Palocci é o personagem misterioso do caso Itaúsa | Fábio Campana

Palocci é o personagem misterioso do caso Itaúsa

unnamed
Claudio Humberto

Todo mercado sabia que houve rolo para que o fundo Petros, dos funcionários da Petrobras, comprasse por R$ 3 bilhões algo que ninguém queria: a participação na Camargo Corrêa na Itaúsa, holding do banco Itaú. Agora, se sabe o nome da fera que “armou” a operação, segundo acredita a CPI dos Fundos de Pensão: Antônio Palocci, ex-ministro de Lula e Dilma. O negócio foi desastroso para o Petros.

A manipulação dos recursos, no negócio do Itaúsa, causou grandes prejuízos aos segurados do Petros, no período de 2003 a 2015. Atuando fortemente, inclusive no Instituto Lula, Palocci é conhecido no mercado como parceiro de negócios e soluções do ex-presidente Lula. A compra da participação da Camargo na Itaúsa foi fechada à revelia do Comitê de Investimentos da Petros, com prejuízo para os fundos.

O deputado Raul Jungmann (PPS-PE) descobriu o papel de Palocci no caso Itaúsa, e o convocou para depor na CPI dos Fundos de Pensão.


3 comentários

  1. Pablito
    sábado, 24 de outubro de 2015 – 13:24 hs

    O negócio pode ter sido “desastroso” para o Petros, mas o pixulequinho foi garantido!!! Para o PT, é isso que importa!!!!

  2. sábado, 24 de outubro de 2015 – 14:19 hs

    Esse é um dos que estão faltando ainda como LOCATÁRIO DA PAPUDA e da LAVA JATO.

  3. CRISTOVÃO
    sábado, 24 de outubro de 2015 – 20:33 hs

    Em tudo que tem Palocci fede

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*