Empresas brasileiras migram para o Paraguai | Fábio Campana

Empresas brasileiras migram para o Paraguai

Assuncao-photo1419-5

Que tal produzir num país que oferece isenção fiscal para importação de bens de capital, elimina imposto de renda e estabelece taxação única de 1% sobre o faturamento? Ora, pois, esse país fica ao lado, é o Paraguai, para onde estão migrando empresas brasileiras que fogem da crise, dos tributos, da corrupção e do PT.Em 2014, 42 empresas fizeram isso. E se deram bem. No Paraguai, a energia é 65% mais barata e os encargos trabalhistas são bem menores. A mão de obra, com encargos menores e sem burcracia, é 30% mais barata que no Brasil. A carga tributária total chega ao máximo de 16,4%, segundo a OCDE, o bloco das economias avançadas. No Brasil, o fardo é de 35,7%, e na Argentina, de 31,2%.


2 comentários

  1. Nelson
    segunda-feira, 14 de setembro de 2015 – 0:20 hs

    Me parece precipitado colocar louros na iniciativa de empresas migrarem suas operações para o país vizinho. O Paraguai, a exemplo da China, opera com regulamentados tão leves que beiram o dumping social. Com esse movimento de precarização das relações trabalhistas e tributárias fica muito simples atrair empresas sob a pura lógica capitalista. Também me parece estranho oferecer esses mesmos louros a uma economia que foi completamente destruída pela isenção total de imposto de importação (sejam bens de capital ou não) causando a total destruição da indústria nacional paraguaia. Receber empresas brasileiras, que obviamente não venderam seu produto internamente em função dos importados para surfar via certificado de origem não merece qualquer elogio. Por fim seria interessante se manter alerta, pois 40 e tantas empresas transferirem suas atividades para o Paraguai é um número acanhado e se você conseguir acompanhar vai ver que muitas delas sentiram de forma significativa o peso da insegurança institucional causada pelo elevado nível de corrupção no país. Não é uma crítica mas a matéria me parece propositadamente míope.

  2. Guarnieri Santi
    segunda-feira, 14 de setembro de 2015 – 14:53 hs

    Não consegui entender, Nelson. Quando você menciona a insegurança institucional causada pelo elevado nível de corrupção, é ao Brasil ou ao Paraguai a que voce se refere?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*