Saques da poupança em julho superam depósitos em R$ 2,4 bilhões, diz BC | Fábio Campana

Saques da poupança em julho superam depósitos em R$ 2,4 bilhões, diz BC

O Banco Central informou que, em julho, os brasileiros retiraram da poupança R$ 2,453 bilhões a mais do que depositaram. Foi o pior resultado para o mês desde o início da série histórica do BC, em 1995, e o sétimo resultado negativo consecutivo da poupança este ano. No acumulado do ano, a captação da aplicação está negativa em R$ 40,9 bilhões.

Em julho, os saques na poupança somaram R$ 169,9 bilhões, superando os depósitos, que alcançaram R$ 167,4 bilhões. O valor total nas contas dos poupadores chegou a R$ 648,24 bilhões. O volume dos rendimentos creditados nas cadernetas dos investidores registrou R$ 4,138 bilhões.

Vários fatores têm contribuído para a fuga de recursos da poupança em 2015. Em primeiro lugar, a alta da Selic (taxa básica de juros da economia) – atualmente em 14,25% ao ano – tornou a poupança menos atraente que outras aplicações.

A alta da inflação também contribuiu para a perda de atratividade da poupança. Nos últimos 12 meses, a caderneta rendeu 7,53%, equivalente à Taxa Referencial mais 6,17% ao ano. A inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, no entanto, está em 8,89%, puxada pela alta de preços administrados, como combustíveis e energia. O aumento dos preços e do endividamento dos consumidores também diminui a sobra de recursos a ser aplicada na caderneta.


Um comentário

  1. MANOEL BOCUDO
    sábado, 8 de agosto de 2015 – 9:10 hs

    O DESEMPREGADO TINHA UM PÉ DE MEIA GUARDADO, AGORA
    TEM QUE SE ALIMENTAR, PAGAR A ENERGIA ELÉTRICA,
    ALUGUEL E PLANO DE SAÚDE. SÓ O GOVERNO QUE NÃO
    ENXERGA A SITUAÇÃO DO TRABALHADOR E PAI DE FAMÍLIA,
    IMPOSTOS E COMBUSTÍVEIS, NEM VOU COMENTAR.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*