Justiça anula leilão e Paraná Clube retoma posse da Vila Olímpica | Fábio Campana

Justiça anula leilão e Paraná Clube retoma posse da Vila Olímpica

vila

A Justiça do Paraná anulou o leilão da Vila Olímpica e o Paraná Clube retoma posse do estádio em Curitiba. A decisão foi do juiz Mauro César Soares Pacheco, da 19.ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho de Curitiba. No despacho, o magistrado aceitou a desistência da empresa que havia arrematado o imóvel por pouco mais de R$ 11,5 milhões. As informações são do Paraná Portal.

O valor é inferior ao lance inicial, fixado em R$ 23,2 milhões. A venda ocorreu no dia 11 de junho deste ano. A Vila Olímpica foi à leilão como garantia em processos trabalhistas contra o clube, inclusive o do ex-goleiro Ricardo Pinto que foi ídolo do Atlético.

Ricardo Pinto trabalhou no Paraná Clube como técnico por alguns meses no ano de 2011. O ex- goleiro ainda pode recorrer. Lembrando que a prefeitura de Curitiba tinha conseguido um mandado de segurança que suspendeu a venda da Vila Olímpica.

O Município se baseou em uma lei municipal do ano de 1994, que proíbe a venda do imóvel já que a área é inalienável. Em setembro a empresa que tinha comprado a Vila Olímpica oficializou a desistência do negócio.


2 comentários

  1. Dosel Jr.
    terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 16:55 hs

    A Justiça está sendo feita. Quem foi na vida do Paraná este Ricardo Pinto? Devia ter vergonha das conquistas que teve e não tentar causar danos para uma grande nação de torcedores e curitibanos,. QUEIRAM ALGUNS OU NÃO, O PARANÁ CLUBE É, E SEMPRE SERÁ, O SEGUNDO CLUBE DE TODOS OS CURITIBANOS. Que se pague os poucos meses que ele trabalhou(?) no Paraná Clube e, se ele for bom da cabeça, que desapareça da cidade.

  2. terça-feira, 20 de outubro de 2015 – 19:35 hs

    Maravilha!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*