Beto Richa reassume o Governo e faz balanço da viagem oficial ao exterior | Fábio Campana

Beto Richa reassume o Governo e faz balanço da viagem oficial ao exterior

richa - deputados - foto arnaldo alves - 2

O governador Beto Richa retornou nesta sexta-feira (23) da missão internacional à China, Rússia e França e retomou as atividades no Palácio Iguaçu, em Curitiba. Richa teve uma audiência com o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano, e o primeiro secretário da Casa, deputado Plauto Miró, e fez um balanço das ações nos três países. “Foi uma missão bastante produtiva, de contatos com empreendedores e potenciais parceiros em áreas estratégicas para o Estado, como a de energia”, afirmou o governador.

Ele ressaltou a importância, para o Estado, de atrair novos investimentos estrangeiros para enfrentar a crise econômica nacional. A comitiva internacional liderada pelo governador teve reuniões técnicas com dirigentes de diversas multinacionais e reforçou, nas exposições, os diferenciais do Estado para os investidores privados. “Mostramos o Paraná como um estado que oferece excelentes condições estruturais para os investidores. O Paraná também possui uma localização estratégica com relação a outros países da América do Sul e a grandes centros consumidores brasileiros, o que favorece a questão logística das empresas aqui instaladas”, disse o governador.

Richa explicou que o Estado está aberto para a possibilidade de estabelecer parcerias com o setor privado. “O poder público necessita de apoio para investir em setores importantes e em obras que melhorem ainda mais nossa infraestrutura. A iniciativa privada tem condições de atuar em conjunto com o Estado para promover o desenvolvimento econômico e social”, explicou o governador.

ENERGIA – Ele mencionou as reuniões com diretores de empresas do setor energético, para estreitar o relacionamento com a Companhia Paranaense de Energia (Copel). Na China, a comitiva esteve na sede da State Grid, a maior empresa de transmissão energética do mundo, que mantém três investimentos no Brasil em parceria com a Copel, no valor de R$ 3,6 bilhões. No encontro foi discutida a possibilidade de novos investimentos conjuntos na área de geração de energia, como a construção de usinas hidrelétricas e termoelétricas.

Na Rússia, Richa e o presidente da Copel, Luiz Fernando Vianna, reuniram-se com a diretoria da Gazprom, a maior produtora e uma das principais exportadoras de gás natural do mundo. Eles buscam parceria para a construção de usinas térmicas a gás no Paraná. Também foi feita consulta sobre a viabilidade de a empresa fornecer gás natural liquefeito (GNL) ao Estado.

O Governo do Estado e a Copel elaboraram um plano estratégico de GNL, que prevê a expansão da Copel na área de termoeletricidade e o potencial de crescimento do mercado da Companhia de Gás do Paraná (Compagas), que tem a Copel como principal subsidiária.

Outro exemplo de investimento do setor privado no Paraná são os recursos que a empresa de fertilizantes russa Uralkali aplica no porto de Antonina. A companhia está destinando R$ 160 milhões para a ampliar a capacidade de descarregamento de fertilizantes no porto. Em visita à sede da empresa, em Moscou, Richa ressaltou que a presença da Uralkali é de grande importância para o Estado e afirmou que há capacidade para ainda mais investimentos.

AMBIENTE FAVORÁVEL – Richa ressaltou, tanto nas reuniões com investidores quanto em palestra ministrada a empresários chineses, o bom ambiente de negócios que o Governo do Estado construiu no Paraná. “Institucionalizamos a criação de um ambiente favorável aos negócios, caracterizado pela segurança jurídica e pela estabilidade política”, disse Richa. A palestra aconteceu no dia 16 de outubro, na sede da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil).

O governador mostrou o programa Paraná Competitivo, criado pelo governo estadual em 2011 para atrair novas empresas ao Paraná. Neste período, o Estado recebeu mais de R$ 35 bilhões em investimentos estatais e de empresas nacionais e estrangeiras, que se instalaram ou ampliaram suas plantas industriais.

Na missão internacional, a comitiva esteve nas sedes da montadora Foton, da fabricante de equipamentos tecnológicos para o setor energético Nari e da indústria de aeronaves russa Irkut Corporation. A Inkurt já anunciou que irá implantar em Maringá, na região Noroeste, unidades de fabricação de peças e partes da aeronave MC-21, novo modelo desenvolvido pela empresa, além de centros de operação e treinamento para atender o Brasil e a América Latina.

ACORDOS – Um dos objetivos da missão internacional liderada por Richa foi fortalecer as relações internacionais do Paraná. Na China, o presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento (APD), Adalberto Netto, assinou um acordo com o vice-diretor-geral da montadora Jac Motors, David Zhang, para conduzir estudos de viabilidade para implantação de novos projetos da montadora no Paraná.

Pelo acordo, a APD dará o suporte para facilitar os negócios da Jac Motors no Estado, levando em conta o objetivo de reforçar o intercâmbio tecnológico, comercial e industrial entre a China e o Brasil.

O Estado também firmou um memorando de cooperação com a província de Anhui, localizada na região Leste da China. O acordo envolve áreas como educação, inovação, transporte urbano, energia e agricultura. Além disso, a cooperação entre os dois governos deve, também, acelerar a implantação de várias frentes de trabalho e promover encontros com as empresas de Anhui que contam com projetos imediatos para o Brasil.

TRANSPORTE PÚBLICO – A missão internacional também buscou soluções para áreas de interesse dos municípios paranaenses, como o transporte metropolitano. Na França, o governador Beto Richa esteve na sede da NTL, empresa que desenha, fabrica e comercializa Veículos Leves sobre Pneus (VLP), além de operar uma linha de transporte público na capital francesa.

Richa conheceu os veículos e andou por toda a linha T6, operada pela NTL desde o ano passado. A linha tem 14 quilômetros, incluindo passagens subterrâneas, e conta com 21 estações. Entre 82 mil e 120 mil passageiros utilizam, por dia, o transporte da NTL em Paris.


16 comentários

  1. Sergio Silvestre
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 14:20 hs

    Oba reassumiu,agora sai a reforma do Ouro Verde e o Fim da obra da Catedral de Barcelona,os longos 14km da 445.

  2. tatiana
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 14:29 hs

    Realmente uma missão muito produtiva de compras a Paris, nosso ilustre desgovernador e excelentíssima primeira dama

  3. Paranaense
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 16:29 hs

    AMIGUINHOS TRAIANO E MIRÓ ABRI UMA POUPANCA NA FRANCA PRA NOS GASTARMOS NOSSA MESADA IGUAL
    AO AMIGUINHO CUNHAZINHO AFINAL NOS MERECEMOS
    UM PRSESNTINHO NAO ACHAM.

  4. QUESTIONADOR
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 16:46 hs

    -Os paranaenses gostariam de ver os valores gastos pela comitiva em todo o tempo em que estavam em viagem oficial…
    -Acho que estes acordos podem favorecer ao Estado do Paraná, mas também, provavelmente, à certas pessoas amigas do “Rei das Araucárias”!!!

  5. clayton Peterlle
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 17:05 hs

    QUE VERGONHA

  6. Servidor Eleitor
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 18:07 hs

    Nunca mais BETO RICHA, TRAIRA E ROMANELLI.

  7. Renato Britto Barros
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 18:25 hs

    Vi atentamente a foto do governador e do presidente da assembléia e do primeiro secretário. A sala tudo em ordem, como se tivesse sido arrumada por uma mulher.
    Só estranhei os jornais em cima da mesa, não vi a gazeta do povo.

  8. marco
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 19:26 hs

    O povo está esperando ansiosamente a prestação de contas desta viagem oficial feita pela comitiva, afinal de contas somos nós que pagamos,O que vocês acharam da postura de deslumbramento durante este período, do nosso substituto de Governador Ostentação Ademar Traiano. E pensar que vamos ter que suportar tudo isso até 2018. Quem os elegeu devem estar pulando de alegria.

  9. Anti-petismo.
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 20:01 hs

    ELE NÃO LÊ A GAZETONA PETISTA!!!kkkkkk

  10. Pablito
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 20:15 hs

    Que Beto esteja preparado para os questionamentos que virão, inclusive do Ministério Público!!!!

  11. Andressa
    sábado, 24 de outubro de 2015 – 4:45 hs

    Rocha, pinta esse cabelo, na capa do g1 apareceu a sua imagem de cabelos brancos depois da confusão com os professores, e antes seu cabelo normal, com poucos fios brancos. Sabe o que ficou parecendo? Que você se assustou com o episódio. Nós precisamos de políticos fortes e não daqueles que se assustam com facilidade. Ninguém cuida da sua imagem? Em outro contexto cabelo branco eh experiência, mas nessa situação eh susto.
    Pronto falei.

  12. Andressa
    sábado, 24 de outubro de 2015 – 4:50 hs

    E o hotel foi 5 estrelas? Eh o que o povo quer saber.

  13. vinking
    sábado, 24 de outubro de 2015 – 7:31 hs

    Passeio oficial ou fuga do dia dis professores. Vagabundo isso define beto Richa.

  14. M.E.J.
    sábado, 24 de outubro de 2015 – 11:19 hs

    A Gazeta vai publicar alguma coisa?

    Fosse uma diária de hotel, dava manchete de 3 dias.

  15. OLHOS DE LINCE
    sábado, 24 de outubro de 2015 – 14:15 hs

    O que ele trouxe, e quanto gastou???

  16. VERDADE
    sábado, 24 de outubro de 2015 – 14:45 hs

    Ele poderia mostrar o que foi de tão produtivo na missão! Ou então o Romanelli poderia explicar! Estes caras são fora da casinha…pensa que o povo eh besta! Meu Deus…são. muito caras de pau.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*