Lula falou apenas o que quis ao MPF | Fábio Campana

Lula falou apenas o que quis ao MPF

lula_premioM

O Antagonista

No depoimento voluntário que fez em local secreto ao procurador Ivan Marx, Lula disse que sua relação com Alexandrino Alencar era “profissional”, não sabendo sequer precisar o cargo que o executivo ocupava na Odebrecht. A declaração de Lula é como uma nota de 3 reais.

A reportagem de Época, que revela quanto o ex-presidente recebeu da Odebrecht para dar palestras, também diz que Lula e Alexandrino se conhecem desde os tempos do Planalto. “A proximidade entre eles era tão grande que se cumprimentavam com um beijo no rosto”, diz a revista.

E há outros elementos que reforçam essa versão. No livro “O Mais Louco do Bando”, Andrés Sanchez conta que a Arena Corinthians foi erguida pela Odebrecht a pedido do próprio Lula a Emílio Odebrecht e Alexandrino Alencar, em Brasília.

Sanchez, ligadíssimo a Lula, se refere a Alexandrino como um “amigão do peito, quase parente”. “Nos conhecemos desde os tempos em que ele foi diretor da empresa OPP, que, após uma fusão, deu origem à Braskem


3 comentários

  1. Helena
    segunda-feira, 19 de outubro de 2015 – 0:44 hs

    Cumprimentavam-se com um beijo? Isto me faz lembrar de um filme muito famoso da máfia italiana “O Poderoso Chefão” qualquer semelhança, NÃO é mera coincidência…

  2. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 19 de outubro de 2015 – 10:12 hs

    Ninguém tem coragem para enfrentar o lobisomem. Nenhuma instituição neste país tem.

  3. ind@ind.com.br
    segunda-feira, 19 de outubro de 2015 – 20:13 hs

    NAO CONSIGO ENTENDER O QUE TEM POR TRAZ DA JUSTIÇA BRASILEIRA, COMO PODE UM MENTIROSO DE NOVE DEDOS MANDAR E DESMANDAR NAS AUTORIDADES E NEM SEQUER É CITADO EM NADA, TA ROLANDO UM BAITA DINHEIRO, MAS DINHEIRO PRA TAPAR A BOCA DE MUITA GENTE ACABA, SR, LULA….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*