Fruet manda vereador do PDT entrar com projeto para reduzir salários dos vereadores de Curitiba | Fábio Campana

Fruet manda vereador do PDT entrar com projeto para reduzir salários dos vereadores de Curitiba

fruet - bernardi

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) está fazendo caso dos vereadores de Curitiba. A mando do prefeito, Jorge Bernardi (PDT) entrou com projeto de lei reduzindo os salários dos vereadores de R$ 15 mil para R$ 11,6 mil. Bernardi justifica que o salário do vereador deve ser o mesmo de um professor municipal com doutorado na mais alta escala da progressão de carreira. A proposta, se aprovada, só vale para a próxima legislatura.


14 comentários

  1. Dosel Jr.
    sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 13:35 hs

    Se este vereador é tão correto como ele diz que é, que de o primeiro passo e, independente da aprovação ou não do seu projeto de lei que mais parece um tiro no pé, mande o RH da Câmara Municipal de Curitiba diminuir o seu salário. Que sua proposta será rejeitada não tenho a menor dúvida,só resta ele dar exemplo cortando a sua própria carne.

  2. justino bonifacio martins
    sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 14:06 hs

    Discordo do Jorge Bernardi visto que tem vereador sem curso superior, sem mestrado e sem doutorado. Já que estamos no capitalismo, que defende tanto a meritocracia, que mérito tem os vereadores para ter salários melhores dos que os nossos professores. R$ 5 mil reais está de bom tamanho para o cargo de vereador.

  3. Renato Britto Barros
    sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 14:19 hs

    Aprovei a proposta do vereador Jorge Bernardi.

    Tem que baixar sim os salários do vereadores.

  4. José de Arimatéia Assis
    sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 14:32 hs

    De forma alguma, Jorge Bernardi não está a serviço do Gustavo Fruet.
    A ideia é reduzir gastos públicos num momento difícil.
    José

  5. Jonas M.
    sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 14:53 hs

    Boooaaaa… Inteligente! Educado! Retórico! pura Demagogia POPULISTA! Então pede pra diminuir imediadamente o seu próprio salário… ou no mínimo faça igual um vereador que tem doado o último aumento do salário para Escolas Municipais… etaaa Conversa pra “BOI DORMIR” ou ” INGLES VER”

  6. Jurandir
    sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 15:23 hs

    Deveria sim além de diminuir para 2 salários mínimos também deixar somente 5 vereadores para toda a cidade,daí teriam o que fazer.

  7. sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 15:24 hs

    QUERO REGISTRAR QUE FUI VEREADOR EM FOZ DO IGUAÇU nos dos de 1969. E, sabem quanto eu ganhava por mês: NADA, isto é, NENHUM CENTAVO. A Vereança era gratuita, uma forma de pessoas idealistas, ALGO INEXISTENTE HOJE EM DIA, que queriam o bem de seu Município sem visar qualquer tipo de vantagem. O País, todos os Estados e os Municípios estão quebrados, mas os Vereadores de hoje se tornaram, em sua maioria em MERCENÁRIOS, visam lucros e proventos altíssimos. Como exemplo : os Vereadores de Foz do Iguaçu ganham em torno de R$10 mil por mês, com direito a QUATRO ASSESSORES PARLAMENTARES, A MAIORIA NÃO ENTENDEM NADA DE DIREITO ADMINISTRATIVO ou mesmo de LEGISLAÇÃO, nem sequer conhecem o Regimento Interno e a LEI ORGÂNICA do Município, pois, na realidade são assessores de campo, não fazem expediente, e, ainda embolsam como SALÁRIO a pequena quantia de R$5.700,00, se não me falha a memória.Pelo que sei nenhum Vereador tem como assessor parlamentar um ADVOGADO ou qualquer outro formado para poder orientá-lo nos Projetos, Requerimentos ou Indicações.É por essas e outras mais BIZARRAS ainda que este País vive sempre endividado, pois os que podiam fazer algo para minorar o sofrimento do povo brasileiro, a cada dia que passa inventam sempre algo que venha onerar o erário público. E tem mais ainda a Câmara Municipal de Foz do Iguaçu tem ainda mais de VINTE (20) CARGOS COMISSIONADOS a disposição de Sua EXCELÊNCIA PRESIDENCIAL. Quando a Câmara devolve algum dinheiro para a Prefeitura alardeiam a todos os rincões do Município e adjacências, como se esse gesto fosse um ATO INUSITADO. Pura balela e engodo para quem não entende de como funciona um Legislativo. O Município de Foz do Iguaçu está, praticamente, QUEBRADO (FALIDO). As escolas, em sua maioria, necessitam de reparos, a Saúde pública é um CAOS. Além da falta de médicos, as UPAS tem funcionários incapacitados no tratamento das pessoas que lá aportam. Foz do Iguaçu deveria ser uma cidade modelo para todo o País, pois é a segunda mais visitada, seu parque hoteleira é de primeira qualidade. Elegemos um Prefeito que não sabe administrar, parece filhote do Lula – BOM DE BICO – mas zero de administração. O Hospital Municipal está a beira da falência, como todos os outros órgãos administrativos. O Prefeito teve a coragem de implantar uma firma de consultoria ou algo assim para ADMINISTRAR O MUNICÍPIO. Daqui uns dias, não causará surpresa alguma, para nós iguaçuenses, s houver uma licitação para preencher o cargo de PREFEITO. Pois a cadeira está sempre vazia. O povo tem que ser instruído para acabar com essas mordomias EXAGERADAS desses verdDEIROS marajás.

  8. Paulo
    sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 17:36 hs

    Quero ver diminuir o salarião do prefeito e assim baixar também o teto do funcionalismo municipal…e aí, hein?

  9. Promotor de Justiça
    sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 18:12 hs

    Salário de autoridade pública que tem que ser reduzido é de juiz, com suas regalias, penduricalhos e auxílio-moradia. O resto é demagogia

  10. antonio carlos
    sexta-feira, 11 de setembro de 2015 – 21:51 hs

    O Guga está certo, antes dele já começar a perder o mandato este ano mesmo, apela para a demagogia mais rasteira possível. O que me escandaliza é como um vereador macaco velho como este, se prestou a fazer uma baixeza como esta. Estas propostas de redução de salário de vereadores e prefeitos não passam de pura demagogia, porque o que eles perderem numa ponta, com certeza vão recuperar em outra.

  11. PEDRO
    sábado, 12 de setembro de 2015 – 8:59 hs

    E por que nao aproveitou e nesse projeto para baixar tambem o salário do Prefeito, da VICE de falta expediente para ir fazer passeata em pro a corrupção , de seus secretários e terminar com os CARGOS COMISSIONADOS mas conhecido por cabide de emprego.

  12. Alguém Revoltado
    sábado, 12 de setembro de 2015 – 9:04 hs

    Só o salário dos vereadores???? Tinha que diminuir e tirar um monte de outras coisa tb, como esse bando de comissionados, todas as benesses dos altos cargos e do alto escalão… e por aí vai.

  13. Carlos Bahia
    sábado, 12 de setembro de 2015 – 10:13 hs

    Demagogia do ilustre vereador Jorge Bernardi, ao propor redução dos salários de vereadores. Justamente ele fez da política uma profissão, quando o mandato deveria ser uma atividade politica renovável, com pessoas de diferentes comunidades e ideologias. Justamente ele, que tem seus parentes empregados em cargos comissionados e gratificados com alto salários na prefeitura.
    Porque então, não propor a redução de 50% do repasse financeiro da prefeitura para a câmara? Isto sim, seria honesto e, exemplar para todas esfera de governo.

  14. Renato Glotter
    sábado, 12 de setembro de 2015 – 10:56 hs

    Tem alguma coisa errada neste texto. O Bernardi é da ala rebelde, não seria “mandado” pelo Prefeito. Creio que

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*