Teori manda suspender rito de impeachment determinado por Cunha | Fábio Campana

Teori manda suspender rito de impeachment determinado por Cunha

Vera Magalhães / Radar on-line

O ministro Teori Zavascki, do STF, mandou suspender o processo de impeachment determinado pelo presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Teori acatou pedido de liminar do deputado Wadih Damous (PT-RJ).

Segundo o ministro, Cunha criou um rito novo ao analisar questões de ordem contra o impeachment, o que não pode ser feito.


8 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 13 de outubro de 2015 – 14:23 hs

    O ativismo judiciário em todo seu esplendor. Todos os poderes são iguais perante a Constituição, mas, alguns podem mais que os outros, diria Montesquieu.

  2. RR
    terça-feira, 13 de outubro de 2015 – 16:00 hs

    DAVA PRA IMAGINAR QUE ESSE MARGINAL IRIA POR O DEDO SUJO NESSA HISTÓRIA,AFINAL TEM QUE DEFENDER A QUADRILHA QUE O COLOCOU NO POLEIRO.

  3. TARZAN
    terça-feira, 13 de outubro de 2015 – 16:06 hs

    Eles estão defendendo o seu pão-de-cada-dia e sua chefa. Cambada de ……

  4. leandro
    terça-feira, 13 de outubro de 2015 – 17:21 hs

    A justiça , dizem que é feita para aplicar a lei e assim fazer justiça. Nesses casos há que se ter a conjunção da legalidade com kustiça.
    No que diz respeito a processo de impedimento contra a presidente Dilma, vamos admitir que o Supremo através de 2 liminares, uma do Ministro Teori e outra da Ministra Rosa Weber, aplicou a lei e a justiça de forma rápida, como dizem os juristas para não ser cometida uma ilegalidade e prejuízo irreparável.
    A ilegalidade seria se já tivessem julgado a presidente sem direito a defesa e sem ouvir seus argumentos.
    Quanto a ilegalidade, também nos parece que a presidente, responsável pelos atos, cometeu contra a Lei de Responsabilidade Fiscal.
    <as. o Supremo rápido se manifestou.
    Nesses casos a rapidez é visível, caso que não foi contra o que um delegado da Polícia Federal fez contra uma servente por ter pego e "comido" um bombom que se encontrava sobre sua mesa.
    O Brasil é mesmo um pais das contradições. Enquanto uns fazem o que bem entendem do dinheiro público e são protegidos "legalmente" por liminares, outros são interrogados e assediados moralmente pelos fatos menores , inclusive o de ter comido um bombom.. Assim caminha a humanidade.

  5. PIMENTA PURA
    terça-feira, 13 de outubro de 2015 – 18:10 hs

    Um(a) juiz(a) que enfie o dedo sujo para estagnar a condenação dos
    ladrões é mais corrupto do que os próprios marginais. O Teori, Weber, Le-
    vandowski e a caterva do STF deveriam estar ardendo no inferno…

  6. valdir izidoro silveira
    terça-feira, 13 de outubro de 2015 – 18:30 hs

    Essa turma que critica o julgamento do STF são os que defendem o canalha corrupto Eduardo Cunha. Que moral hein?

  7. Rock
    terça-feira, 13 de outubro de 2015 – 19:26 hs

    Chupa golpistas e cumpram a lei.

  8. Legio 13
    terça-feira, 13 de outubro de 2015 – 19:54 hs

    Nelson Jobim é o cara por trás do golpe bolivariano…..!!! A Louca vai sangrar o Brasil mais um tempo………… !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*