"Quando o marketing é anão, a mentira tem perna curta" | Fábio Campana

“Quando o marketing é anão, a mentira tem perna curta”

unnamed
Um post de julho da Prefeitura de Curitiba sobre enchentes virou piada no Facebook. Na ocasião, a equipe de social media do prefeito Gustavo Fruet (PDT) dizia que Curitiba não tinha enchentes pelo fato da administração municipal se prevenir. Com a chuva destes dias, pipocaram fotos de vários pontos da cidade alagados, com a água invadindo casas, avenidas do Centro e quase cobrindo carros inteiros. “Quando o marketing é anão, a mentira tem perna curta”, ironizou o ex-prefeito Rafael Greca (PMN).


5 comentários

  1. Renato Britto Barros
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 7:17 hs

    Essas propagandas da prefeitura principalmente na GAZETONA além de mentiras só servem para pagar os senhores da mídia do Paraná.

  2. Dosel Jr.
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 9:36 hs

    Cada coisa no seu lugar. Não adianta ser amigo do prefeito, ganhar um cargo técnico e não saber o que fazer com ele. Se o MKT municipal tivesse em seu quadro alguém com experiência, não só na área mas de vida, aquela foto não seria publicada, pois estava na cara que quando viessem as chuvas que vieram, os alagamento aconteceriam mesmo. Gustavo, pense bem nesta observação?.: Você inda tem um ano de mandato e sua história de homem público probo e seu sobrenome, ainda podem ser salvos, e com méritos.

  3. Fiora Neto
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 10:24 hs

    Esse Gustavo Fruet e’ uma anta, cercado de aloprados,,, cidade sem enchentes, ex de cidade nos mercadoes de alimentos, melhor transporte publico,,, etc…. o ano que vem – vem ai…

  4. O CURITIBANO
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 10:26 hs

    AGORA QUE VC RAFAEL,ASSUMIU O ERRO DE TER FICADO NA ASA DO REQUIÃO,ACREDITO EM VC NOVAMENTE……TA NA HORA DE VOLTAR……

  5. Projeto
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 14:32 hs

    Todos sabem que o Parque Linear do Rio Barigui é importante projeto para conter alagamentos e vai valorizar as propriedades no seu entorno.
    Apesar de saberem que ainda vai demorar a chegar ao bairro Pilarzinho, proprietários de grandes áreas próximas ao Parque Tinguí, já começaram a limpeza de suas terras, promovendo o despejo forçado de famílias que residem há décadas nas moradias cedidas no passado; Lacrando as casas desocupadas e aguardando as obras do Parque Linear para começarem a construção de sobrados para as classes de maior poder aquisitivo.
    Um injustiça com os moradores, além da humilhação do DESPEJO que fere a dignidade humana, perderam todo os investimento de anos, sem direito a indenizações.
    Basta circular pelas ruas do bairro para constatar que moradias populares foram já foram demolidas, em seu lugar construídos sobrados.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*