Relatório da CPI da Petrobras poupa Cunha, Dilma, Lula e critica Lava Jato e delatores | Fábio Campana

Relatório da CPI da Petrobras poupa Cunha, Dilma, Lula e critica Lava Jato e delatores

cpi

d’O Globo

Quase oito meses após a instalação da CPI da Petrobras, criada para investigar o escândalo de corrupção revelado pela Operação Lava-Jato, o relator da comissão, Luiz Sérgio (PT-RJ), apresentou nesta segunda-feira um parecer final em que ataca os delatores do esquema, culpa empreiteiras e isenta políticos de responsabilidade pelo cartel instalado na estatal. O documento diz que não há provas contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, mesmo após a revelação de que ele mantém contas não declaradas na Suíça, que teriam sido abastecidos por recursos desviados.

O documento também isenta a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula e os 62 políticos envolvidos nas investigações da Lava-Jato.

Para Luiz Sérgio, a Petrobras foi vítima de um cartel de empreiteiras que contaram com a complacência de funcionários da companhia.

Os parlamentares citados no esquema ficaram de fora com o argumento de que a CPI não é Conselho de Ética. O relator fez ainda ataques à Lava-Jato, criticando o “excesso de delações premiadas”. Deputados de PSOL e PSDB anunciaram que vão apresentar votos em separado. O texto final da comissão deverá ir a voto até sexta-feira, quando acaba seu prazo de funcionamento.

“É importante ressaltar um fato que tem passado despercebido da população: não há menção dos delatores sobre o envolvimento dos ex-presidentes da Petrobras José Sérgio Gabrielli e Graça Foster ou de ex-conselheiros da estatal, como a presidente Dilma Rousseff. Também não há nos autos da CPI qualquer evidência neste sentido, seja em relação à presidente Dilma ou do ex-presidente Lula”, afirma o texto do relator.

Em relação a Eduardo Cunha, Luiz Sérgio diz que não há provas a comissão não recebeu provas: “Em que pesem as inúmeras notícias veiculadas recentemente sobre contas bancárias no exterior das quais o deputado Eduardo Cunha seria beneficiário, o fato é que esta CPI não recebeu prova alguma destas afirmações, não cabendo a este relator adotar providências”, alega o petista.

Luiz Sérgio diz ainda que caberá ao Conselho de Ética realizar o julgamento. E, repetindo discurso de Cunha, lamenta que outros parlamentares envolvidos não tenham feito o mesmo que o presidente da Câmara, que se apresentou de forma “espontânea” para depor. Foi neste depoimento que Cunha disse não possuir contas no exterior.

O relator ressalta no texto que apenas o ex-tesoureiro de seu partido, o PT, foi preso, apesar de vários partidos terem recebidos recursos de empreiteiras para campanhas eleitorais.

PETROBRAS FOI VÍTIMA DE “MAUS FORNECEDORES”

No parecer, o petista questiona a existência de “corrupção institucionalizada” na Petrobras e diz que a empresa foi vítima das grandes empreiteiras. Sugere, ainda, que a mesma combinação pode ter sido feita em outras obras.

— A mais importante conclusão dessa CPI é que a Petrobras foi vítima de um cartel de maus fornecedores — afirmou Luiz Sérgio, na leitura de um resumo de seu relatório.

Foram várias as críticas às delações premiadas da Operação Lava-Jato. Ele questionou o fato de o doleiro Alberto Youssef ter conseguido fazer o acordo de delação mesmo já tendo descumprido os termos firmados no caso Banestado. Disse haver um “excesso de delações premiadas”, e que isso pode resultar em impunidade. Criticou a colaboração de réus presos e o fato de um mesmo advogado defender mais de um cliente. O relator propõe que uma comissão especial da Câmara discuta a revisão da lei que trata do tema. Pede ainda que seja investigada a advogada Beatriz Catta Preta, que trabalhou para delatores e abandonou a profissão dizendo sofrer perseguição de integrantes da CPI.

O texto repete lista de indiciados da Lava-Jato, entre eles o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa e o ex-gerente Pedro Barusco. Pressionado, ele acabou acatando alguns indiciamentos recomendados por sub-relatores, como o dos empreiteiros Marcelo Odebrecht, presidente da Odebrecht, e Otavio de Azevedo, da Andrade Gutierrez.

Iniciada no fim de fevereiro, a CPI ouviu 132 pessoas. Muitos interrogados, porém, usaram o direito de permanecer em silêncio. A comissão gastou R$ 1 milhão para contratar a empresa Kroll para investigar se delatores da Lava-Jato tinham ocultado patrimônio, mas o trabalho não foi concluído diante da repercussão negativa. O presidente da CPI, Hugo Motta (PMDB-PB), fez avaliação positiva dos trabalhos, ressaltando as dificuldades de avançar devido às limitações da comissão em suas investigações:

— A CPI não acaba em pizza, na minha opinião.

O texto ainda propõe abertura de inquérito contra delegados da PF que cuidam da Lava-Jato, acusados de envolvimento em vazamento de informações. (Colaborou Evandro Éboli)


15 comentários

  1. Geraldo Martins
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 10:27 hs

    Mais um espetáculo circense que se encerra, ao custo muito caro do dinheiro público, protagonizado por um garoto marrento, e um bigodão meio gagá, e que ao final não serviu pra nada. Tenho nojo de CPI, uma verdadeira palhaçada, melhor serve sim pra alguma coisa, inoncentar culpados.

  2. leandro
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 10:34 hs

    Uma cópia da CPI do mensalão. Alguns bagrinhos que ajudaram o pessoal meter a mão grande estão presos ou processados.
    Neste caso, como já sabem o caminho das pedras o relator poderá indiciar a mulher que servia café nos gabinetes da Petrobrás, o vigilante, o porteiro e quem sabe as pessoas que trabalham nos gabinetes ,
    O grandões nem estavam trabalhando nesse período. Terão alguns que dirão nem saber o que é Petrobrás.

  3. Simões
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 10:45 hs

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    É a única coisa a dizer: País de ladrões, viva a IMPUNIDADE.

  4. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 11:07 hs

    Esta tese do simples cartel é tudo que os políticos precisam para se safarem, como no mensalão, e deixar a cana dura com os empresários. Este é o caminho da simplificação banal de um dos maiores assaltos à coisa pública da história da civilização.

  5. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 11:52 hs

    Quando cheou em casa, ouviu dos filhos e netos. Não diga prá ninguém que é nosso pai, nosso avô. A gente desmente…

  6. Henry
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 11:55 hs

    SÓ ESTÁ FALTANDO A PINTURA NA “cara” DESTES DOIS dePUTAdos PALHAÇOS. MONTARAM UM VERDADEIRO CIRCO E TIVERAM QUE ENCERRAR POR FALTA DE ASSISTÊNCIA E HOLOFOTE. E COMO ERA ESPERADO, TENTARAM PROTEGER OS corruPTos DO pt, QUE TOMARAM DE ASSALTO A ATÉ ENTÃO, MAIOR EMPRESA NACIONAL A PETROBRAS, QUE TRANSFORMARAM EM ptROBRAS. TINHAM QUE DEVOLVER O DINHEIRO QUE GASTARAM PRA ESTA PALHAÇADA.

  7. Sergio Silvestre
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 12:16 hs

    Eu acho que só o Cunha é honesto e é tudo armação dos petistas e a Petrobras baixou a ponto do Lulinha comprar a empresa de porteira fechada.

  8. zangado
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 12:22 hs

    Vegonhoso relator, simplesmente vergonhosa conclusão!

  9. terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 12:39 hs

    Alguém teria dúvidas sobre o resultado dessa CPI ? Colocar o preso como Diretor do Presídio dá nisso. Esse RELATOR deve ser ungido a MINISTRO DA CORRUPÇÃO, mais um Ministério a ser criado urgentemente para abrigar tal tipo de deputado. A CPI se pudesse enquadraria os bravos e competentes POLICIAIS FEDERAIS, PROCURADORES DA JUSTIÇA FEDERAL E OS juízes E MINISTROS,, como enquadrou os EMPREITEIROS e os DELATORES. Deixou de lado figurinhas carimbadas da corrupção como Dilma,(esta deu um prejuízo de mais de US$2 BILHÕES com a compra de PASEINA (EUA), Lula e ex presidentes da estatal. E aos trancos e barrancos o PT e o PMDB fazem de tudo para se manter no Poder e nos trazer um RELATÓRIO MACABRO PARA A NAÇÃO.

  10. Do Interior....
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 13:42 hs

    Vai esperar o quê de petista? Se o relatório fosse da oposição…. O PT se levantaria “contra o absurdo da corrupção”.

  11. MANOEL BOCUDO
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 14:45 hs

    SERÁ QUE NÃO É GOLPE, ESSE RELATOR É UM BRINCALHÃO,
    NUNCA VI UM RELATÓRIO TÃO BEM ELABORADO, FALTOU FALAR QUE O ZÉ DIRCEU E O VACARI ESTÃO PRESOS INJUSTAMENTE.
    SE ELE FALAR QUE O CUNHA NÃO FEZ NADA ERRADO EU
    ACREDITO.O POVO É OTÁRIO MESMO, NÓS VAMOS USAR
    NARIZ DE PALHAÇO DIARIAMENTE, DEPOIS DE UMA DESSA.

  12. HAIMATLAND
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 15:25 hs

    CPI – COMISSÃO PARLAMENTAR DE INÚTEIS.

  13. OLHO VIVO.
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 17:43 hs

    CLARO QUE ESSE QUADRILHEIRO MALDITO VAI DEFENDER O BANDIDO DE NOVE DEDOS E A QUADRILHA,VERME MALDITO.

  14. QUESTIONADOR
    quarta-feira, 21 de outubro de 2015 – 13:16 hs

    -Claro que são “inocentes”…alguém duvidaria que os atuais políticos em seus mandatos “colocariam o dedo na ferida”????
    -O que esperar da classe política brasileira??? Absolutamente NADA!!!

  15. Helena
    quinta-feira, 22 de outubro de 2015 – 0:07 hs

    CPI – comissão para inocentar??? Quem? Os verdadeiros culpados da roubalheira da Petrobrás.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*