Paraná tem 145 projetos, que somam R$ 9,2 bi, tramitando em Brasília | Fábio Campana

Paraná tem 145 projetos, que somam R$ 9,2 bi, tramitando em Brasília

Vice governadora Cida Borghetti, deputado federal Ricardo Barros, secretário da Casa Civil Eduardo Sciarra e do Planejamento, Silvio Barros, durante reunião com a rede de prospecção de recursos formada por técnicos de todas as secretarias e órgãos do governo estadual. Curitiba/Pr, 24.08.2015 - Foto Jonas Oliveira/AENPr

Vice governadora Cida Borghetti, deputado federal Ricardo Barros, secretário da Casa Civil Eduardo Sciarra e do Planejamento, Silvio Barros, durante reunião com a rede de prospecção de recursos formada por técnicos de todas as secretarias e órgãos do governo estadual. Curitiba/PR, 24.08.2015 – Foto Jonas Oliveira/AENPr

Um levantamento inicial do Governo do Paraná aponta que há R$ 9,2 bilhões em obras e projetos do Estado em tramitação em ministérios e órgãos do Governo Federal. Organizada pela Secretaria de Estado do Planejamento, a lista foi apresentada, nesta segunda-feira (24), em reunião da rede de prospecção de recursos, formada por técnicos de todas as secretarias e órgãos do governo estadual.

“É o primeiro resultado do trabalho de coordenação e organização das solicitações do Paraná em Brasília”, explicou a vice-governadora Cida Borghetti, que é a responsável pela coordenação das relações do Governo do Estado com a União.

São 145 projetos de diversas secretarias e órgão do Estado, que foram classificados de acordo com a situação para a liberação do recurso. A triagem também traz informações de investimentos, fonte de recursos e a fase de execução de cada projeto. Há recursos nacionais e internacionais.

Cida Borghetti disse que essa identificação vai permitir um trabalho integrado, o acompanhamento e a adequação dos projetos através do escritório de representação em Brasília. “Ajustamos e encaminhamos alguns projetos à Brasília e cada caso está sendo analisado. Estamos visitando os ministérios para fortalecer o relacionamento entre o Paraná e o Governo Federal. Tenho certeza que, em pouco tempo, vamos contar com resultados positivos”, afirmou Cida.

A reunião contou com a participação do secretário-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra; do secretário de Estado do Planejamento, Sílvio Barros; do assessor de projetos especiais da Casa Civil, Ramiro Wahrhatfig, e o coordenador de Desenvolvimento Governamental da Secretaria do Planejamento, Mauro Corbellini, e técnicos de todas as secretarias e órgãos do Estado.

ORÇAMENTO – O relator-geral do orçamento da União 2016, deputado federal Ricardo Barros, também participou da reunião e detalhou o processo de elaboração da peça orçamentária, a tramitação para a liberação de recursos e sanou algumas dúvidas dos técnicos do Estado. Segundo ele, as certidões tem que estar em dia, a contrapartida reservada e os projetos prontos.

“A organização é fundamental para que possamos trabalhar. Esse processo dá facilidade para despachar nos ministérios. Precisamos ter capacidade de articulação para colocar nossos projetos como prioridade”, afirmou o deputado.

O deputado reforçou, ainda, a necessidade de os projetos e ações paranaenses estarem de acordo com as linhas de programa do Governo Federal. “As solicitações tem que ser adequadas aos programas da União. Temos que pedir aquilo que o Governo Federal pode nos dar”.

QUALIFICAÇÃO – Para o secretário de Planejamento, Silvio Barros, é importante que os técnicos estejam qualificados e os órgãos habilitados para receber recursos. “Precisamos ter projetos qualificados, articulação política e capacidade de execução”, resumiu.

Silvio lembrou que o Governo do Paraná possui uma parceria com a Federação da Agricultura (FAEP), que oferece cursos de capacitação na elaboração, gestão e análise de projetos através da FAE Business School, de Curitiba.

A primeira turma deve finalizar as aulas em duas semanas e novas vagas serão abertas para uma nova turma. O objetivo é que os técnicos elaborem projetos estruturantes e completos em todas as áreas. ” Queremos estabelecer um núcleo para transformar ideias em projetos”, disse Silvio Barros.

AVALIAÇÃO – O grupo de prospecção de recursos se reunirá pelo menos uma vez por mês para mapear, organizar e acompanhar o andamento dos projetos em elaboração e as solicitações feitas aos órgãos federais ou internacionais.

A reunião contou com a participação do secretário-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra, do assessor de projetos especiais da Casa Civil, Ramiro Wahrhatfig, e o coordenador de Desenvolvimento Governamental da Secretaria do Planejamento, Mauro Corbellini, e técnicos de todas as secretarias e órgãos do Estado.


Um comentário

  1. Sergio Silvestre
    segunda-feira, 24 de agosto de 2015 – 19:56 hs

    Já pensou 10% disso tudo,é uma festa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*