Osmar não quer largar o osso | Fábio Campana

Osmar não quer
largar o osso

osmar dias foto3

A presidente Dilma Rousseff (PT) vai formalizar a saída de Manoel Dias do Ministério do Trabalho. Manoel Dias e o ex-senador Osmar Dias, vice-presidente de Agronegócio do Banco do Brasil, são os dois últimos pedetistas que ainda fazem parte da base aliada.

A bancada no Congresso Nacional já rompeu com o Planalto e o presidente Carlos Lupi prepara o lançamento de Ciro Gomes para a sucessão de Dilma em 2018. A filiação de Ciro Gomes será na próxima quarta-feira, 16, com festa e pompa em Brasília.

O irmão de Ciro, o ex-governador Cid Gomes (CE) também vai se filiar ao PDT e ficou conhecido com a frase “se não defende o governo, tem que largar o osso”.


4 comentários

  1. MANOEL BOCUDO.
    quinta-feira, 10 de setembro de 2015 – 12:47 hs

    OSMAR VC NÃO PRECISA DISSO, VC É HONRADO E HONESTO.
    SE FICAR NESSE GOVERNO SUA FICHA VAI MANCHAR DE
    CORRUPÇÃO, SAI DAI CARA, VC NÃO FAZ PARTE DESSA
    ALCATEIA OU MATILHA COMO QUEIRAM, VEM PARA O
    NOSSO ESTADO CUIDAR DA AGRICULTURA QUE DESTE RAMO
    VC MANJA, E MUITO.

  2. jose
    quinta-feira, 10 de setembro de 2015 – 15:04 hs

    isto mesmo, Manoel Bocudo, e saia do PDT, pois os irmãos castro, acabam de chegar.
    obs: irmaos gomes, dois sanguessugas.

  3. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 10 de setembro de 2015 – 15:09 hs

    Que fique a Dilma, então.
    Ciro Gomes é argola de aço, estúpido, metido, e, mesmo sabendo ler e escrever não tem cabedal para encarar a situação atual.
    Um típico coronel cearense.

  4. marli do sunako - Brejatuba
    quinta-feira, 10 de setembro de 2015 – 18:42 hs

    ESSE JÁ AFUNDOU JUNTO COM A DILMA, ESTA COM A MERDA ATÉ O PESCOÇO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*