Picler, o par mais assediado | Fábio Campana

Picler, o par mais assediado

image

Desde que anunciou sua desistência de candidatar-se a prefeito de Curitiba, Wilson Picler passou a ser assediado por uma penca graúda de pretendentes ao trono ocupado hoje por Gustavo Fruet. Aliás, Fruet é dos que mais imploram o apoio de Picler. Certamente não esquece que Picler foi fundamental para a sua eleição em 2012. Entre outros que procuram Picler com insistência estão Maurício Requião Filho, Jorge Bernardi, Ney Leprevost e Luciano Ducci.

Olímpico, Picler nada promete, dedica-se integralmente a transformar a Uninter em universidade.


5 comentários

  1. PARANA NETO.
    sexta-feira, 6 de novembro de 2015 – 10:24 hs

    DINHEIRO….DINHEIRO …E MAIS DINHEIRO….!!!!!!…

    prof. Neto.

  2. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 6 de novembro de 2015 – 11:03 hs

    Também eu passarei a assediar Picler. Por uma bolsa de estudos para os meus netos, o Mateus e a Anna Luiza,

  3. henry
    sexta-feira, 6 de novembro de 2015 – 11:08 hs

    O ÚNICO “apoio” QUE ELE PODE OFERECER, É O DE “grana”… POLÍTICO É UM “zero” A ESQUERDA. VOTOS???? POUCOS, OU QUASE NENHUM.

  4. Ademar
    sexta-feira, 6 de novembro de 2015 – 12:55 hs

    Eu se fosse ele apoiaria o Ney Leprevost .

  5. SOLANGE LOPES
    sexta-feira, 6 de novembro de 2015 – 14:45 hs

    Assediado? O Pickler deve ter uns 150 votos cativos. Gastou um nego e um cachimbo tentando ser deputado federal e não se elegeu.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*