Com apoio de prefeitos, Dilma acredita na aprovação da CPMF | Fábio Campana

Com apoio de prefeitos, Dilma acredita na aprovação da CPMF

unnamed

Depois de uma reunião de mais de duas horas com representantes da Confederação Nacional dos Municípios, o governo manifestou otimismo na aprovação da CPMF, matéria considerada chave no ajuste fiscal, mas que segue parada na Câmara. Os prefeitos apoiaram a recriação do imposto e prometeram mobilizar deputados para a aprovação da medida. A presidente Dilma Rousseff recebeu os prefeitos, nesta quinta-feira, no Palácio do Planalto. As informações são d’O Globo.

A proposta que está em negociação é de uma alíquota de 0,38% para nova CPMF, que configura uma elevação na projeto original do governo, que previa alíquota de 0,20% com todos os recursos indo para o governo federal. Com a alíquota maior, haverá uma repartição da arrecadação entre governo federal, estados e municípios.

— Defender imposto é sempre constrangedor, principalmente na situação que nós estamos vivendo. Mas nós não temos alternativas. Nós precisamos nos unir porque o Estado está precisando desse imposto,as prefeituras precisam desse imposto. Nós prefeitos defendemos essa CPMF desde que ela seja compartilhada com os municípios — disse Luiz Lázaro Sorvos, vice presidente da Confederação Nacional de Municípios.

O ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, disse que com a ajuda dos prefeitos, é possível vencer as resistências que a aprovação da CPMF enfrenta no Congresso.

— A CPMF é um imposto que interessa diretamente à União, aos estados e aos municípios para financiar o conjunto de programas sociais que os três entes federativos desenvolvem em benefício da população. Creio que a vinculação de prefeitos, governadores, União e os parlamentares de todos os partidos pode viabilizar uma votação com maior apoio — disse Berzoini.

O ministro disse que o governo manterá um diálogo institucional com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que já se declarou contra a recriação do imposto. Segundo Berzoini, a relação do governo com Cunha e Renan Calheiros (presidente do Senado) deve ser mantida independentemente das situações que cada um vive. No início desta semana, Cunha e Dilma protagonizaram troca de ataques verbais, com a presidente lamentando o suposto envolvimento de Cunha em corrupção e o peemedebista retrucando que o governo da petista enfrenta o maior escândalo de corrupção do mundo.

— Nós tratamos essas questões sempre de maneira republicana e transparente, tanto com o presidente da Câmara como o do Senado. Nós vamos continuar o diálogo, é um diálogo institucional, que não tem nenhuma conexão com as eventuais situações que cada um dos dirigentes políticos vive em relação a qualquer outra situação. O importante para nós é que haja o respeito a esse diálogo institucional — afirmou.

Além de Berzoini, participaram do encontro os ministros Jaques Wagner (Casa Civil) e 22 representantes da Confederação Nacional de Municípios.

No Congresso, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, manifestou-se contra o novo imposto e avisou que o governo terá grandes dificuldades em aprovar a medida, que segue parada na Casa.


15 comentários

  1. PIMENTA PURA
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 7:15 hs

    Vejam quem posa ao lado desta presidente idiota:- o Fruet e
    a Gleisi. Belo retrato.

  2. Renato Britto Barros
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 7:15 hs

    Quem te viu ( FRUET )
    Quem te Vê.

  3. Dionleno
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 7:41 hs

    É Gargamel apoiando mais esse roubo aos nossos bolsos sua popularidade vai cair ainda mais, tem certeza que vai tentar a reeleição e passar por esse vexame?
    Ou esse dinheiro é pra ajudar a pagar a obra de uma certa instituição privada na rua Buenos Aires?

  4. Pilgrim
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 7:49 hs

    Caramba Gustavo!!! O que aconteceu com você??? Se deixa fotografar com gente que está extremamente negativa na mídia!!! será que vc ainda acredita neste povo?!!! Estou decepcionado! É uma pena….

  5. COMANDO
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 7:58 hs

    Só na cabeça dela, a propósito “Armazenar vento” adivinhem onde está esse vento…

  6. paulo luis de freitas
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 8:08 hs

    enquanto roubam descaradamente ! dão risada “o povo vão pagar KKKKK” . Até o pior prefeito que Curitiba já teve, apoiando a CPMF !
    é o FIM.

  7. Juca
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 8:42 hs

    Com essa deixo de ser eleitor do Pateta!

  8. Internauta
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 9:25 hs

    A CPMF interessa a todos os governos incompetentes que torram o dinheiro dos contribuientes para manter comissionados em cabides de emprego. Só não interessa ao cidadão que é quem paga por toda essa farra. O governo gastou, o governo que corte sua própria gordura!!!

  9. Dosel Jr.
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 9:30 hs

    Mais uma vez a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Curitiba falhou. Se a reunião anunciada era com vários prefeitos, por que eles não aparecem na foto? Este documento quando publicado, não permitiria que se pensasse que foi meia dúzia de gatos pingados, ou que somente Gustavo Fruet é que foi abençoado pela presidenta, a tal ponto de tirar uma foto com ela. E tem mais: a alegria da Senadora Petista me deixa a impressão que a coisa foi montada. Para o Gustavo, que é o que interessa aos curitibanos, ficaria melhor se ele a presidenta estivessem assinando algum benefício para Curitiba. Aperto de mão, tapinha nas costas e sorriso de loira, não valem absolutamente nada.

  10. Simões
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 9:53 hs

    E esse prefeito horrível ai de cima apoiando a CPMF ainda quer se reeleger.

    Tem que dar um basta nesta porcaria de PT que só quer meter no rabo do povo. E não se esquecer desta foto na eleição do ano que vem.

  11. ferreira
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 10:32 hs

    O propósito desta foto ” CPMF” e mais, com este aperto de mão e as companhias presente é a pá de cal que sela o enterro do prefeito na próxima eleição curitibana.

  12. RR
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 10:35 hs

    ESTRUME.

  13. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 11:06 hs

    Sempre do lado errado. Agora apoiando a CPMF: Contribuição Maldita para a Falência do País.

  14. sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 14:14 hs

    A onda agora é a CPMF para salvar o País? Como perguntar não ofende: QUEM FEZ OS ROMBOS e os estragos no erário público ? É óbvio que foi ela (Dilma) e agora quer fazer caixa COMPRANDO (FATO CORRIQUEIRO NESSE GOVERNO) os Prefeitos, através do BOLSA MUNICIPAL. E o que é pior tem alguns que entram nessa, só não contam com aprovação dos ELEITORES. Pobres e podres pseudos-administradores que tentam se valer de vantagens indevidas para cobrir suas FALHAS ADMINISTRATIVAS. Só num País como o nosso acontece absurdos como esse.

  15. HAIMATLAND
    sexta-feira, 23 de outubro de 2015 – 15:53 hs

    FOTO HISTÓRICA PARA NÃO ESQUECERMOS QUE NO ANO QUE VEM TEREMOS ELEIÇÕES MUNICIPAIS E SERÁ O MOMENTO DE COMEÇAR A LIVRAR O BRASIL DA PETEZADA, A COMEÇAR POR CURITIBA, BERÇO DA OPERAÇÃO LAVA-JATO. PT NO PARANÁ E EM CURITIBA, NUNCA MAIS.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*