sr.Vereador Pop, seque as lágrimas e vá cumprir as promessas que fez nas eleições passadas para o povo, que garanto que ainda não as cumpriu.

  5. Kamila
    terça-feira, 24 de novembro de 2015 – 20:40 hs

    Mestre pop está querendo só aparecer como sempre.

  6. Matsuhita
    terça-feira, 24 de novembro de 2015 – 21:53 hs

    Como trabalham.

  7. Flávius
    terça-feira, 24 de novembro de 2015 – 23:30 hs

    Esse Zé Maria e na verdade um grande Zé Mané! Ironizando: faz da causa dos deficientes uma “muleta” para suas ambições pessoais. Ser humano horrível! E tem outros vícios e outras “taras” em seu perfil; quem o conhece bem, bem sabe.

  8. Negro Pobre
    terça-feira, 24 de novembro de 2015 – 23:45 hs

    Onde trabalho tem um senhor que um dia disse bem assim, que a empregada dele pedia aumento por culpa da a Izabel.
    Detalhe: por ser negra, se não fosse a princesa Izabel, ela estaria trabalhando de graça.
    Pessoal, aquilo doeu muito em mim, se não fosse minha dependência do emprego eu teria metido a mão na cara daquele racista FDP.
    Chorei, chorei de dor.
    EU não pedi pra nascer negro, por isso, respeitem a minha cor.
    Tem um jornalista e advogado, ele se referia a mim como negrinho!!!!!
    Só quem foi vitima de racismo sabe o quanto dói!!!!!

  9. Fernanda Lara
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 0:28 hs

    É lastimável termos como representantes do povo, pessoas que ainda sofrem da doença moral que é o racismo. Espero que o Vereador Zé Maria reflita sobre os seus conceitos e passe a respeitar o ser humano independentemente de cor e de credo religioso.

  10. Alcir bernardino
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 1:46 hs

    Não acredito nessa história. Não compro papo furado de gente maldosa que estão acostumados a injúrias e difamação.
    Zé Maria é uma pessoa muito bem humorada, gente séria e de ótimo coração com ótimos serviços prestados….

  11. Big Peter
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 3:48 hs

    Se esses caras, todos, tivessem o que fazer, não teriam tempo para piadinhas tão bestas; tão sem graça, e cá pra nós: tão manjadas.
    E mais: Se tivessem alguma coisa pra fazer mesmo, não teriam tempo também, pra estar se deslocando até delegacias, perdendo, e tomando o tempo de policiais, para registrar tolice tão banal, tão estúpida, tão sem noção, demonstrando antes de tudo que, ou o cidadão quer aparecer,( Se for isso, já tem pelo menos um resultado, pois, pessoalmente, jamais ouvira falar em Mestre Pop. Nem sabia que existia vereador com esse nome.), ou o mais preconceituoso dessa história toda pode ser ele próprio.
    É passada a hora dessa turma arrumar o que fazer, isso sim. Ou baixar os próprios salários, como corajosamente, muitas Câmaras já fizeram, por todo o Brasil. – Vamos trabalhar, gente.

  12. Waurides Brevilheri Jr.
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 7:56 hs

    O hipócrita revela a si mesmo nesses momentos de “brincadeirinha”.
    A comunidade que luta pela consciência e igualdade entre as pessoas humanas não pode mais tolerar um vereador dotado de tamanha “sensibilidade”. Cassação Já!!!! Vamos mostrar que a ética pode prevalecer na Câmara de Curitiba.
    O vereador ofendido é certamente um homem de alta estirpe porque se fosse do mesmo nível do agressor teria lhe dado um bom murro na cara.

  13. Marcão
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 8:15 hs

    Este é o nível de nossos parlamentares…. uma vergonha.

  14. Rodiney Carneiro
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 9:46 hs

    É uma vergonha para a Câmara de vereadores de Curitiba, também veja o nome do infeliz “Mestre Pop”o chorão,não entendo como elegem uma figura destas, por isso o país está nessa lama toda!

  15. Dodô
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 10:04 hs

    Esses vereadores tipo Zé Maria cometem uma gafe e a máscara cai. Imagine que zorra não é o cafézinho para descontrair dos senhores vereadores?? Aí sai esse tipo de assunto ofensivo e racista. Que papelão hein senhor Zé Maria? Agora vai responder por sua irresponsabilidade na justiça.

  16. crystal
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 11:40 hs

    O racismo perde a máscara quando se fazem piadas de tanto mau gosto… é injuria racial sim… merece punição sim. neste tipo de piada e comentários “engraçadinhos é os machistas, racistas, homofóbicos, etc., mostram sua cara. Achar que é drama, que não merece nenhuma punição também é racismo.

  17. Aghata
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 15:46 hs

    O mestre pop é uma pessoa honesta e trabalhador, e não precisa denegrir a raça negra para se aparecer. Pessoas como o zé maria tem que pagar,chega de pessoas sem moral e racista. engraçado que quando o circo pega fogo todos falam que era só uma brincadeira.

  18. Big Peter
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 17:02 hs

    Tá certo, tá certo! – Mestre Pop, o vereador que pouquíssimos já ouviram falar, e por isso esperou anos pela oportunidade de aparecer, é tão honesto e trabalhador, que aceitou as desculpas solicitadas em plenário pelo Zé Maria, outro sem noção, mas já avisou que não vai retirar a queixa…Afinal aceitou, ou não?…
    Lógico, se retirar, volta amanhã mesmo pro cinzento buraco do ostracismo onde vive na CMC.
    E ele pode ser extremamente sensível; tanto que chorou piscinas, (como se dizia antigamente), mas de bobo, Mestre Pop não tem nem o jeitão de andar.
    Vamos trabalhar pessoal. O Brasil está quebrado, e os srs. ajudam a empurrá-lo mais e mais para o buraco.

  19. Antonio
    quarta-feira, 25 de novembro de 2015 – 20:09 hs

    para que serve esta câmara? para receber altos salários.. é para isso?… só tem vereador se metendo onde não deve, cheio de projetos absurdos…trabalhar que é bom …

  20. Andre
    quinta-feira, 26 de novembro de 2015 – 7:41 hs

    ridiculo o teatrinho, piada contra japones, portugues, loira nao é preconceito, mas é so comenta nego na piada ja vira injuria racia, esse mestre pop adora se aparecer sim, isso é querer derrubar a concorrencia, ele que nao tem moral.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*