Paraná tem melhor situação fiscal do país, afirma Richa | Fábio Campana

Paraná tem melhor situação fiscal do país, afirma Richa

unnamed

O governador Beto Richa defende que o Paraná tem atualmente a melhor situação fiscal do país. A declaração foi dada em avaliação sobre os resultados do ajuste fiscal promovido pelo governo, durante reunião com o secretariado. No início dos trabalhos desta quarta, o governador fez um pronunciamento rápido, em que falou sobre a situação financeira do estado ao secretariado e à imprensa, que pôde acompanhar os primeiros minutos da reunião. As informações são da Band News FM.

Na sua fala, Richa voltou a defender as medidas de ajuste fiscal tomadas há alguns meses e listou uma série de dados, como o recente reajuste dos servidores de 3,45%, a promoção de policiais e de professores implantada este mês e o pagamento antecipado do 13º salário – já prometido para dezembro -, além da previsão de aumento salarial para o funcionalismo em janeiro, que deve ser da ordem de 10%.

Todo esse detalhamento veio seguido da afirmação de que o Paraná tem a melhor situação fiscal do país. “Temos demonstrações claras e precisas de que o Paraná, de fato, saiu na frente. Hoje nós temos e podemos dizer com absoluta segurança e tranquilidade, de que temos a melhor situação fiscal de todo o Brasil. No levantamento feito aqui, entre os 27 estados brasileiros, o único que tece incremento, uma evolução real das receitas correntes liquidas, foi o estado do Paraná. Um crescimento positivo de quase 5%, enquanto todos os demais estados tiveram um decréscimo e evolução negativa em suas correntes de receita liquida, o que faz com que a situação destes estados se agrave ainda mais.”

Com essa afirmação, Beto Richa avaliou como acertado o planejamento feito para promover o reequilíbrio nas contas do estado com incremento de receitas, associado a cortes de gastos e despesas, que segundo Richa, foram de 10%. “A soma destes dois fatores é o que possibilita termos uma situação fiscal diferenciada em relação aos demais estados brasileiros”.


9 comentários

  1. Tô Ligado
    quarta-feira, 28 de outubro de 2015 – 19:20 hs

    Situação alardeada , mas como explica centenas de credores ate de 700 reais que não recebem, exemplo Lava Car em Londrina, carros oficiais parados por que já estão com 20 mil Km e não podem trocar o óleo, também funcionários públicos que não recebem seus direitos, promoções progressos entre outros e já divulgados como pagos. Algo esta mal contado, ate onde vai a tua cara de pau em mentir, vai ser difícil sustentar essa mentira por muito tempo, o e teu futuro politico esta ainda em risco, risco de você sumir da vida politica se continuar estes calotes e estas mentiras.

  2. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 28 de outubro de 2015 – 19:25 hs

    Imagine eu cobrar 1 real o M,2 me apertar com isso e passar a cobrar 1.5 por m2,ai é claro que minha situação vai ficar melhor,mas a de quem paga não né sr;.

  3. carlos henrique cardozo
    quarta-feira, 28 de outubro de 2015 – 19:59 hs

    Parabens Governador!!!!

  4. Zangado
    quarta-feira, 28 de outubro de 2015 – 22:45 hs

    Devia fazer o teste do espelho da Melévola de Branca de Neve …

  5. Benjamin
    quarta-feira, 28 de outubro de 2015 – 23:23 hs

    fui seu eleitor na eleição e releição, pagar 13′ e obrigação aumento de salário perante a inflação também e obrigatório no mínimo legal, sou produtor rural minha esposa e professora respeitem aqueles que ainda acreditam nesse país e o mínimo o que vocês políticos podem fazer pôr este país e pôr nossos filhos abraços.

  6. COMANDO
    quinta-feira, 29 de outubro de 2015 – 7:51 hs

    Luz, agua, IPVA ICMS, outros. Só para lembrar: cade a progressão dos servidores públicos, até agora nada x nada…
    mais dinheiro dos servidores da Paranaprevidencia. chaga de demagogia.

  7. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 29 de outubro de 2015 – 11:28 hs

    A província cispaulista é chique. Não faz pedaladas, faz piruetas e acrobacias fiscais, à moda baiana. Ao molho de dendê.

  8. JOHAN
    quinta-feira, 29 de outubro de 2015 – 12:03 hs

    Caro FÁBIO, o GOVERNADOR BETO RICHA, no dia 05.10.14, afirmou com a boca cheia de que as finanças do estado estavam bem, que o caixa tinha recursos e que 2015 seria muito melhor. Pois Senhor governador, estamos concluindo 2015, e até agora apenas promessas. Menos governador BETO. Não tem mais inocente avaliando as mentiras anunciadas pelos políticos. Está tudo gravado nas redes sociais. Não anuncie nada, pois não está com a bola cheia, para que em 2017 não sejamos forçados a desnudá-lo por mentiras aplicadas. Chega, fale menos e apenas a verdade, pois está sem crédito perante a população. É menos dolorido, é mais fácil entender a incapacidade do governo em gerir o estado. Atenciosamente.

  9. Fábio Mayer
    sexta-feira, 30 de outubro de 2015 – 11:29 hs

    O estado do PR aumentou a alíquota de IPVA em 40%, aumentou a alíquota de ICMS em 30% em média, sobre produtos de primeira necessidade, teve aumento de receitas de ICMS sobre energia elétrica por conta do aumento ENORME das tarifas… a arrecadação cresceu 18% mas as despesas, estas diminuíram 1%, porque este governador não demitiu N E N H U M dos milhares de contratados em comissão e confiança, nem abriu mão de N E N H U M A de suas muitas mordomias, muito menos tomou medida alguma de racionalização da coisa pública. A única medida de racionalização que pretendia tomar era fechar escolas para economizar com alugueis, mas nem isso teve competência de fazer.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*