Gleisi na mira | Fábio Campana

Gleisi na mira

gl
Procuradoria de São Paulo mira a senadora Gleisi Hoffmann. Criou força-tarefa com quatro procuradores para investigar os desdobramentos da Operação Lava Jato. O primeiro caso pesquisado é o referente ao Grupo Consist Software que, que foi descoberto ao fechar contratos com o Ministério do Planejamento, quando Paulo Bernardo (marido de Gleisi) era ministro. Há indícios de que desviou R$ 52 milhões, que, como apontou a Justiça Federal do Paraná, podem ter servido para bancar a campanha de Gleisi Hoffmann.


4 comentários

  1. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 11 de novembro de 2015 – 18:38 hs

    KKKK COITADA.

  2. Juca
    quarta-feira, 11 de novembro de 2015 – 18:59 hs

    É isso aí, a água bateu nos fundilhos da Barbie!

  3. sgto tainha
    quarta-feira, 11 de novembro de 2015 – 21:22 hs

    Ui. A carceragem da P.F em Ctba esta vazia! Se cuida heim barbie! Ou vais dançar digo Streap tezaaaaar!

  4. OTIMISTA
    quinta-feira, 12 de novembro de 2015 – 7:05 hs

    Se os Procuradores de S. Paulo honrarem a camisa, vai mandar
    esta quadrilha do Bernardo e Gleisi para a cadeia tambem.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*