Secretaria da Educação pode fechar 150 escolas estaduais em 2016 | Fábio Campana

Secretaria da Educação pode fechar 150 escolas estaduais em 2016

da Gazeta do Povo

Cento e cinquenta escolas públicas estaduais podem ser fechadas no ano que vem, segundo a APP-Sindicato, que representa os professores da rede. O tema está sendo discutido pela Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, que promete empenho para evitar os fechamentos. “A Comissão não concorda com isso. Pessoalmente, independentemente de ser governo ou oposição, sou contra fechamento de escolas. Dependendo da posição da Secretaria da Educação, vou levar a questão ao governador”, diz o presidente da Comissão, deputado Hussein Bakri (PSC), que integra a bancada governista na Assembleia Legislativa.

A Secretaria da Educação confirma em nota que “realiza levantamento e estudos com vistas a otimizações de turmas nas instituições de ensino que apresentem redução no número de alunos”, mas não confirma nem contesta que vai fechar escolas. Segundo a APP-Sindicato, diretores de colégios que serão fechados já começaram a ser informados oficialmente da decisão. “Estamos lidando com essa ameaça há cerca de 15 dias, quando diretores de escolas começaram a ser chamados pela secretaria, nas regiões de Laranjeiras do Sul, Cascavel, Maringá e Londrina. Essa semana estão sendo chamados os diretores da capital”, afirma a secretária de Finanças da APP-Sindicato, Marlei Fernandes. “O governo diz que está fazendo o que chama de otimização”, acrescenta.

Confira aqui a reportagem completa da Gazeta do Povo.


8 comentários

  1. PEDROCA DO SUDOESTE
    quinta-feira, 22 de outubro de 2015 – 16:45 hs

    Realmente,com a modernização da sociedade,e das contas custo/benefício é que muitos governantes estão enxugando salas de aula e fechando escolas…É só,observar,certos segmentos privados,que já fizeram isso,racionalizaram custos,Deve-se ter maturidade de certas classes ,porque o bicho está pegando para todo mundo………..

  2. Syrleid
    quinta-feira, 22 de outubro de 2015 – 17:26 hs

    Concordo fechar contraturno com um ou dois alunos.

  3. Educador
    quinta-feira, 22 de outubro de 2015 – 18:06 hs

    Que barbaridade desse governo indecente, onde foram parar os abusivos aumentos de impostos?

  4. DArci Ribeiro
    quinta-feira, 22 de outubro de 2015 – 18:39 hs

    Uma pátria sem educação não pode ser uma nação soberana!!!
    Que notícia triste!

  5. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 22 de outubro de 2015 – 19:17 hs

    Fecha-se escolas e constroem mais TCS,TRS,TJS e arrume mais vagas para comissionados,por que se educar o povo eles começam a pensar e pode dar bode para essa raça de fdpt.
    Ai podemos tambem construir mais cadeias para prender os Silvestres que tem coragem de falar desses crápulas.

  6. Zé da Bota
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 10:12 hs

    Qualquer pessoa sabe que na escola privada e ensino é bom e o salário do professor é menor (com raríssimas exceções são maiores) que na escola pública. Outro detalhe, na escola privada professor de baixa qualidade vai pro olho da rua, no estado vai para APP-Sindicato.Então gastar pra que? basta ver o ranking das escolas paranaenses para ver onde estamos.
    Para políticos, inaugurar escolas dá voto, eles não estão nem aí com a qualidade da educação que lá se pratica… é obra que aparece. Acredito que se fizermos um estudo honesto de viabilidade econômica/qualitativa das escolas fecharemos muitos mais do que mostra a matéria acima.

  7. João Armindo
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 15:18 hs

    Existem escolas com porte para 3000 mil alunos, mas números de matriculados não chegam a 300…Isso é ociosidade e tem que acabar…Remanejem os alunos e os professores dessas escolas…

  8. Juca
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 17:53 hs

    Para que escolas Calça Frouxa. Para você e a turma do PT que defende essa ladroada a esc=la não serviu para nada!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*