Beto baixa imposto. PT quer a volta da CPMF, diz Traiano | Fábio Campana

Beto baixa imposto.
PT quer a volta da CPMF, diz Traiano

unnamed

“As diferenças entre o governo do PT e o governo do Paraná ficaram ainda mais claras hoje”, disse o presidente do PSDB, deputado Ademar Traiano, ao comentar o anúncio do pacote de medidas anticrise, divulgado hoje pelo governador Beto Richa. “Enquanto o governo Dilma tenta ressuscitar a CPMF, o governo do Paraná anuncia a redução de impostos, criação de um fundo de combate à pobreza; apoio as pequenas empresas; mais crédito para o setor privado; a manutenção de incentivos fiscais as empresas e a antecipação do décimo-terceiro dos servidores,” enfatizou o presidente do PSDB.

Traiano destacou nas medidas anunciadas a redução do Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) que, a partir de agora, terá ônus menor para quem tem menos. “Muitas vezes a dor da perda de um ente querido é agravada por um problema financeiro criado por tributos decorrentes do legado. A partir de agora 55% dos contribuintes estarão isentos desse imposto e outros 40% terão redução. Apenas 5% (acima de R$ 300 mil) terão aumento, a partir desse valor”.

Traiano destacou que, em um momento em que o governo federal anuncia a redução ou o encerramento de programas sociais, o governo do Paraná cria o Fundo de Combate à Pobreza que, sem aumentar impostos, vai aplicar R$ 400 milhões por ano em ações de moradia popular, redução de desigualdades, proteção de direitos e qualificação profissional.

O presidente do PSDB enfatizou a importância, em um momento de crise, das linhas de crédito de R$ 5,5 bilhões para financiar a iniciativa privada. Com recursos da Fomento Paraná e do BRDE. Também é importante a manutenção de todos os incentivos fiscais concedidos ao setor privado e a exclusividade de compras governamentais de até R$ 80 mil para pequenas e microempresas.

“Também é muito importante destacar”, disse Traiano, “que enquanto o Rio Grande do Sul e mais 6 Estados estão sem condições de honrar sua folha de pagamentos o Paraná anuncia a antecipação do pagamento do décimo-terceiro salário para os servidores de 21/12 para 10/12”.


8 comentários

  1. jk
    quinta-feira, 3 de setembro de 2015 – 23:36 hs

    Essa conversa mole para boi dormir, so pode ser piada, kkk

  2. quinta-feira, 3 de setembro de 2015 – 23:43 hs

    esse traiano esta mais para TRAIRA,só se o IPVA dos autos dele e de seus familiares tiveram redução de aliquota,e os 90 mil itens que ja nao pagavamos imposto a masi de uma decada e essa assembleia após a victoria do Beto com um so TRATORAÇO nos roubou.UMA DAS GRANDES ATITUDES DE UM GOVERNO FOI IMPLANTAR UM IMPOSTO QUE RICOS E POBRES PAGAM,pois esses imposto que hoje estao sendo cobrados so os assalariados pagam 100%,pois os grandes fortunas e os afortunados nao pagam mesmo.
    O PROXIMO PRESIDENTE DA REPUBLICA QUE DEVERA SER DO PSDB COM CERTEZA IRA IMPLANTAR ESSE IMPOSTO EXELENTE PRA TODOS BRASILEIROS,PRINCIPALMENTE NOS POBRES!!!!!!

  3. Triste Londrina
    sexta-feira, 4 de setembro de 2015 – 8:09 hs

    Pô, menos né, Fábio….o cara esfolou a gente no IPVA….

  4. Marcos
    sexta-feira, 4 de setembro de 2015 – 8:23 hs

    O beto baixa imposto é em cima de nós, isso que o trarairano quer dizer né!!!

  5. JOHAN
    sexta-feira, 4 de setembro de 2015 – 9:52 hs

    Caro FÁBIO, após a manifestação do Dep. ADEMAR TRAIANO, elogiando o GOVERNADOR BETO, quanto as ações que ESTARÃO sendo patrocinadas para a recuperação da economia estadual e da sociedade paranaense, desejo colocar que ambos estão se apoiando em premissas falsas, pois é muito cedo qualquer auto aclamação, pois estamos dentro de um transatlântico chamado BRASIL, sem rumo e sem comando. Por outro lado, de onde vem a garantia de toda essa animação, DO AGRONEGÓCIO, o suporte aos agricultores como crédito AGORA, suficiente, está lento, e aliado a essa situação, temos a INSEGURANÇA no campo, onde após as inúmeras instituições de pesquisas invadidas, depredadas, tendo as pesquisas sido deterioradas, neste momento,a agricultura paranaense é REFÉM novamente dos aloprados, que invadiram a FAZENDA CAPÃO DO CIPÓ em CASTRO. Unidade de pesquisa geradora de informações e tecnologias de alta produtividade para os leiteiros e com enorme número de pesquisas para os agricultores. Essa unidade foi invadida e está com suas atividades paralisadas. Como todos sabem, a agricultura tem seus tempos e não espera a solução de governantes fracos. GOVERNADOR retire os invasores JÁ, sob condição de assumir todas as responsabilidades que nós agricultores iremos lhe cobrar lá na frente, como as professoras. Vale lembrar a outra unidade de pesquisa também invadida no norte do estado. É o fim da picada, o único segmento que sustenta essa nação, sendo invadidas pelos aloprados para fazerem assentamentos. Depois disso eles vão querer O QUE? Atenção sociedade, o GOVERNADOR BETO está a frente das invasões. . Atenciosamente.

  6. Observador
    sexta-feira, 4 de setembro de 2015 – 12:26 hs

    A quem querem enganar? Demagogos, criticam o PT por medidas populistas, mas agem de igual forma. Eu estou pagando mais pelo Ipva, produtos de consumo não supérfluos, tarifas de água e esgoto, tarifas de energia, ITCMD, ICMS, etc., etc., e vem este senhor me dizer que estão proporcionando reduções de impostos. Lembrando: sou aposentado, vendo a cada dia meu benefício comprar menos.

  7. Anibal Curi
    sexta-feira, 4 de setembro de 2015 – 13:48 hs

    Traiano,Ah!Traiano,nos poupe …

  8. batista
    sexta-feira, 4 de setembro de 2015 – 15:42 hs

    com e esta e a piada do ano kkkkkkkkkkkkkkk

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*