Dilma diz que 'não gosta da CPMF' e prega união para solucionar déficit | Fábio Campana

Dilma diz que ‘não gosta da CPMF’ e prega união para solucionar déficit

Foto: Wilson Dia/ Agência Brasil dilma - WD - agencia brasil

d’O Globo

BRASÍLIA – A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira que não gosta da CPMF, mas que não afasta a possibilidade de o governo precisar de novas fontes de Receita. Segundo ela, quando houver condições e maturação para que o governo mande um adendo com mais informações sobre o Orçamento, isso será feito.

Em entrevista após evento de medalhistas do ensino técnico, Dilma fez um desagravo ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, dizendo que ele não está nem desgastado, nem isolado. E comparou o governo a uma família, instituição que, segundo ela, nem sempre concorda, mas senta para debater os problemas. Ela afirmou que o governo não fugirá da responsabilidade de resolver o déficit, mas pediu união de todos para buscar uma solução.

— Nós não fugiremos às nossas responsabilidades de propor a solução ao problema. O que nós queremos, porque vivemos num país democrático, é construir essa alternativa, não transferindo a responsabilidade de ninguém porque ela sempre será nossa. Quando acharmos que a discussão maturou, que existem as condições para fazer isso, nós iremos mandar mais elementos para o Congresso — disse.

Sem querer descartar a necessidade de criação de um novo imposto, Dilma disse que, se for preciso, o governo enviará ao Congresso uma proposta.

— Eu não estou afastando, nem acrescentando nada. Eu não gosto da CPMF. Acho que a CPMF tem suas complicações. Mas não estou afastando a necessidade de fontes de receita, não estou afastando nenhuma fonte de receita, quero deixar isso claro para depois, se houver a hipótese de a gente enviar essa fonte, nós enviaremos — disse, sem querer detalhar quais seriam as possibilidades de novas fontes de receita.

A presidente avaliou que o governo não está errado quanto ao tamanho real do déficit nas contas públicas, ao enviar na última segunda uma proposta de Orçamento para 2016 com um déficit de R$ 30,5 bilhões nas contas. No dia seguinte, parlamentares identificaram que o rombo pode ser de R$ 70 bilhões, mais do que o dobro. Dilma reconheceu, no entanto, que “todo déficit é ruim”, embora afirme discordar da palavra usada por Levy para definir o rombo, como sendo “desastroso.

— Do nosso ponto de vista, nós não achamos que estamos errados. Nós achamos que o déficit é R$ 30 bilhões. O déficit é ruim. Eu não vou concordar com o desastroso, mas todo déficit é ruim. Se a gente achasse o déficit bom, nós iríamos abraçá-lo, nós não abraçamos o déficit, nós queremos resolver o problema do déficit. Nós vamos buscar medidas para resolver o déficit. Vocês podem ter certeza que essa é uma forma correta de condução, porque qualquer tentativa de fazer diferente, provocaria muito mais problema.

Mais de uma vez, ao longo da entrevista de quase meia hora, Dilma pregou a união para que governo e Congresso encontrem a resposta para resolver o rombo nas contas. Segundo ela, a responsabilidade é de todos.

— Tem um problema, é esse, ele está claro. E fica claro também a responsabilidade de todo mundo. É impossível nesta situação que o país passa inventar despesa.Nós, em situação normal, com o país crescendo a taxas elevadas, tem alguns processos que foram vetados, que nós não daríamos conta, o país não dava conta. Muito menos quando tem um déficit, nós não damos conta — disse.


18 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 17:11 hs

    A lógica tortuosa de madama presidenta é espantosa. No futuro, os historiadores terão enorme dificuldade em interpretar suas declarações. Ela e Maduro fazem um páreo duro.

  2. Man'e
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 17:16 hs

    AUMENTAR SEMPRE…CORTAR NUNCA !!!
    VOCE QUER QUEBRAR UMA EMPRESA ???CONTRATE UM SINDICALISTA !!!
    FOZ DO IGUACU TEM 300 MIL HABITANTES ..SABE QUANTO CADASTRADOS NO SUS ??? SOMENTE 800 MIL !!!
    QUANTOS FUNCIONARIOS PUBLICOS DE PREFEITURAS ESTAO INSCRITOS NO BOLSA FAMILIA ???
    QUANTO PAGAMDE FATO AS PRESTACOES DO MINHA CASA..SUA DIVIDA ???

  3. Man'e
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 17:16 hs

    ESQUECI DO PROGRAMA BALADA SEM FRONTEIRAS !!!

  4. Freddy Kruger
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 17:32 hs

    Que tal começar pelo cortes nos gastos dos cartões corporativos, na extinção de vários Ministérios, no corte de auxílios tipo “bolsa burguesia” para o Judiciário e Legislativo, no término dos desvios efetuados pelos corruptos. Talvez não dê, né ! O PT criou a cultura política neste País do toma lá da cá, troca cargos, benesses e propinas, por apoio político. É PresiDANTA, você está andando no fio da navalha ! Você não quiz ser reeleita e dirigir os destinos da nação ? Está aí sua grande oportunidade. Só não pode ajoelhar e dizer ” afasta de mim este cálice ” . Agora é tarde. o Mandato, por enquanto, ainda é seu. Mas também não sei se tem condições de exercê-lo e até quando ? Sinuca de bico !

  5. J&P
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 17:34 hs

    Prega união??? Mas não era o “nós contra eles”?

  6. leandro
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 18:27 hs

    A Dilma senta para conversar?
    Depois que aquele vaca que iria tossir já foi para o brejo, a presidente

  7. nevair padovim
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 18:27 hs

    Incompetente. Só sabe aumentar impostos para cobrir “rombo”. Porque não acaba com pelo menos 20 ministérios, recolha os cartões corporativos do primeiro e segundo escalão e faça uma acirrada campanha de economia de energia elétrica, água, telefone, papéis, etc, no palácio e demais órgãos do governo. Fique um ano sem voar a troco de nada pelo país e no exterior. Faça o dever de casa, porra. Saco cheio dessa incompetência.

  8. leandro
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 18:33 hs

    A Dilma senta para conversar?
    Agora que a vaca já foi para o brejo com terneiro e tudo ela tem a coragem de dizer que precisa da união de todos.
    Lembram quando dizem que “caga e senta em cima”, é isso a maneira que todos que colocaram o Brasil nesta situação fizeram, cagaram e sentaram em cima” e agora pedem agora pedem o apoio de todos.

  9. PALMENSE
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 18:41 hs

    Na hora de gastarem a rodo o dinheiro do povo, nem pedem opinião à população, fazem a maior farra. Saqueiam as instituições públicas ( CEF, BB, Petrobras, Eletrobrás, BNDES, etc, etc….), apadrinham em cargos públicos militantes de partidos, políticos decadentes que não se reelegeram, comparsas, membros de sindicatos, MST, entre outros. Tudo com o dinheiro de nossos impostos. Fazem banquetes e gastanças com cartões corporativos, os quais ninguém controla. Financiam governos comunistas, com dinheiro do BNDES, com juros subsidiados, enquanto o cidadão e empresários pagam juros de mercado. Agora essa vaca, digo, nossa presidente vem pedir união de todos. Vá pra PQP !!!!!!

  10. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 19:00 hs

    Até ontem, era “nós contra eles”, “ganhem as eleições”, etéque, etéque…

  11. antonio carlos
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 19:13 hs

    Puxa vida, a Mulher Sapiens é daquele tempo em que “a família se senta para debater os problemas “, isto é coisa que ficou lá no passado. Não sou contra este tipo de “reunião”, mas elas dificilmente levam a alguma coisa. E vir com esta estória de que é “contra a CPMF”, quando foi ela que propôs a recriação do monstro, é ser cara dura demais.

  12. Ex-Funcionário
    quarta-feira, 2 de setembro de 2015 – 19:40 hs

    Alguém me informa quem anda pagando a reforma… da presideanta???

  13. PIMENTA PURA
    quinta-feira, 3 de setembro de 2015 – 4:14 hs

    Não gosta da CPMF mas edita, perdeu o controle nos gastos e
    pede união para pagar a conta… governo incompetente e ladrão !!!

  14. Claudia Mondial
    quinta-feira, 3 de setembro de 2015 – 7:46 hs

    Nossa presidentA já pode tentar uma vaga de atriz em novela ou então programa humorístico na tv. Ora pois, quando foi para passarem a mão grande no dinheiro não pediram ajuda, agora que se chegou ao fundo do poço querem união de todos. O mais ridículo disso tudo é que não vêem os gastos exorbitantes e desnecessários do governo, mas ficam tentando arrochar ainda mais o povo brasileiro.

  15. Juca
    quinta-feira, 3 de setembro de 2015 – 8:09 hs

    Será que ela falou de improviso: Não tem um vídeo aí?

  16. AMARAHAL
    quinta-feira, 3 de setembro de 2015 – 10:09 hs

    Será que todos os dias o cidadão de bem tem que aguentar as pérolas televisivas destA…………….!!!!!!!!!!!!!!!!
    Vamos desligar nossos aparelhos de TV, sómente assim não ficaremos irados com essA carA…………..!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  17. Simões
    quinta-feira, 3 de setembro de 2015 – 10:57 hs

    Esta Anta está rindo de quê? Deve ser da cara dos brasileiros que estão para lá de f_d_d_s, com a sua incompetência.

  18. Strapasson
    quinta-feira, 3 de setembro de 2015 – 12:33 hs

    Ri do que, esta medonha? Só pode ser de nós. Ridícula.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*