Pixuleco II obriga Dilma a "abortar" entrega de Itaipu para marido de Gleisi Hoffmann | Fábio Campana

Pixuleco II obriga Dilma
a “abortar” entrega de Itaipu para marido de Gleisi Hoffmann

unnamed

Seria a glória do par petista mais famoso do Brasil. Tomar Itaipu para recomeçar a operação política do PT e oposições no estado era o grande sonho da dupla. Qual o que. Tudo vai mal e dá errado na vida do outrora “casal 20” da Esplanada dos Ministérios – a senadora Gleisi Helena Hoffmann (PT) e o ex-ministro Paulo Bernardo da Silva, do PT. Em um dia a senadora petista teve seu nome envolvido na Operação Pixuleco II, décima oitava fase da Operação Lava-Jato, no outro viu o marido perder o emprego mais cobiçado da República, a direção-geral da Itaipu Binacional.

Salário em dólar, mordomias incríveis e possibilidades infinitas. Itaipu não é fiscalizada pelo Tribunal de Contas da União, é uma empresa binacional, tem regime próprio, nem o juiz Sérgio Moro pode por o bedelho na área. Bom repetir. Diante dos devastadores efeitos colaterais da Lava-Jato, a presidente Dilma Rousseff suspendeu a nomeação do ex-ministro para a direção-geral brasileira da binacional Itaipu.

De acordo com assessores presidenciais, a nomeação estava pronta na Casa Civil desde a semana passada, faltando apenas ser publicada, mas Dilma mandou segurar a indicação após o ex-ministro ter o nome citado na Pixuleco II, no rastro de um esquema de corrupção investigado no Ministério do Planejamento.

Auxiliares de Dilma já comunicaram ministros e dirigentes petistas sobre a decisão, já que a presidente quer esperar os desdobramentos das investigações da Lava-Jato antes de confirmar o petista à frente de Itaipu.

Paulo Bernardo foi ministro do Planejamento do governo Lula e ocupou a pasta das Comunicações no primeiro governo Dilma. Ele é casado com a senadora e ex-ministra da Casa Civil, também investigada na Lava-Jato sob a acusação de ter recebido R$ 1 milhão do esquema de corrupção que ficou conhecido como Petrolão.

Na última segunda-feira (24), o juiz federal Sergio Fernando Moro enviou despacho ao Supremo Tribunal Federal afirmando que as investigações da Lava-Jato identificaram “indícios de que a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) seria beneficiária de valores de possível natureza criminosa”, recebendo “pagamentos sem causa”.

De acordo com o documento, Gleisi teria se beneficiado do chamado “Fundo Consist”, empresa que teria atuado no desvio de recursos a partir de empréstimos consignados no âmbito do Ministério do Planejamento, à época comandado por Paulo Bernardo.


9 comentários

  1. FUI !!!
    domingo, 30 de agosto de 2015 – 7:41 hs

    Para o casal que está enfiado até no nariz no mar de “mer..” a
    nomeação para um cargo como este seria a redenção, porem a
    imbecil da Dilma viu que a nomeção do Bernardo seria apertar o
    gatilho contra a sua cabeça. Deu no que deu…

  2. leandro
    domingo, 30 de agosto de 2015 – 9:22 hs

    E agora o Jorge Samek fica ou pede para sair? O bom Samek levou uma punhalada nas costas, mas como é um cara leal às suas raízes com certeza dirá nada a ver, continuo um homem de partido e não partido com a possibilidade de ser “saído” de Itaipu.

  3. henry
    domingo, 30 de agosto de 2015 – 9:41 hs

    O PRÊMIO QUE O MARIDO DA “falsa barbie” VAI TER, É A POSSIBILIDADE DE UMA CANA JUNTO AO EX dePUTAdo vereador, O TAL andré ILÁRIO vargas.

  4. M.E.J.
    domingo, 30 de agosto de 2015 – 10:04 hs

    Não tive chance de me defender, diz a Gleisinha.

    Deve ter CABULADO muitas aulas na Faculdade,
    Caso contrário, a loira saberia que o Dr. Sérgio Moro, cumprindo o mandamento constitucional, PEDIU para o STF INVESTIGAR a Senadora.

    O “PROCESSO” nem foi iniciado, só então, depois de cumpridas as formalidades, ela será chamada para apresentar sua Defesa.

    Quer se fazer de vítima.

  5. Artur
    domingo, 30 de agosto de 2015 – 10:29 hs

    PARA REFRESCAR A MEMÓRIA, QUEM NÃO LEMBRA DAS MALAS DE DINHEIRO NA CAMPANHA DO PT EM LONDRINA, DE ORIGEM ESCUSAS, ABASTECIDAS POR PAULO BERNARDO E ANDRE VARGAS E DENUNCIADO PELA “CUMPANHERA’ TESOUREIRA DO COMITÊ DE CAMPANHA TRAÍDA EM SEU AFERE AMOROSO? QUEM NÃO LEMBRA DA ASSERTIVA DO REQUIÃO COM RELAÇÃO A PERCENTAGEM DE RECURSOS PEDIDO POR PB PARA LIBERAR DINHEIRO PARA A FERROESTE E QUE DESENCADEOU UM PROCESSO DE PB CONTRA REQUIÃO?

  6. domingo, 30 de agosto de 2015 – 14:50 hs

    Se existe ainda algum político do PT sem nódoas, esse chama-se JORGE MIGUEL SAMEK, atual Diretor da ITAIPU BINACIONAL. Tirá-lo seria um tiro no pé. O casal Bonnie & Clide não merecem tal indicação. Como pode Senadora e ex-Ministro dos governos Lula e Dilma caírem tanto em desgraça? O Poder faz com que as pessoas se julguem IMORTAIS. Daí praticam atos considerados IMPROBOS e caem na DESGRAÇA.

  7. sherlok holmes
    domingo, 30 de agosto de 2015 – 20:26 hs

    Para quem não sabe
    Se abrir a caixa preta da Itaipu
    O bicho vai pegar
    Financiamento a campanha do PT;
    Candidatos de quinta categoria receberam muita grana,
    Muito dinheiro pra imprensa corrupta
    Sobra de outras coisas, inimaginaveis
    É mole, ou quer mais.
    Se abrir a caixa preta, é mais um grande escândalo do PT
    Que pensa que por não ser fiscalizado nunca vai aparecer a roubalheira, abra o olho, reage Brasil.

  8. sgto tainha
    segunda-feira, 31 de agosto de 2015 – 10:30 hs

    issso seria o FIM! O fim do Parana…. Com as invasoes de Maduro e outros Pixus….. sei Nao! Pare a besta fera Dilmá. Parou???

  9. sgto tainha
    segunda-feira, 31 de agosto de 2015 – 10:30 hs

    issso seria o FIM! O fim do Parana…. Com as invasoes de Maduro e outros Pixus….. sei Nao! Pare a besta fera Dilmá. Parou??? repetido nao..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*