Parece piada: abono na falta de servidor municipal em caso de morte de animal | Fábio Campana

Parece piada: abono
na falta de servidor municipal em caso
de morte de animal

galdino - foto3

Projeto de lei do Professor Galdino (PSDB) propõe que o servidor público municipal possa faltar um dia de trabalho por motivo de falecimento do seu animal de estimação. As informações são rádio Banda B.

Em sua justificativa para o projeto, Galdino diz que o projeto de lei é de estima importância à valorização da relação entre o ser humano e o animal de estimação, principalmente no pior momento desta relação, que é a morte do animal, tido muitas vezes como membro da família.

“Cito neste projeto o caso do cidadão que perdeu por falecimento seu cachorro Rottweiller, com gastos na saúde do mesmo acima dos R$ 15 mil reais e que mesmo compadecido da perda, teve que continuar sua rotina de trabalho ininterruptamente”, justificou Galdino.

Além disso, o vereador acredita que com a medida irá estiumular a microchipagem em Curitiba. “Só terá direito ao dia de luto pela perda do animal, quem estiver com o animal devidamente cadastrado e no caso atualizado, com seu estado terminal de falecimento, conforme relação apresentada no site”, disse no trecho.


47 comentários

  1. Sergio Silvestre
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 15:55 hs

    Um dia teremos tantas normas e penduricalhos que vai ser preciso ter alguém para trabalhar.

  2. Fiora Neto
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 16:05 hs

    Meu Deus, tem que internar esta Besta. O pior e’ que vai se reeleger, pois os funcionários públicos votam nele, por esses projetos absurdos. Deveria existir um exame insanidade mental para habilitar o candidato a vereador… não passava um.

  3. toscani
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 16:15 hs

    Do que mesmo que esse cara é professor ?

  4. Toninho
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 16:22 hs

    Fábio, Por que o sensível edil não inclui o setor privado? O trabalhador da iniciativa privada não tem animal de estimação, ou sentimento? O projeto ocupa um espaço vazio de um vereador que, aparentemente, não tem do que fazer.

  5. Emanuelli
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 16:35 hs

    Deveria fazer mais ações sociais e preocupar com a Segurança da cidade!

  6. toninho
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 16:36 hs

    Se a moda pega… E porquê só os servidores públicos municipais? Mais uma das barbaridades desses inúteis vereadores.

  7. Henry
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 16:49 hs

    EU NÃO CHAMO “isso” DE PROJETO DE VEREADOR, ELE NÃO TEM CULPA. CULPA TEM O IDIOTA QUE DEU SEU VOTO PRA ELE. “esse cara” NÃO TEM NADA DE MAIS IMPORTANTE PRA SUGERIR COMO LEI?

  8. Jose
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 16:55 hs

    Este camarada não tem nada de mais importante para fazer ?
    Mais uma piada do dia !!!;

  9. Vo Doidinha
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 16:56 hs

    Só podia ser um intelectual da área da educação, nosso País tem um grande futuro!srrs

  10. Paranaense
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 17:01 hs

    Esse individuo nao merece ser chamdo de porfessor pois denigre
    a imagem do educador acho que deviramos pesar mais no que esta acontecendo o carater ,dignidade respeito, honestidade,
    seriedade,humildade pois isso tudo fata no ser humano que se vende por voto e ai elegemos esse tipo de politioc gostaria que fosse igual a China Japão que combate a corrupçao com seriedade
    justiça e acabando com corrupto a 7 palmos.

  11. jader rocha
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 17:02 hs

    SALARIO FAMILIA , LICENÇA PREMIO, FERIAS,, QUE MAIS,

    VA ARRUMAR O QUE FAZER VEREADOR.

    MELHOR INTERNAR O VEREADOR ,, NÃO É NORMAL..

  12. RQUE
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 17:34 hs

    ACHO MUITO NORMAL ISSO NUM PAIS DE 3³ MUNDO PARABÉNS VEREADOR

  13. Mariza
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 17:42 hs

    Parabéns ao professor Galdino que tem uma sensibilidade impar aí na Câmara de Vereadores de Curitiba.
    Só quem ama os animais sabem como é duro viver sem eles.
    Quem não ama animais, tanto faz, e este tanto faz é que faz a diferença.
    O mundo está violento demais, por estes motivos: Seres humanos cruéis, raivosos e com baixo teor mental.

    Claro que estes “seres” irão compreender quando um dia tiver a oportunidade de sentir o que é realmente um AMOR VERDADEIRO.
    Estas críticas infundadas, são de indivíduos ou “indivíduo” atrás de um computador destilando veneno de inveja sobre um político decente.

    O tempo dirá a estes pobres comentários quem é quem!

  14. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 17:43 hs

    Amigo meu da prefa vai recolher trezentos cachorros da rua e matar um por dia. Vá empilhar coco na descida, professor, vá….

  15. Paulo
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 17:45 hs

    Confesso que tenho o maior carinho e cuidado com o cachorro lá de casa, é o meu maior amigo, sempre alegre, sempre carinhoso e brincalhão. Mas acho que para tudo tem seus limites. Lógico que eles merecem os nossos maior carinho e respeito, mas isso é válido só em vida e depois que já se foram para que ficar fazendo velório, eles não merecem isso, eles merecem é carinho e muito cuidado em vida e depois de mortos o nosso maior respeito. E não como muitos já ouvi dizer que fazem, e jogam seus corpos em terrenos baldios, isso que o nobre vereador está solicitando não tem cabimento, se quer demonstrar carinho ao animal, de carinho, amor, cuidado e o respeite em vida e depois de morto.

  16. GUSTAVO
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 17:49 hs

    MANDA PRO HOSPÍCIO ESTE MALUCO…

    UMA BESTA HUMANA…

    COMO O PSDB ACEITA UM LOUCO DESTE TIPO…

    IMBECÍL…

    MANDA PRENDER…FORA DA CASINHA.

  17. Juca
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 17:58 hs

    O vereador Bambi quer legislar em causa própria!

  18. Joca
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 18:00 hs

    VERDADEIRO SEM NOÇÃO.Já pensou se o dono do animal é um médico? Enfermeiro? Ou alguém ligado à saúde, segurança, educação? Cada uma que aparece…

  19. Francisco Foltrani Freire
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 18:05 hs

    O funcionário público vai ter um dia de descanso, mesmo sendo INSTALADA A PENA DE MORTE DE CÃES NA CAPITAL. Viva essa PÁTRIA INDUCADORA (IN MESMO). Professor no BRASIL PARECE QUE NÃO TEM O QUE FAZER BEM COMO CERTOS POLÍTICOS COMO ESSE. Parabéns GALDINO por essa brilhante ideia.

  20. Helio Nunes
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 18:25 hs

    Sinceridade meu, vai enxugar gelo em outro lugar !

  21. Tostão
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 18:26 hs

    Merecemos gente assim. Nós somos pecadores.

  22. ser loque gomes
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 18:50 hs

    PQP!!!! Orra meu, cria vergonha na cara e pense nas questões sociais, como por exemplo: Saúde, Educação, Segurança, Transporte Coletivo de Qualidade, não tem mais nada para fazer nesta m..da chamada Câmara de Vereadores???? Ora bolas (a dos outros, pois as minhas já explodiram faz tempo), isso é o que acreditamos ser um verdadeiro Legislador das Causas do Povo Curitibano???? Pior que não é só ele!!! “Tamo tudo f…..s”!!!!

  23. João Armindo
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 18:53 hs

    Esse cara não é serio, só q há seguidores idiotas!

  24. terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 19:12 hs

    kkkkkk…..e garanto que vai ter muitos que vão apreciar a matéria do tal Projeto, principalmente a tchurma dos direitos a nada

  25. LIlian Vargas
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 19:12 hs

    a ideia, é interessante, para a pessoa se reorganizar, o proposito da materia faz nos repensar no lado humano das relações que hoje estam muito superfluas….
    consumismo
    descarte

  26. ELEITOR CURITIBANO
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 21:34 hs

    E se esse vereador morrer,quem vai velar serão os próprios cachorros.Vergonha ter um cara desses na camara,aguentá Curitiba,pois o homem lá!

  27. João Aruda
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 22:13 hs

    Por causa de alguns vereadores a exemplo deste, que a população percebe que vereador não tem nenhuma utilidade, e aí, entra tudo no mesmo balaio. DURO É IMAGINAR QUE TEM GENTE QUE VOTA NESSES CARAS!

  28. Leônidas
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 22:37 hs

    Caso de internamento.

  29. Ricardo Krueger
    terça-feira, 29 de setembro de 2015 – 23:19 hs

    Fico imaginando o quão melhor seria para nossa capital, se para o próximo mandato, os eleitores desta criatura votassem num cachorro no lugar do asno habitual.

  30. Pedro
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 0:36 hs

    Com esta política pró animal o Galdino é o segundo vereador com maior números de votos da cidade! É o nosso tiririca só que não é analfabeto nem humorista, se diz professor apesar de não ter nenhuma afinidade com o magistério!Deveria sim criar uma lei que proibisse a reeleição de vereadores, ele vai para o quarto mandato, tem vereador lá que está há mais de 30 anos,Galdino é tão inútil e vigarista quanto os demais, posa de maluco e tá comendo pela beirada todo mundo!Especialista em ludibriar os incautos!

  31. FUI !!!
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 6:07 hs

    Os que deram voto a este “falso” professor que curtam este cara.

  32. Juca
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 7:39 hs

    Aprovada essa lei, aí vem outra que prevê dispensa do funcionário municipal para ir no enterro do cachorro do vizinho! Só poderia ser idéia do vereador Bambi! E ganha mais de 16.000,00 mensais para isso!

  33. John
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 8:12 hs

    Apoiado!!! Até que enfim um bom projeto!!!!

  34. ayrton
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 8:29 hs

    Na verdade, os culpados são as pessoas que o elegeram. Ele ainda quer ser candidato a prefeito…….imaginem o que aconteceria em Curitiba…..

  35. Fernando Oc
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 8:51 hs

    Pois é, realmente polêmico, projeto de mão dupla: alguns vão adorar… e muitos vão detestar… Segue o baile!!!

  36. VILMAR KURZLOP
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 9:33 hs

    Projetos de Lei como esse deveriam motivar a cassação. Faz um cara desses gerir um negócio que lhe garanta o sustento, com esse tipo de atitude não duraria um mês para falir. Como pode então querer representar a população numa Casa de Leis, que deveria estar preocupado com a fiscalização do Executivo e apresentando soluções que realmente levassem a uma sociedade mais igualitária e harmônica. A população que elege esses insanos devem acordar e se conscientizar, senão, nem Deus terá poder para salvar este país.

  37. Escritor
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 10:36 hs

    O que sempre me pergunto, é quem são os eleitores de uma anta como essa. Um completo tapado. sem mais o que dizer.

  38. João
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 11:14 hs

    Estamos chegando ao fim do poço! Proibição de cavalos para tracionar carroças de catadores enquanto pessoas continuam puxando essas carroças; clinica de referência para animais, sendo construida pela prefeitura, enquanto seres humanos não tem atendimento adequado; dia de folga para funcionários cujos animais morreram… Onde vamos parar?

  39. Alessandro
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 11:45 hs

    Qual será partido de um louco desse, só pode ser do PT!!!

  40. renata
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 14:26 hs

    eu apóio…. nao só para servidores..
    quem tem filhos tira livença maternidade e quando morre algum familiar faltam.qdo meu cachorro morreu, que era um filho para mim, fui trabalhar chorando e nao rendi nada

  41. edna
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 14:27 hs

    quem tem filhos tira livença maternidade e quando morre algum familiar faltam.qdo meu cachorro morreu, que era um filho para mim

  42. roberta
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 14:29 hs

    sou a favor.
    para muitas pessoas, o animal é o unico membro da familia

  43. Daniel
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 14:38 hs

    Idiota. Mais idiota ainda é quem votou nele.

  44. Daniel
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 14:47 hs

    Não tem como um eleitor propor um projeto de lei que baixe o salário desses caras para um salário mínimo nacional ?
    Essa notícia parece um conto de fábulas, e parece também aquelas velhas piadas de hospício.
    Ano que vem tem eleições, vamos prestar atenção nesses nomes:
    CHICO DO UBERABA: disse que paga para trabalhar
    PROFESSOR GALDINO: tem parafuso solto, sem conserto.

    Vamos postar mais sobre nossos nobres vereadores.

  45. zair schuster
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 15:14 hs

    Esse cidadão caiu no ridículo. É professor formado nas coxas? Tirou o diploma por telefone? Mas, ele não é o culpado em definitivo. Os cultados são os cricas que votaram nesse vereador inútil. Pegou mal para a Câmara Municipal. E será que o Gustavo Fruet vai sancionar esta imbecilidade?

  46. zair schuster
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 15:19 hs

    Acho que a alma do imperador Caligula (*12 dC.-41 d.C) incorporou nesse cidadão. Como se sabe, Caligula nomeou senador romano o seu cavalo Incitatus. E ficou na história essa imbecilidade.

  47. joão izidoro stachinsski
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 16:58 hs

    ESSE VEREADOR É MUITO ESPERTO POIS ESTÁ LEGISLANDO EM CAUSA PROPRIA EXPLICO ELE GOSTA TANTO DOS IDIOTAS QUE VOTARAM NELE QUE QUANDO MORRER TODOS OS BURROS ELEITORES DELE CHORARÃO A PERDA DE SUA “ANTA DE ESTIMAÇÃO”ISSO É UMA PIADA E DEPOIS RECLAMAM QUE ESTÃO GANHANDO POUCO PRA FAZER ISSO DEVERIAM É ESTAR PAGANDO v.e.r.g.o.n.h.a.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*