Inflação em Curitiba chega a 11% | Fábio Campana

Inflação em Curitiba chega a 11%

Marcelo Loureiro, via Miriam Leitão

Na média nacional, o IPCA subiu 9,49% em 12 meses até setembro. Em algumas regiões do país, porém, a alta da inflação é ainda mais intensa. A pior situação é em Curitiba, que acumula elevação de 11,12% no período (veja o gráfico).

Em setembro, quem mais sofreu foram os moradores da capital federal. O IBGE estima que a inflação em Brasília tenha subido 1,25% no mês. O reajuste de 18,26% na conta de luz pesou no resultado. Outra pressão veio do botijão de gás. Embora a Petrobras tenha elevado o preço em 15%, a alta registrada em Brasília foi maior: 19,23%. Os moradores de Vitória (20,08%) e Goiânia (19,68%) sofreram o mesmo problema.

Confira a tabela com as variações mensais e acumuladas em 12 meses até setembro:

ipca - regioes


Um comentário

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 8 de outubro de 2015 – 15:51 hs

    Nem tudo está perdido nesta vila de N.S. da Luz. Pelo menos um primeiro lugar para Curitiba: no ranking da inflação.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*