Marco Aurélio Mello, do STF, defende renúncia de Dilma, Temer e Cunha | Fábio Campana

Marco Aurélio Mello, do STF, defende renúncia de Dilma, Temer e Cunha

marco aurelio - stf

Painel, Folha de S. Paulo

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, defende uma forma “não traumática” para o país superar a crise: a “renúncia coletiva” da presidente Dilma Rousseff, do seu vice Michel Temer e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha. “Falo isso como cidadão e em uma perspectiva utópica, já que seria algo impensável para os atuais detentores dos poderes”, diz ele. Para o ministro, “o mal maior, a crise econômica,” está sendo deixado “em segundo plano” por “interesses políticos”.


13 comentários

  1. valdir izidoro silveira
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 10:43 hs

    O priminho do Collor está botando as asinhas golpistas de fora.Que almofadinha engraçadinho!

  2. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 10:48 hs

    Num país civilizado, um juiz da suprema corte jamais falaria algo semelhante. Aliás, nos EUA as pessoas nem sabem quem são os Justices. Mas, cá na república bananeira…

  3. Rock
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 10:54 hs

    Eu votei na Dilma e não autorizo sua renuncia esse golpista que pare de falar bobagens.

  4. zangado
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 11:19 hs

    No momento em que a crise política, acrescida da crise econômica, desembocar em crise social darão razão ao ministro.

    O país está sem rumo, fazendo água em todos os setores, não há reação da sociedade insossa mais preocupada com o andamento das novelas das oito do que com os destinos do país !!

    É desesperador, gente!!

  5. GREGÓRIO
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 11:24 hs

    Pelo nome – ROCK – já se ve que vc é um retardado.

    Gosta da Dilma,a governANTA?

    Votou nela?

    Ama ela de paixão?

    Faça um favor aos brasileiros: leva ela para sua casa e faça bom proveito com a Mandioqueira !!!

  6. leandro
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 11:43 hs

    Eu não votei na Dilma e fui como todos golpeado por ela e suas pedaladas, mentiras e promessas falsas na campanha. Ainda bem que não votei por isso não estou sendo cúmplice desses atos.

  7. Sergio Silvestre
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 12:12 hs

    Se foi até compurgado né Leandro.

  8. PORTUÁRIO
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 13:09 hs

    E O PSICOPATA VAI PARA ONDE?

  9. edo rodrigues mota
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 18:24 hs

    O Povo tem que aprender votar, o maldito voto obrigatório, porque em paìs sério, os politicos renunciam por conta própria, e se não, a justiça o faz, mas no brasil a justiça é injusta.

  10. daniel
    sexta-feira, 16 de outubro de 2015 – 21:44 hs

    TEM UMA PETEZADA/PMDBZADA DEFENDENDO A PRESIDANTA E O RESTO DA QUADRILHA QUE ESTÁ AFUNDANDO O BRASIL: ENTÃO O RECADO DO POVO É O SEGUINTE: VÃO PARA O INFERNO E SUMAM DESTE PAÍS.

  11. Milton Luís Pereira
    sábado, 17 de outubro de 2015 – 13:19 hs

    Está certíssimo,fala compropriedade e inteligência,fora com esta caterva federal…

  12. Juca
    domingo, 18 de outubro de 2015 – 8:21 hs

    Está esclarecido; O Rock é irmão do alça Frouxa!

  13. Juca
    domingo, 18 de outubro de 2015 – 8:21 hs

    Está esclarecido; O Rock é irmão do Calça Frouxa!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*