Mil Moros | Fábio Campana

Mil Moros

Radar on-line/ Veja

O advogado de um réu importante da Lava Jato considerou “corretíssima do ponto de vista técnico” a decisão que o Supremo Tribunal Federal tomou nesta quarta, que deve tirar da alçada do juiz Sérgio Moro pedaços da investigação.

Mas ele diz que quem trabalha na defesa dos acusados deve pôr as barbas de molho. “Virou bandeira para o Ministério Público e a magistratura. Tenho visto os procuradores de Curitiba circulando pelo Brasil, conversando com os colegas. E vão surgir mais Moros por aí.”


11 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 25 de setembro de 2015 – 15:55 hs

    A Justiça não pode ter uma face. Justiça com face não é uma instituição é uma pessoa. A Justiça tem que ser impessoal. Themis é a única face da Justiça.

  2. Newton gusso
    sexta-feira, 25 de setembro de 2015 – 15:56 hs

    O país esteve sempre carente muitos motos Espero a não deixem cair a peteca. E a todos esses ladrões vão pra cadeia. E mínimo.0

  3. zangado
    sexta-feira, 25 de setembro de 2015 – 17:43 hs

    Deus brasileiro queira que seja assim !!!

    Estamos precisados !!!

    Não é possível que os cidadão/cidadãs honestas desse país sejam vilipendiados como estão sendo por governantes, políticos e empresários colocando Estados e a própria nação à beira do abismo econômico !!!

    A Justiça nacional é o último bastião em que a cidadania se escora; se ela for venal ou fraca, então, será o exercito ou as armas !!!

  4. Paulo
    sexta-feira, 25 de setembro de 2015 – 17:48 hs

    O Moro estava se achado o rei da cocada preta do pedaço, até desqualificou os colegas dizendo que agora irá acabar as investigações do Lava Jato. Pura balela deste senhor que pareceu criança que não ganho bala do pai. Está correto o Ministro da Justiça que no Brasil existem outros “Moros” e que todos são capazes de conduzir as suas investigações. Até acho que Moro está começando a queimar a cara, pois está querendo abraçar o mundo e que faz isso acaba é ficando sem nada no final. Acho que se descobrirem que ele tem um pé no ninho tucano é capaz de prejudicar todo o trabalho de investigação. Até que enfim se teve um Juiz do Supremo que pois freio neste Juiz do Paraná, tá estrelinha e começando a por os pés pelas mãos. Concordo que tem que limitar se não a coisa não chega a lugar algum.

  5. Helena
    sexta-feira, 25 de setembro de 2015 – 20:09 hs

    Se não forem petistas, os demais Juízes seguirão o bom exemplo do Juiz Sérgio Moro que está fazendo história na Justiça brasileira.

  6. justino bonifacio martins
    sábado, 26 de setembro de 2015 – 7:30 hs

    Gostaria que ” os mil Moros” atuassem firmes, com decisão, contra os sonegadores; pois a Operação Lava Jato é fichinha perto dos prejuízos causados pelos sonegadores. QUE ENTREM EM CAMPO ” OSMIL MOROS” PARA MORALIZAR!

  7. Parreiras Rodrigues
    sábado, 26 de setembro de 2015 – 11:34 hs

    No blogue do Esmael, duas dezenas de comentários – todos por apelidos, nickes e trollers, adorando a pizzaiolagem. Oba, inventei “pizzaloaigem”…

  8. PARANAENSE
    sábado, 26 de setembro de 2015 – 19:00 hs

    O Brasil espera isso.

  9. Brasileira
    sábado, 26 de setembro de 2015 – 19:52 hs

    Que apareçam milhares e que varram com a “camorra” institucionalizada no país.

  10. Ana Areta
    domingo, 27 de setembro de 2015 – 9:39 hs

    Pela entrevista do Ministro da justiça “que tem muitos juízes bons pelo Brasil” até pode ser que tenha, não igual ao Sérgio Moro! Agora Ministro da Justiça safado e falcatrua atualmente só tem um.

  11. OTIMISTA
    domingo, 27 de setembro de 2015 – 9:57 hs

    A grande esperança hoje dos brasileiros é ver esta caterva todos
    cumprindo pena e vendo o sol nascer quadrado por muito tempo.
    A lição que Sérgio Mordo e sua equipe de procuradores tem dado
    ao país não é simplesmente local e sim, nacional. Acredito piamen-
    te que neste espírito de combate à corrupção em qualquer foro
    que cair os processos terão a mesma função de justiça !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*