Polícia Federal fez buscas no escritório do advogado de Gleisi Hoffmann | Fábio Campana

Polícia Federal fez buscas no escritório do advogado
de Gleisi Hoffmann

unnamed

A Polícia Federal faz buscas na manhã desta quinta-feira, 13, no escritório de advocacia Guilherme Gonçalves & Sacha Reck que teria recebido R$ 4,64 milhões entre setembro de 2010 e janeiro de 2013 da Consist Software, R$ 1,2 milhão entre fevereiro de 2013 e janeiro de 2014 da SWR Informática, e R$ 423,2 mil entre janeiro de 2012 e abril de 2012 da Consist Business, em todos os casos, a título de ‘honorários advocatícios’. As informações são do Estadão.

Segundo a PF, a banca ‘é ligada ao PT, presta serviços ao PT’. O escritório teria ‘relações próximas’ com a senadora Gleisi Hoffmann (PT/PR) e com o ex-ministro Paulo Bernardo (Comunicações/Governo Dilma Rousseff) e atuou na campanha de Gleisi. O novo esquema gira em torno de empréstimos consignados no Ministério do Planejamento, a partir do acesso de dados relativos a mais de 2 milhões de servidores públicos federais. A organização comandada pelo operador de propinas Alexandre Romano, preso nesta quinta, 13, ‘auferia remuneração decorrente desses serviços’

A PF informou que são quatro os escritórios de advocacia alvo da Pixuleco II, a 18.ª fase da Lava Jato, dois deles situado em Curitiba, supostamente envolvidos no novo esquema descoberto pelas investigações – fraudes com valores de empréstimos consignados no âmbito do Ministério do Planejamento, do qual Paulo Bernardo foi titular entre março de 2005 e janeiro de 2011 (governo Lula).

A PF não atribui a Gleisi e a Paulo Bernardo envolvimento na Pixuleco II. Gleisi é alvo de investigação da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República porque, segundo delatores, teria recebido R$ 1 milhão na campanha de 2010. O esquema descoberto pela Pixuleco II teria sido montado em 2010 e predominou até julho de 2015, segundo rastreamento de pagamentos de propinas inclusive para a viúva do ex-secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento.

O esquema beneficiava o ex-secretário de Recursos Humanos do Planejamento, na gestão de Paulo Bernardo, Duvanier Paiva Ferreira, morto em 2013. O escritório ‘ligado ao PT’ atua na área administrativa, bancária e financeira, consumidor e contratos comerciais, além de empresarial penal, fusões societário e telecomunicações.

Segundo a PF, recentemente houve desmembramento da sociedade de advogados, mas os escritórios desmembrados continuaram a funcionar no mesmo prédio. Um dos desmembrados, o escritório de advocacia Gonçalves, Razuk, Lemos & Gabardo Advogados ainda teria recebido R$ 957,2 mil entre maio de 2014 a março de 2015 da Consist Business Software a título de ‘honorários advocatícios’.

Sobre os pagamentos efetuados aos escritórios de advocacia, a PF afirma que, ‘em pesquisa em fontes abertas, não logrou encontrar causas das empresas’ que os contrataram. O escritório Guilherme Gonçalves não retornou contato da reportagem.


14 comentários

  1. MANOEL BOCUDO.
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 13:11 hs

    tá chegando perto, cuidado barby

  2. Kátia Flávia
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 13:28 hs

    Cadê o Paulo ?

  3. Carlinhos
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 13:29 hs

    Do Ratinho jr também.

  4. ferreira
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 13:37 hs

    O biministro ptista terá muito que explicar na sua atuação no Planejamento e até o colega de sua cumpanhera poderá ser testemunha de acusação naquela conversa sobre ferrovia superfaturada, e também, quando ministrou a Teleomunicações, aí também deve ter e$quema !

  5. juventino clemente.
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 13:54 hs

    ADVOGADOS QUE FICARAM RAPIDINHO RICOS COM O PT

    ADVOGADO QUE RECEBEU DINHEIRO SUJO DE CAMPO MOURAO

    GAECO NELES

  6. jader rocha
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 14:04 hs

    e agora Gleisi, e agora Paulo Bernardo,, e agora como fica ptzada.

    Enio Verri sua hora vai chegar.

  7. Falido e mau pago
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 14:26 hs

    Pode ser que cheguem em mais políticos, além dos do PT. Tem ratazana no pedaço e empresários do transporte que são clientes do nobre Douto!

  8. Francisco Melo
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 14:47 hs

    POR ACASO ALGUEM PODE INFORMAR SE É PARENTE DA MIRIAM GONÇALVES DO PT?

  9. taderu rocha
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 14:55 hs

    ….. AINDA ELA QUER SER CANDIDATA A PREFEITURA DE CURITIBA, PT E PMDB É UMA COISA SÓ, CHEGA DE TUDO ISSO QUE NÓS ESTAMOS VENDO, OU MELHOR ESSA VERGONHA, POUCAS PESSOAS FALAM AINDA NOSSO PREFEITO GUSTAVO, VAMOS LÁ,…. UM POLÍTICO SEM MANCHA UM POLÍTICO HONESTO ETC. É ISSO QUE NÓS BRASILEIRO DAQUI PARA FRENTE, TEMOS QUE FAZER ISSO ESCOLHER ESCOLHER ,CHEGA DESSA ROUBALHEIRA. ACABOU COLOCAMOS UM PONTO FINAL NAS PROXIMAS ELEIÇÕES. PT PMDB NUNCA MAIS………..

  10. O BOM
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 15:06 hs

    A BARBY VAI DESFILAR COM SEU NARIZINHO EMPINADO LA EM PIRAQUARA, AS MOÇAS DE LÁ VÃO FAZER TUDO QUE É DE BOM, CUIDADO BARBY.

  11. Carlos Cesar
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 15:07 hs

    Caro Fábio Campana, Gleisi e Paulo Bernardo estão envolvidos em corrupção até ao pescoço. Só tem um porém: Eles são bandidos profissionais, por isso, será difícil provar algo contra eles. A Gleisi na Casa Civil roubou muitooooooooooooooooooooooo….

  12. Rafael Gomes
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 16:26 hs

    Advogado do PT ou fica rico meteoricamente ou vira Ministro do Supremo Tribunal Federal (Dias Toffoli)… E VIVA O BRASIL!!!

  13. jose carlos pinto
    sexta-feira, 14 de agosto de 2015 – 8:34 hs

    FRANCISCO MELO, NOS INFORME SOBRE ESSE PARENTESCO
    QUE VC SABE CLARO. A SUA COLOCAÇÃO FOI ÓTIMA
    E ALGUMA LIGAÇÃO DEVE TER ?????? NOS DIGA FRANCISCO.

  14. Ignoto Delatore
    terça-feira, 25 de agosto de 2015 – 15:12 hs

    Às vezes me pergunto porque o GAECO não investiga os grandes criminosos paranaenses que envergonham o Brasil perante o mundo… Será que o GAECO está acima de qualquer suspeita? Depois do caso daquela Promotora do Gaeco, envolvida com embriaguês ao volante, principalmente o comportamento da mesma após identificada pelos policiais… Será que é necessária essa “elite do ministério público”, como se os demais promotores não fossem dignos de confiança para os casos em que o GAECO atua? Sinceramente, Polícia Federal dá de 10 a zero nesse GAECO do Paraná…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*