Ney pede que o teste da mãezinha da FEPE vire lei | Fábio Campana

Ney pede que o teste da mãezinha da FEPE vire lei

unnamed

A Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (Fepe) está aproveitando
os últimos dias do Outubro Rosa para intensificar a adesão das gestantes
ao Teste da Mãezinha. Atualmente 294 dos 399 municípios do Paraná estão
cadastrados na Fepe para a realização do exame e somente 22% de cerca de
17 mil gestantes por mês fazem o exame nestas cidades. A meta é chegar a
pelo menos 40%. O Teste da Mãezinha tem como objetivo detectar e prevenir as
hemoglobinopatias, como a doença falciforme, que é hereditária.

Gestantescom falciforme apresentam maior risco de complicações que podem afetar
tanto a mãe quanto o bebê. Como por exemplos, crises de dor com maior
frequência ou intensidade, surgimento de doenças do coração ou rins, risco
de parto prematuro ou do bebê nascer com baixo peso.

O deputado Ney Leprevost, líder da Frente Estadual da Saúde e Cidadania,
protocolou na Assembleia Legislativa projeto de lei propondo que todo o
Estado do Paraná ofereça para as gestantes o exame laboratorial de sangue
(CTN), conhecido como Teste da Mãezinha, para o diagnóstico precoce de
hemoglobinopatias como a Doença Falciforme e a Talassemia Major.

De acordo com o texto, a rede pública de saúde deverá proporcionar Teste
da Mãezinha. Em caso positivo, a gestante será encaminhada para orientação
e acompanhamento médico.

Segundo o deputado Ney Leprevost, “a ideia é atender as mulheres com
falciforme durante a gestação. Vale lembrar que o acompanhamento deve ser
realizado pela equipe de saúde, sem interrupção. Por isso, a gestante deve
ser avaliada frequentemente pelo médico obstetra durante o pré-natal, além
do hematologista e outros profissionais de saúde”, disse.


2 comentários

  1. Neusa
    quinta-feira, 29 de outubro de 2015 – 1:31 hs

    Sem ser médico, o deputado Ney Leprevost é hoje o que mais entende de saúde no Paraná. Parabéns.

  2. Macri
    quinta-feira, 29 de outubro de 2015 – 1:32 hs

    Obrigado Ney Leprevost, guerreiro da saúde .

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*