Patologia social | Fábio Campana

Patologia social

Ofender um morto no funeral é uma manifestação de incivilidade assustadora. Foi o que alguns manifestantes fizeram ontem em Belo Horizonte no velório do ex-senador, ex-presidente da Petrobrás e do PT José Eduardo Dutra. Este gesto transcende a luta política e revela a patologia social que aflora em situações de crise e conflitos como este que vivemos agora. Não creio que a alternativa ao PT que o Brasil necessita seja gente dessa catadura. Aliás, em tudo muito semelhante aos fanáticos do lulopetismo.


7 comentários

  1. Rossby
    terça-feira, 6 de outubro de 2015 – 9:52 hs

    Qualquer pessoa com um mínimo de noção de pudor e civilidade rejeita essa ação asquerosa. Certo o blogueiro em deixar clara essa posição.
    Essa é a herança maldita que o petismo deixa para as futuras gerações, consertar essa miséria moral a que foi rebaixada a ação política durante esse período. Estão recebendo de volta o que sempre apregoaram na visão deles:
    * Na política não há adversários a serem vencidos mas inimigos a serem aniquilados;
    * Os que não são aniquilados devem ser cooptados ou subjugados, devendo prostrar-se diante deles;
    * Roubar é plenamente justificado, desde que o produto reverta ao partido ou para a causa considerada justa.
    A missão é duríssima mas deve ser iniciada o mais breve possível.

  2. luis
    terça-feira, 6 de outubro de 2015 – 13:21 hs

    A desculpa para a pena de morte é que o réu merece!
    Ir a um velório de um membro do partido dos trabalhadores e dizer que trabalhador bom é trabalhador morto!? Tá certo então!

  3. Servidor
    terça-feira, 6 de outubro de 2015 – 16:31 hs

    Fico cá pensando com meus botões: quem seria tão baixo a ponto de realizar um “protesto” como este? Estaria a oposição abrigando uma horda de calhordas insensíveis e algum destes infelizes realmente acreditou que haveria algum ganho com esta demonstração de desprezo pelos sentimentos alheios, ou…. Não dá para deixar de comparar este fato ao “atentado” ao Instituto Lula, também apócrifo, sem autoria requerida. Quem têm a ganhar com isto? A oposição? Ou o governo, que afirma há anos ser vítima do ódio das “elites” que detestam o fato de pobres estarem ocupando os aeroportos? (como se isto fosse verdade!) Espero que alguém tenha anotado as placas do carro que jogou estes panfletos e que se identifiquem os autores desta barbárie porque, aparentemente, a bomba no Instituto Lula, mesmo sob investigação da Polícia Federal (veja só) deve continuar no rol dos crimes não solucionados. Não sei o que seria pior: saber que há realmente grupos extremamente radicais explodindo bombas e perturbando velórios ou, confirmar a suspeita de que o governo estaria forjando atos de terrorismo na tentativa de vitimizar-se perante a opinião pública. Parece teoria de conspiração? Procure se informar sobre o incêndio do Reichstag em 1933, atribuído aos comunistas e que, coincidentemente, abriu caminho para a ascensão nazista na Alemanha.

  4. OLHO VIVO.
    terça-feira, 6 de outubro de 2015 – 18:08 hs

    É SIMPLES,ESSES LIXO PTRALHA,SÓ ESTÃO COLHENDO O QUE PLANTARAM,É CLARO QUE NESSE CASO EXAGEROU QUE PROTESTAVA.

  5. antonio carlos
    terça-feira, 6 de outubro de 2015 – 20:28 hs

    Em um País onde ser contra um Desgoverno é ser considerado como traidor da pátria, as coisas não poderiam ser diferentes. Os que tiveram a sorte de continuarem nos seus cargos tentam, a toda hora, desmerecer os que não tiveram a sorte de lhes quitarem estes mesmos empregos. Vivemos uma guerra de babuínos, onde ninguém ganha e todos nós só perdemos.

  6. terça-feira, 6 de outubro de 2015 – 21:02 hs

    O PT aprontou tanto neste País, que a sigla tornou-se maldita para os brasileiros. Mesmo com todos os males que o PT e seus líderes aprontaram, jamais poderemos ter ódio ou demonstração vergonhosa como fizeram no velório do ex presidente do PT, Sr. José Eduardo Dutra. Devemos ter respeito para com as pessoas e também com os mortos. Na Pátria EDUCADORA, infelizmente, acontece isso, é inato de um governo podre que machuca a Nação Brasileira sob todos os sentidos.

  7. Helena
    terça-feira, 6 de outubro de 2015 – 22:20 hs

    Pode até ser uma patologia social, mas os petistas acabaram com o nosso País, com tudo de bom que foi construído com muito suor. Eu prefiro dizer que há motivos suficientes para que haja manifestações desse tipo, toda ação, tem uma reação, e essa foi compatível com a roubalheira em nosso Brasil. não podia ter outra reação.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*