Papa Francisco se reúne com Fidel Castro | Fábio Campana

Papa Francisco se reúne com Fidel Castro

image
Ex-presidente de Cuba recebeu Papa João Paulo II em 1998, e Bento XVI em 2012

O Globo

RIO – O Papa Francisco se reuniu ontem com o ex-presidente cubano Fidel Castro em Havana, que governou durante quase meio século até deixar o poder em 2006, informou o porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi.

O Papa foi visitar Fidel logo depois da missa que celebrou na manhã de domingo. Os dois abordaram alguns temas da atualidade internacional. Francisco e Fidel trocaram presentes — alguns livros e CDs.

À reunião, que durou pouco menos de 40 minutos, estavam presentes a esposa de Castro, Dalia Soto del Valle, seus filhos e netos.


7 comentários

  1. BigPeter
    segunda-feira, 21 de setembro de 2015 – 8:05 hs

    Sei não! – Esse Papa, tem tudo pra ser um dos criadores da Teologia da Libertação; vide Frei Beto; Leonardo Boff, e tantos quantos outros picaretas que ganharam fama; dinheiro e cargos políticos sempre aliados à CNBB; à JUC (Juventude Universitária Católica Brasileira), e outras siglas vermelhas que sempre repudiaram o cristianismo, porém beijando a cruz de Cristo, na frente dos seus incautos seguidores.
    Além do mais, o cara é argentino…

  2. RR
    segunda-feira, 21 de setembro de 2015 – 9:19 hs

    VAI DESINFETAR AS MÃOS PAPA,ESSE TAL COMUNOVAGABUNDISMO É PERIGOSO.

  3. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 21 de setembro de 2015 – 12:34 hs

    O Coma Andante e o Papa Falante. Bela dupla.

  4. SOLANGE LOPES
    segunda-feira, 21 de setembro de 2015 – 14:04 hs

    Deve ter sido difícil ao Papa que é um homen sério, cumprimentar o maior lixo humano dos últimos mil anos. E ele sabe disso.

  5. Sergio Silvestre
    segunda-feira, 21 de setembro de 2015 – 15:04 hs

    Esse Papa é bolivariano,é o Papa dos pobres e logo vai passar por dificuldades.
    Sempre aquele que optou por ajudar os pobres,foram defenestrados ou mortos pelas irmandades obscuras
    Pense numa coisa idiota,o rico não gosta de pobre,o rico gosta do trabalho do pobre e da sua vida curta.

  6. BigPeter
    terça-feira, 22 de setembro de 2015 – 15:29 hs

    Tá certo Serjão. – Fidel Castro, um dos maiores assassinos da história; (perto dele, Hitler não passa de mero aprendiz), gosta tanto de pobre, que resolveu deixar em La Isla mágica, todas las personas muy pobres; miserables; todos morrendo de fome, nos últimos 60 anos. – Bem, isso para os que sobreviveram ao paredón.

    Vá gostar de pobre assim, lá na casa do kct…(Você e o Fidel)

  7. Sergio Silvestre
    terça-feira, 22 de setembro de 2015 – 16:08 hs

    Estão todos morrendo de fome,encara um Cubano de frente e diga isso pra ele,vai levar anos pra te concertar,apesar que eles são educados e pode só te segurar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*