Paraná zera dívidas até dezembro e repassa 5,9 bi aos municípios | Fábio Campana

Paraná zera dívidas até dezembro e repassa 5,9 bi aos municípios

unnamed

O secretário Mauro Ricardo Costa (Fazenda) disse nesta quarta-feira, 30, durante prestação de contas na Assembleia Legislativa, que o Estado pretende quitar as dívidas de R$ 1,3 bilhão até o final do ano. Costa disse que, até agora, com o superávit do ano, foram quitadas R$ 1,6 bilhão em dívidas de anos anteriores

“O equilíbrio financeiro que o Estado conquistou com o ajuste fiscal permitirá que o governo invista R$ 6,8 bilhões em 2016, conforme a lei orçamentária entregue na Assembleia Legislativa”, disse.

Ele relembrou a necessidade do ajuste em andamento, para evitar problemas de solvência no Paraná, como vem acontecendo com outros Estados. “Houve desgaste político, mas com a decisão do governador Beto Richa e o apoio de deputados, o Paraná hoje se destaca em relação a outras unidades da federação”, afirmou.

A equalização das alíquotas de ICMS e IPVA em dezembro de 2014 permitiu crescimento na arrecadação e também resultou em aumento de quase 20% nos repasses aos municípios.

De janeiro a setembro, o Paraná repassou aos municípios R$ 4,56 bilhões em ICMS, 14,88% mais que em igual período do ano passado. No caso do IPVA, a transferência passou dos R$ 981,80 milhões dos primeiros nove meses de 2014 para R$ 1,36 bilhão, o que representa um salto de 39%.

Juntos, os repasses de ICMS e IPVA apresentaram crescimento de 19,7% em 2015, cerca de R$ 1 bilhão, e acumulam R$ 5,93 bilhões, ante R$ 4,955 bilhões registrados em nove meses de 2014.


4 comentários

  1. Fazendário da Capital
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 20:27 hs

    Secretario Mauro, o que o senhor esta fazendo com a classe dos agentes fazendários não esta certo, estamos sem receber os 6,28% do ano passado e o senhor esta pagando promoções aos auditores fiscais que estão muito bem e sujando a SEFA e o Beto, até quando secretario nós vamos aguentar esta escravidão em cima dos fazendários. Nossa Lei é de 2002 e não recebemos nada até agora, ao contrario de Leis atuais que estão recebendo. Eu pergunto ao senhor o que da o direito de sermos ignorados, é sério secretario Mauro, nós não aguentamos mais esta pressão, tem muito colega passando necessidade e doente pelo tratamento que vem recebendo da SEFA, SEAP e PGE.

  2. Mais uma vez
    quarta-feira, 30 de setembro de 2015 – 23:58 hs

    E os atrasados do funcionalismo???

  3. COMANDO
    quinta-feira, 1 de outubro de 2015 – 10:08 hs

    As custas dos paranaenses né secretario, tá na hora de ir…

  4. quinta-feira, 1 de outubro de 2015 – 14:59 hs

    SR. GOVERNADOR BETO RICHA, OS AGENTES FAZENDÁRIOS DO PARANÁ ACREDITARAM E AINDA ACREDITAM EM SEU GOVERNO.
    O QUE NÃO PODE CONTINUAR ACONTECENTO, É O TRATAMENTO QUE A CLASSE DOS AGENTES FAZENDÁRIOS VEM RECEBENDO DO SECRETÁRIO DA FAZENDA SR. MAURO DA PGE E DA SEAP.
    ORA ESTAMOS PAGANDO UMA CONTA QUE NÃO FIZEMOS, ALGUNS AUDITORES ROUBAM OS COFRES PÚBLICOS, E AINDA CONSEGUEM PROMOSSÕES, APOSENTADORIAS TEM AUDITOR QUE ESTÁ AFASTADO A MAIS DE 12 ANOS E CONTINUAM RECEBENDO SALÁRIOS.
    E OS AGENTES FAZENDÁRIOS DO PARANÁ CLASSE QUE NUNCA SE ENVOLVEU EM MARACUTAIA E ACERTOS, VEM SOFRENDO UMA DESCRIMINAÇÃO SEM PRECEDENTE NA HISTÓRIA DO FUNCIONALISMO PÚBLICO.
    ENQUANTO TODOS OS FUNCIONÁRIOS RECEBERAM NO ANO PASSADO A INFLAÇÃO DOS 6,28 OS AGENTES FAZENDÁRIOS NÃO RECEBERAM, AGORA O GOVERNO PAGOU AS PROMOÇÕES E MAIS UMA VEZ OS AGENTES FAZENDÁRIOS FICARAM DE FORA.
    SE O SR. GOVERNADOR NÃO QUER MAIS ESTA CARREIRA ENTÃO É MELHOR ACABAR DE UMA VEZ COM ELA O QUE NÃO DA PARA ACEITAR ´, É ESTÁ DESCRIMINAÇÃO QUE ESTAMOS VIVENDO.
    OU SOMENTE É VALORIZADO NA SEFA QUEM COMETE DELITOS E ROUBA O DINHEIRO PÚBLICO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*