Fluxo contínuo | Fábio Campana

Fluxo contínuo

Painel, Folha de S. Paulo

Além do parecer do Ministério Público do TCU, a oposição vai anexar ao pedido de impeachment de Dilma Rousseff ao menos quatro decretos assinados pelo governo em 2015 que aumentaram em R$ 800 milhões as despesas do Executivo sem autorização dos parlamentares. Os documentos servirão de base para o argumento de que as irregularidades fiscais se estenderam para este ano. Manobra semelhante foi um dos motivos que levaram o TCU a rejeitar as contas de Dilma de 2014.


3 comentários

  1. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 21 de outubro de 2015 – 11:34 hs

    Que hipocrisia,sabemos que esses TCUS não servem pra nada é só mais um cabide de emprego para orbitantes,ali ninguém se entende mas quando o assunto é propina isso eles gostam e entendem.

  2. quarta-feira, 21 de outubro de 2015 – 12:23 hs

    800 MILHÕES em despesas de Dilma em 2015 ??
    Na SURDINA , sem autorização ??
    É ou não é, caso de POLÍCIA ??

  3. Juca
    quarta-feira, 21 de outubro de 2015 – 13:44 hs

    Vá desfilar na Cinelândia Calça Frouxa!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*