Emoção marca a posse de Ademar Traiano como governador do Paraná | Fábio Campana

Emoção marca a posse de Ademar Traiano como governador do Paraná

traiano - foto nani gois

A emoção foi a marca da posse do presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), na manhã desta sexta-feira (9), no Palácio Iguaçu, como governador do Paraná. Traiano assumiu o governo do Estado devido à viagem do governador Beto Richa (PSDB) e de sua vice, Cida Borghetti (PROS), ao exterior em missões oficiais.

Ao ser empossado, numa cerimônia prestigiada por secretários de Estado, deputados federais, estaduais, autoridades, lideranças políticas, amigos e familiares, Traiano atribuiu a ascensão dele, um homem de origem muito humilde, ao cargo máximo do Estado, aos “desígnios de Deus”. Lembrou a infância muito pobre, numa família de 13 irmãos e uma vida marcada por tragédias familiares, como a morte por câncer da mulher, quando os filhos ainda eram pequenos.

Ao transmitir o cargo a Traiano o governador Beto Richa destacou que o fazia com satisfação e plena confiança. “Passo o cargo para um amigo e companheiro de todas as horas. Para um homem de vida reta, que já deu grandes contribuições ao Paraná e com quem eu cultivo uma grande amizade. Viajo com toda a tranquilidade, sabendo que deixo o governo em boas mãos, com alguém que tenho uma relação de respeito, de quem procuro para obter conselhos e que ajuda evitar que eu cometa erros”, disse Beto.

O governador destacou ainda a importante parceria estabelecida com a Assembleia e com deputados destemidos que colocaram em primeiro lugar os interesses do Paraná, “que permitiram que o Paraná promovesse, já no início do ano, um importante ajuste fiscal, que provocou desgastes e incompreensões, mas que agora traz importantes frutos. Entre eles a tranquilidade para honrar os compromissos, antecipar o 13º salário, e investir R$ 6,8 bilhões só no próximo ano. Isso em um momento em que boa parte dos Estados brasileiros tem dificuldades até para honrar a folha de pagamentos”.

Traiano fez questão de lembrar sua história familiar, dos pais, que sempre torceram por ele. Destacou a importância que tem para ele os filhos e netos, que convidou para se unir as autoridades que acompanhavam o governador em sua posse. Agradeceu aos amigos, aos funcionários da Assembleia, com quem disse ter desenvolvido uma grande relação de amizade. Elogiou o governador Beto Richa por ter tido a coragem, sempre com a parceria da Assembleia e de deputados, para tomar as decisões necessárias para ajustar as finanças estaduais frente à crise brasileira, mesmo à custa do sacrifício momentâneo de sua popularidade, “pensando no interesse de todos nós paranaenses. São atitudes assim que definem um grande político”, destacou.

Perfil – Ademar Luiz Traiano nasceu em Francisco Beltrão, no Sudoeste do Paraná, no dia 3 de janeiro de 1953. É formado em Direito e agora está no sétimo mandato como deputado estadual.

Traiano começou na vida pública e política em 1982, como vereador e presidente da Câmara Municipal de Santo Antônio do Sudoeste, município onde possui uma fábrica têxtil. Foi vereador de 1983 a 1986, quando, ao final do mandato, elegeu-se o primeiro prefeito do município depois da abertura política em 1985, administrando a cidade até 1988. Em seguida, ele foi presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (AMSOP).

Traiano elegeu-se deputado estadual pela primeira vez para a legislatura de 1991 a 1994. Logo no início do primeiro mandato na Assembleia foi escolhido para ocupar a 2ª Secretaria da Mesa Executiva da Casa, assumindo, também, a 1ª Secretaria, na mesma legislatura, com o afastamento do então deputado João Batista de Arruda, que foi eleito prefeito de Francisco Beltrão.

Em 1997 Traiano voltou a ocupar uma cadeira de deputado estadual na Assembleia, como primeiro suplente. Neste período ele foi membro de diversas comissões permanentes da Casa, chegando a presidir a Comissão de Defesa do Consumidor. Foi novamente eleito em 1998, pelo PTB, para o período compreendido entre 1999 e 2002.

Pela quarta vez, em 2002, Traiano foi reeleito deputado estadual pelo PSDB. Neste período, além de ocupar a liderança do partido, Traiano integrou as comissões de Constituição e Justiça; de Finanças; Orçamento; Segurança Pública; Turismo; Assuntos do Mercosul e a Comissão de Redação.

Reeleito para o quinto mandato na Assembleia, entre 2007 e 2010 o deputado integrou a Comissão de Orçamento; de Tomada de Contas; de Educação; da Cultura; de Esportes; de Ciência e Tecnologia; e da Comissão de Fiscalização da Assembleia Legislativa e Assuntos Municipais. Além disso, participou da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e foi presidente do Conselho de Ética do PSDB.

Em 2010 foi reeleito para o seu sexto mandato. Foi então escolhido pelo governador Beto Richa como líder do Governo na Assembleia Legislativa. Participou ativamente da equipe de transição entre os governos passado e atual. Eleito em 2014 para o sétimo mandato no Legislativo estadual. Em 2015 foi eleito presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná.


4 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 9 de outubro de 2015 – 10:57 hs

    Coisas da roça brasileira. Imaginem se nos EUA o presidente viaja e assume o vice. Não sei de onde copiaram esta besteira de substituição temporária, mas, são coisas da caipirice brasileira, do coronelismo nacional. Alguns interinos chegam a mandar pintar quadros, com seus retratos. Pior que isso, só as faixas presidenciais latrino-americanas, que lembram os síndacos de comunes italianas, a fina flor da jecaria.

  2. douglas
    sexta-feira, 9 de outubro de 2015 – 11:31 hs

    SEM COMENTÁRIOS

  3. valdir
    sexta-feira, 9 de outubro de 2015 – 12:50 hs

    Agora ja pode aposentar se como governador….

  4. Jurandir
    sexta-feira, 9 de outubro de 2015 – 18:08 hs

    Pra que tanta papagaiada,devem ter muito o que fazer pra perder tempo com isto.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*