Lula: o mito e as verdades | Fábio Campana

Lula: o mito e as verdades

unnamed
As investigações da Polícia Federal e do Ministério Público sobre casos de corrupção atingem filhos, parentes, amigos, amigos íntimos, amigas íntimas e ex-assessores do ex-presidente. É o que conta a matéria de Daniel Pereira e Rodrigo Rangel publicada pela revista Veja que está nas bancas.

Oito anos na Presidência da República fizeram de Lula um mito. Ele escapou ileso do escândalo do mensalão, bateu recorde de popularidade, consolidou o Brasil como um país de classe média e elegeu uma quase desconhecida como sua sucessora.

Os opositores reconheciam e temiam seu poder de arregimentação das massas. O líder messiânico, o novo pai dos pobres, o protagonista do primeiro governo popular da história do Brasil encontra-se atualmente soterrado por uma montanha de fatos pesados o bastante para fazer vergar qualquer biografia – até mesmo a de Lula. Investigações sobre corrupção feitas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público vão consistentemente chegando mais perto de Lula. Ele próprio é foco direto de uma dessas apurações. Do seu círculo familiar mais íntimo ao time vasto de correligionários, doadores de campanha e amigos, o sistema Lula é formado predominantemente por suspeitos, presos e sentenciados. Todos acusados de receber vantagens indevidas de esquemas bilionários de corrupção oficial.

O mito está emparedado em verdades. Lula teme ser preso, vê perigo e conspiradores em toda parte, até no Palácio do Planalto. Chegou recentemente ao ex­-presidente um raciocínio político dividido em duas partes. A primeira dá conta de que sua derrocada pessoal aplacaria a opinião pública, esse monstro obstinado, movido por excitação, fraqueza, preconceito, intuição, notícias e redes sociais. A segunda parte é consequência da primeira. Com a opinião pública satisfeita depois da punição a Lula, haveria espaço para a criação de um ambiente mais propício para Dilma Rousseff cumprir seu mandato até o fim. Nada de novo. A política é feita desse material dúctil inadequado para moldar alianças inquebrantáveis e fidelidades eternas.

Os sinais negativos para Lula estão por toda parte. Uma pesquisa do Ibope a ser divulgada nesta semana mostrará que a maioria da população brasileira condena a influência de Lula sobre Dilma. Some-se a isso o contingente dos brasileiros que até comemorariam a prisão dele, e o quadro fica francamente hostil ao ex-presidente. O nome de Lula e os de mais de uma dezena de pessoas próximas a ele são cada vez mais frequentes em enredos de tráfico de influência, desvios de verbas públicas e recebimento de propina. Delator do petrolão, o doleiro Alberto Youssef disse que Lula e Dilma sabiam da existência do maior esquema de corrupção da história do país. Dono da construtora UTC, o empresário Ricardo Pessoa declarou às autoridades que doou dinheiro surrupiado da Petrobras à campanha de Lula à reeleição, em 2006. O lobista Fernando Baiano afirmou que repassou 2 milhões de reais do petrolão ao pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula e tutor dos negócios dos filhos do petista. Baiano contou aos procuradores que, segundo Bumlai, a propina era para uma nora do ex-presidente. A relação de nomes é conhecida, extensa e plural – dela faz parte até uma amiga íntima de Lula. A novidade agora é que a lista foi reforçada por um novo personagem. Não um personagem qualquer, mas Luís Cláudio da Silva, um dos filhos do ex-presidente. O cerco está se fechando.


14 comentários

  1. Palpiteiro
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 14:46 hs

    Lula em seu modelito prêt-à-porter para a primavera-verão 2015/16. Em breve em todos os canais.

  2. Sergio Silvestre
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 14:46 hs

    Eu não sei até que ponto essa revista quer chegar e também não sei o tamanho da ação que o Lula vai enfiar no rabo desses biltres,isso ai não é noticia e uma campanha sórdida para sangrar o grande favorito nas eleições de 2018.
    Acho que a imprensa livre tem que ter um limite de bom senso,mostrar uma pessoa vestida de presidiário sem ele ter nada até agora que diga que ele é réu,puxa vida,isso ai é uma malhação,coisa rasteira e muitos aqui vão ficar radiantes perante essa esculhambação.
    Pode muitos não gostar do Lula,mas ele foi um grande presidente,se alguém perdeu ou até por torcer por outro time for a favor disso,tudo bem,mas acho que vem ai uma ação pesada e caberá a essa justiça porca e parcial julgar isso,mas como cidadão do mundo o Lula não sei se poderia entrar com uma ação na Europa ou EUA onde se tem justiça e a coisa e resolvida logo.

  3. RR
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 15:15 hs

    ESSA PIADA DA CLASSE MÉDIA É MUITO BOA,POVINHO MORRENDO DE FOME E É CLASSE MÉDIA,SÓ SE FOR CLASSE “MÉRDIA”,ESSE LZTO ACABOU COM O PAÍS TROUXE A INFLAÇÃO DE VOLTA E AINDA TEM OTÁRIO QUE APOIA ESSE MARGINAL.

  4. Argueiro zego icic
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 16:43 hs

    Que dó vê meu cumpanhêro de talagadas numa das capas mais bonitas da Veja até hoje. Mai cuma ele abandonô a gente, nosso amô pelos copos sujos, virou granfino entutuzado, agora só quero ver é os grilos cantando no oco desse ingrato. ic ic ic

  5. sábado, 31 de outubro de 2015 – 17:05 hs

    Revista Época mostra também quem é Lula, o milionário que construiu um império com seu LARANJAL, composto por amigos íntimos que colocaram em seus nomes (de favor, como diz filho de lula) os seus bens ou seja casas, sítios, empresas. É uma maravilha ver como Lula enriqueceu em tão pouco tempo , um verdadeiro prodígio

  6. valdir izidoro silveira
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 17:34 hs

    Os oito anos de governo não fizeram de Lula um mito; ELE É UM MITO. Tanto é que a direita tucana e congêneres raivosa, golpista e fascista tem tanto medo dele que ficam tentando envolve-lo nas trapalhadas dos empresários e funcionários públicos. Ele não é candidato e já, há três anos da eleições, estão todos encagaçados; imaginem na hora que Lula anunciar sua candidatura. Os tucanos que se acalmem porque, como diz o dito popular, ” quem tem telhado de vidro, não atira pedra no telhado do vizinho”.

  7. valdir izidoro silveira
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 17:40 hs

    Essa capa da Veja devia ser com o Cunha: o mito e as verdades. Os “chaves de cadeia que cercam Cunha”. Mas a Veja, como a Rede Globo que abafam suas milionárias sonegações blindam os que os protegem.

  8. Helena
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 17:50 hs

    Será que existe alguém que acredita ele não sabia de nada???
    Se existe é tao mentiroso quanto ele o é.

  9. Do Interior.....
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 18:43 hs

    A manchete deveria ser: “AS MENTIRAS E AS VERDADES”… E, no PT, são poucas… Muito poucas as verdades. Na verdade, acho que não existe verdade no PT. É uma mentira. Uma utopia como TODO socialismo que só faz mal a qualquer população de qualquer país do mundo.

  10. Rock
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 20:49 hs

    Essa revista Veja é golpista e inconformada e dirigida pela familia Civita que todo mundo sabe que aportou no Brasil com dinheiro americano para fundar a Editora Abril e ficar a disposição para derrubar governos são um bando de FDP,

  11. Juliano clemente
    sábado, 31 de outubro de 2015 – 23:23 hs

    jaula neLLe

  12. CLOVIS PENA - Destino da grana
    domingo, 1 de novembro de 2015 – 5:54 hs

    O que deveria ter sido feito no início finalmente está acontecendo.
    A checagem, perícia e denúncia das movimentações financeiras dos ladrões canalhas, de seus familiares e amigos.
    .
    Antes tarde…….

  13. Juliano clemente
    domingo, 1 de novembro de 2015 – 10:20 hs

    Cadeia NELLE
    fora PT

  14. JÁ ERA...
    segunda-feira, 2 de novembro de 2015 – 6:55 hs

    Lula, o mito (trabalhador pelo PT); verdade (ladrão); futuro (come-
    dor de quentinhas no Carandiru)…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*