Morreu o coronel Ustra | Fábio Campana

Morreu o coronel Ustra

coronel ustra

Morreu na madrugada desta quinta-feira (15), aos 83 anos, em Brasília, o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra. Entre 1970 e 1974, Ustra foi chefe do DOI-Codi de São Paulo, um dos principais centros de repressão do Exército na época da ditadura.


18 comentários

  1. Intruso
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 15:08 hs

    Q Desu o tenho grande comandante..

  2. quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 15:22 hs

    MEUS SENTIMENTOS Á TODA FAMILIA..PERDER UMA PESSOA ..É TERRIVEL;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;DEUS O ACOMPANHE;;;;;;;;;;;;;;;

  3. RR
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 15:43 hs

    “BRILHANTE” MILITAR,GRANDE HOMEM,FOI UM DOS HERÓIS QUE COMBATEU OS MARGINAIS QUE HOJE OCUPAM O PODER NO BRASIL,UMA GRANDE PERDA.

  4. Zezao
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 16:14 hs

    Foi tarde. Que vá sentar no colo do capeta pelo tanto de filhos e irmãos que mandou matar escondido atrás da farda.

    Covarde demoníaco.

  5. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 16:22 hs

    No fundo, ele, o aparato repressivo e os terroristas e assemelhados, são feitos do mesmo barro. Ou melhor, do mesmo esterco.

  6. quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 16:31 hs

    Morreu quem nunca devia ter nascido!!!

  7. Paulo
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 16:38 hs

    Pena não haver inferno para arder esse maldito. Ficou cheio de sangue e impune.

  8. quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 16:47 hs

    MORREU PRA VC, FILHO INGRATO! PRA MIM ELE CONTINUA VIVO AQUI NO MEU CORAÇÃO!!!!

  9. Martin
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 17:15 hs

    Grande HERÓI NACIONAL. Nos salvou uma vez, quem nos salvará agora?

  10. Mustafah
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 17:24 hs

    Homem de coragem e principios, nunca negou seus atos, ao contrário de outros que por meio da mentira transforam crimes em atos de heroismo, assassinato em justiçamento, invasão do alheio em ocupação, roubo em apropriação e hoje destroem esse país.
    Que descanse em PAZ.

  11. Stanislau Samenko
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 17:29 hs

    Que ressuscitem novos novos coronéis Brilhante Ustra!
    Aqueles que outrora eram terrorista e anarquistas, são os mesmos que hoje roubam e zombam do povo!
    Quem colocará para fora dos palácios e do congresso os ordinários, cafajestes, ladrões do erário?

  12. Juca
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 17:51 hs

    Lamentavelmente não fez o serviço como devia. Acabar com a vida de Lula, Dilma, José Dirceu, José Genuino e outros que assaltaram o Brasil!

  13. Strapasson
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 18:28 hs

    Muito bom seu comentário, Doutor Prolegômeno

  14. valdir izidoro silveira
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 18:45 hs

    Um torturador a menos.

  15. valdir izidoro silveira
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 19:19 hs

    Ana Maria Braga. Que vergonha um covarde se escondendo atrás de uma apresentadora. Sai da clandestinidade canalha!”

  16. quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 20:01 hs

    e sr zezão,mandou matar um monte de irmãos, e filhos, que na realidade não fez falta alquma. pra ninguem, foi morto sim um bando de vagabuntos agitares. Mais o pegado e não ter feito o serviço completo veja os cumunista da época que fazem hoje no Brasil.

  17. QUESTIONADOR
    quinta-feira, 15 de outubro de 2015 – 21:08 hs

    -Militar altamente condecorado e de opiniões fortes e contundentes.
    -O Brasil perde um comandante qualificado que não se escondeu da missão que lhe foi confiada!!!
    -A maior parte de quem critica é porque o julga nos termos de hoje com as leis existentes em vigor. Não entendem que ele foi o produto de uma geração muito anterior à nossa e como produto de seu tempo, teve atuação que era vigor na época!!!
    -Não se pode combater bandidos, terroristas com flores quando os mesmos utilizam armas.

  18. Juca
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 10:46 hs

    Mas não cumpriu bem sua missão aqui na terra. Deixou vivos Lula, Dilma, Zé Dirceu, José Genoino e muitos outros vagabundos que acabaram com o Brasil.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*