Em dezembro, Dilma sobe impostos sobre eletrônicos | Fábio Campana

Em dezembro, Dilma sobe impostos sobre eletrônicos

índice
O governo Dilma Rousseff quer aumentar a arrecadação em tudo que for possível. Depois de dez anos de isenção, os computadores, smartphones, notebooks, tablets, modens e roteadores passarão a pagar alíquota cheia de PIS e Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) a partir de dezembro deste ano.

A decisão foi publicada na Medida Provisória 690, em edição extraordinária do “Diário Oficial da União” desta segunda-feira (31). Assim, o governo acaba com o benefício que estava no Programa de Inclusão Digital, existente desde 2005.


5 comentários

  1. clarice franze
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 11:24 hs

    SE ELA DURAR ATÉ LÁ.

    É SO O POVO BRASILEIRO VOLTAR A AMAR O BRASIL, E ELA ESTARÁ FORA.

    SCORDA BRASIL.

  2. COMANDO
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 12:52 hs

    Palavra de ordem…

    F O R A

  3. Observador
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 14:19 hs

    Sabem o por que da presidenta estar forçando um sorriso? É pelo fato de que nem ela acredita no que fala então, a pedido do seu” marketeiro”, devia abrir um sorriso aos fotógrafos, como não tinha graça, forçou a barra como dá para ver na foto.É o que a ainda resta desta mulherzinha…..

  4. Andressa
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 20:36 hs

    Quando eu vi o preço em dólar de um componente de computador…que tristeza. Nos Eua é 125 dólares e aqui é 800,00 reais. Nós pagamos muitos impostos para eles quererem criar mais, é só roubar menos que o dinheiro sobra.

  5. QUESTIONADOR
    quinta-feira, 3 de setembro de 2015 – 14:53 hs

    -Acabar com as isenções de produtos anteriormente concedidas não irá aumentar a arrecadação tributária e sim desmotivar o setor, gerando desemprego e queda na arrecadação.
    -O Governo Federal insiste em trilhar o caminho inverso ao pedido pelos empresários, e de forma mais ampla, pela população.
    -Menos governo, menos impostos, garantia de mais empregos e aquecimento da economia!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*