Fachin decidiu contra HC de Cerveró no dia seguinte ao grampo | Fábio Campana

Fachin decidiu contra
HC de Cerveró no dia seguinte ao grampo

Luiz-Fachin-300x199

Vera Magalhães, Radar on-line

No dia seguinte à conversa entre Delcídio Amaral e o advogado de Nestor Cerveró, Edson Ribeiro, o ministro do STF Edson Fachin indeferiu o mandado de segurança que eles discutiram na escuta.

Era um pedido de defesa de Cerveró para anular a delação premiada de Paulo Roberto Costa – que o advogado achava que poderia derrubar também outras colaborações e, assim, invalidar a Lava-Jato.

Fachin recebeu pedido do gabinete de Delcídio para uma audiência, mas não chegou a receber o líder do governo.


5 comentários

  1. ferreira
    quinta-feira, 26 de novembro de 2015 – 17:37 hs

    Então, qual foi o dia da conversa e em dia foi dado o indeferimento no HC. Houve alguma publicação oficial sobre este fato para confirmar datas ???

  2. quinta-feira, 26 de novembro de 2015 – 20:19 hs

    Acreditamos na pessoa indicada pelo Parana

  3. joao
    sexta-feira, 27 de novembro de 2015 – 8:03 hs

    Todos estão de olhos direcionados para o STF, quaisquer manobra suspeita, divergente no sentido de apoiar desvios de conduta, terão bonecos gigantes como forma de protesto.
    A dona greisi, foi beneficiada, com o desmembramento do processo e ainda por cima votou pelo relaxamento da prisão do companheiro Delcídio.
    Vivemos um desrespeito com a inteligência, agem como se todos fossemos mediocres, idiotas e alienados.
    O lula deve estar remoendo se contorcendo, está ficando isolado e aprisionado pelo próprio medo.
    Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo.

  4. sexta-feira, 27 de novembro de 2015 – 11:12 hs

    Esse que se diz advogado de Cerveró, talvez não o seja, no sentido lato da palavra. Sou Bel. em Direito pela UFPR e advoguei por longos anos e, graças a educação que tive e os ensinamentos jurídicos nunca instrui uma testemunha, quanto mais tentar INVALIDAR um processo que está desbaratando a maior quadrilha de corruptos existente no nosso País. Esse não pode ser ADVOGADO, a OAB tem que tomar providências contra o mesmo, pois na minha modesta opinião não passa de um CHICANEIRO. Até os antigos RÁBULAS tinham mais decência e caráter.

  5. zé povinho
    sexta-feira, 27 de novembro de 2015 – 14:43 hs

    Este cara tem mais sorte do que juízo, porque se ele tivesse deferido o referido HC a esta hora estaria morto funcionalmente. O padroeiro do gaúcho parece que andou “abrindo ” os olhos do cara.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*