Paulo Roberto Costa escondeu R$ 3 milhões da Polícia Federal | Fábio Campana

Paulo Roberto Costa escondeu R$ 3 milhões
da Polícia Federal

ailtondefreitas

Fernando Baiano aproveitou sua delação premiada para acertar contas com seu ex-companheiro de traquinagens, Paulo Roberto Costa. Baiano relatou aos procuradores uma história de contornos cinematográficos que ficou perdida no meio da Lava-Jato – o dinheiro que supostamente foi levado do escritório de Costa por suas filhas, no dia de sua prisão.

De acordo com Baiano, Costa conseguiu mandar R$ 3 milhões em dinheiro vivo para Campos. O destinatário final era Felipe, sobrinho de sua mulher, Marici.

O dinheiro, ainda segundo Baiano, voou do Rio para o Norte Fluminense de helicóptero e quem o entregou nas mãos de Felipe foi um personagem já conhecido da Lava-Jato, o ex-policial federal Jayme Alves de Oliveira Filho, o Careca.

Esses milhões não constam da declaração de bens feita por Costa aos procuradores, quando o ex-diretor da Petrobras fez sua delação.


4 comentários

  1. M.E.J.
    segunda-feira, 19 de outubro de 2015 – 16:04 hs

    Devolve o manganão para o Hotel do Moro, corta os benefícios da Delação.

    Ele vai lembrar dos 3 milhões e de outros tantos.

  2. Pablito
    segunda-feira, 19 de outubro de 2015 – 16:22 hs

    Ora, eu mesmo já fiz “n” comentários em diversos blogs que esses caras roubaram muito mais do que admitem!!! O PT, por exemplo, deve ter grana no exterior aos bilhões de dólares! É por isso que esses LADRÕES pretendem aprovar uma lei que permita internalizar recursos que se encontram no exterior, NÃO DECLARADOS, sem que tenham de declarar a ORIGEM!!!!

  3. AMO
    segunda-feira, 19 de outubro de 2015 – 17:07 hs

    Deixa quieto, ele ta colaborando, agora vamos pegar os dois vagabundos, filhos do nove dedos.

  4. TARZAN
    segunda-feira, 19 de outubro de 2015 – 17:14 hs

    Essa sujeira é tão profunda quanto o PRÉ SAL DA dilMÁ.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*