País reage à proposta de recriação da CPMF | Fábio Campana

País reage à proposta de recriação da CPMF

image

d’O Globo

A proposta de recriar a CPMF para reforçar o caixa da União em estudo no governo prevê que a alíquota do tributo fique em 0,38%. Esse foi o percentual que vigorou de 1999 até o final de 2007, quando a contribuição foi extinta.

Para tornar a medida mais palatável e aumentar suas chances de aprovação no Congresso, a ideia do governo também é propor que a CPMF passe a ser partilhada com estados e municípios e não fique mais exclusivamente nas mãos da União.

— Os governadores estão pressionados e sem recursos em caixa. Isso é uma situação vivida de norte a sul do país. Repartir uma eventual contribuição seria uma forma de garantir que esses governadores trabalhem para que os deputados de seus estados aceitem discutir a recriação da CPMF — afirmou ao GLOBO um ministro.

Em outra frente, também existe a possibilidade de a contribuição não valer para qualquer movimentação financeira. Segundo técnicos da área econômica, ela poderia incidir apenas sobre valores maiores preservando, assim, as pessoas de menor renda.

CONGRESSO REAGE MAL À PROPOSTA

O Congresso reagiu negativamente à proposta de recriação da CPMF e de aumento de impostos. Além dos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), senadores criticaram a proposta. O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), disse que o governo quer uma nova CPMF para cobrir o “rombo” na administração federal.

— Essa intenção de ressuscitar a CPMF é uma tentativa de salvar o governo marcado pela má gestão e pela corrupção que atinge todos os níveis do Executivo. É um imposto cumulativo que tanto já penalizou o setor produtivo e o cidadão chamado mais vez para pagar a conta. Enquanto isso, a máquina continua inflada, já que essa reforma administrava é uma farsa. Na prática, não haverá grandes cortes, apenas um rearranjo _ disse Caiado.

Caiado disse que fará oposição à qualquer proposta de aumento de imposto.

— Vamos enfrentar essa tentativa de recriar a CPMF, assim como a unificação do PIS e da Cofins. O governo deve fazer a sua parte e não transferir os seus malfeitos à população — disse.

Nos bastidores, as críticas partem do próprio PT. A avaliação é que o governo erra, mais uma vez, na forma de fazer as coisas. Os parlamentares acreditam que o mal-estar foi criado porque houve o vazamento antes de falar com os partidos aliados e com os chefes do Legislativo.

Mas há uma avaliação que Dilma pode obter apoio ao propor que os estados e municípios tenham recebam parte dos recursos de uma nova CPMF.

— Os estados estão desesperados. Se for assim, eles vêm junto, e o Congresso aprova — disse um petista.

Alguns lembram que o próprio presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), tem o filho, Renan Filho, como governandor de Alagoas e que todos os estados estão com dificuldades financeiras.


20 comentários

  1. M.E.J.
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 7:49 hs

    Gostaria de saber a posição dos nossos representantes.

    Quem sabe, uma entrevista com o Tadeu Venri?

    E o camarada Requião, a camarada Gleisi?

  2. MANOEL BOCUDO.
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 8:49 hs

    SE É PARA OS MUNICÍPIOS SAIREM DO BURACO ATÉ CONCORDO,
    MAS ESPERO QUE O REPASSE PARA A PONTA, NÃO VENHA COM MIXARIA,
    QUE OS PREFEITOS NÃO AGUENTAM MAIS PAGAR ATRIBUIÇÕES
    DO GOVERNO FEDERAL E FICAR NAS PROMESSAS. UMA CONTA BOA:
    40% PARA OS MUNICÍPIOS- 40% PARA O ESTADO- 20% PARA
    A UNIÃO. SERIA O MAIS JUSTO, POIS O CONTRIBUINTE MORA
    NOS MUNICIPIOS. O GOVERNO TEM QUE MOSTRAR BOA VONTADE.
    E AJUDAR OS QUEBRADOS MUNICIPIOS.

  3. Do Interior....
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 8:56 hs

    Querem cobrir o rombo da corrupção com mais impostos. E nada de corte nas despesas.

    O presidente esquerdista grego já renunciou. Falta os da américa latina.

  4. CRISTOVÃO
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 9:00 hs

    Canalhas, já tivemos essa tributo, foi extinto, e o Sr Lulae Sra Dilma sempre se vangloriaram que o Brasil estava em uma situação financeira muito boa, alardeando uma mentira, engulam essas mentiras agora,, bando se ordinários

  5. Francisco Carlos
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 9:12 hs

    Só querem mais dinheiro pra roubar. Vamos nos unir, e dizer NÃO a esta pouca vergonha.

  6. Xereta
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 9:21 hs

    A CPMF nunca deveria ser extinta, pois era um tributo do qual o trabalhador nunca reclamou. Quem reclama eram os que desviavam dinheiro público e esse tributo servia como instrumento para rastreamento de valores movimentados.

    O CLAMOR DO POVO É PELA REDUÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA, PELO QUAL O GOV METE A MÃO NA RENDA DO TRABALHADOR..

    DIANTE DA SANHA DOS FISCO SOMENTE QUEM JUNTA CONTRA-CHEQUES (CASAIS VINTE) CONSEGUEM TER UMA VIDA MAIS OU MENOS DIGNA..

  7. clarice franze
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 9:24 hs

    JÁ NÃO BASTA A SITUAÇÃO EM QUE ENCONTRA-SE OS BRASILEIROS DIANTE DE TANTOS IMPOSTOS , AINDA VEM O GOVERNO DILMA CRIAR MAIS IMPOSTOS.
    PERGUNTAMOS NÓS, SERÁ PARA INFLAR MAIS AINDA A CORRUPÇÃO EXISTENTE?
    EU PENSARIA DUAS VEZES ANTES DE PROPR ESTES IMPOSTOS DESCRITOS, CMPF E CIS..
    MAIS SOBRECARGA FINANCEIRA EM CIMA DO EMPRESÁRIO, DIFICULDADES PARA O PROLETARIADO, ONDE VAMOS PARAR.
    D.DILMA, NÃO RESOLVE OS PROPLEMAS EXISTENTES E QUER ENTERRAR DE VEZ O FUTURO DO PAÍS.
    SÓ BASTA SABER SE O POVO EM GERAL NVAI ACEITAR ISTO DE CABEÇA BAIXA, JÁ PASSOU DA HORA DE REAGIR.

  8. COMANDO
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 9:33 hs

    Mafiosos, querem ver o país em chamas…
    FORA COM ESSA IDEIA DIABÓLICA…

  9. sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 9:57 hs

    O governo federal, deveria aprender com o povo, que
    quando se encontra em situação financeira complicada , faz redução de despesas, e não sai por aí batendo carteira para complementar o orçamento, isso mesmo, recriar a CPMF, mesmo com outro nome é aumentar a já insuportável carga tributária.É roubar a população, de forma institucionalizada, par corrigir a imcopetência administrativa do governo.

  10. sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 10:01 hs

    “É só o que esses ultra-ortodoxos sabem fazer quando se deparam com alguma dificuldade de fechamento de caixa. Pedalada após pedalada eles vão disseminando as suas ultra-ortodoxias academicistas tiradas das profundezas de teorias econômicas que só funcionam em suas mentes cauterizadas pelo mesmismo. Não criam nada. Só sabem criar e majorar tributos. Sem a minima contra-partida exigida em cada tributo pago com a prestação de serviços de qualidade, eficientes e eficazes que atendam ao conjunto da população. Já somos literalmente roubados em tudo que consumimos todos os dias. Com uma das maiores cargas tributárias do planeta. Perdendo apenas para alguns poucos Países. Só que nesses mesmos Países embora a carga tributária seja pesada ela é direta. Aqui temos a carga direta, e a mais injusta que é a indireta. O Brasil é o País da injustiça tributária. Segundo dados do IBPT – Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário o Brasileiro trabalha em média 5 meses do ano só para pagar impostos. É muita coisa. E quando os governos, sejamos justos, não apenas esse, qualquer governo encontra-se em dificuldade a primeira coisa que essas ‘mentes brilhantes’ fazem é criar ou aumentar impostos. Chega desse circulo vicioso nesse País. Esses esquerdopatas quebraram, roubaram os recursos da Nação e agora querem e vão dividir a conta conosco. Infelizmente a oposição no congresso nacional tem sido um tanto quanto inoperante. Chega desses famigerados Gramscistas. Esquerda burra, apedeuta, pseudo intelectualizada. prolixos, chicaneiros, tergiversadores. Peguem suas tralhas e vão embora!…” – Profº Celso Bonfim

  11. Simões
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 10:02 hs

    Fazer reforma administrativa cortando as regalias dos poderes ninguém quer, agora botar no rabo do povo ai pode ser até com areia que vai bem. Cambada de sem vergonhas, FsDP.

  12. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 10:32 hs

    Considerando-se que os lulopetistas são ardilosos e sorrateiros, como ladrões à noite, a espera da vítima, isso deve ser um ardil, um “balão de ensaio”. A maldade verdadeira deve estar ser urdida em algum esgoto cheio de ratazanas.

  13. Rui Barbosa
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 11:27 hs

    Será que os governantes,só sabem aumentar a carga tributária?
    Nunca ouviram falar em reduzir o tamanho do estado,extinguir 90% dos cargos em comissão!
    Terem vergonha na cara e respeitarem o povo trabalhador,os empresários que são quem, geram renda e tributos para engordarem os cofres públicos,tão mal geridos!

  14. antonio carlos
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 11:56 hs

    A Mulher Sapiens deve estar odiando o atual emprego, não sei como ela teve a ousadia de propor mais este imposto, e um dos mais odiados por todos. Agora só está faltando à Mulher Sapiens nos mandar comer brioches.

  15. QUESTIONADOR
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 12:12 hs

    -Com a reedição da CPMF, o poder de compra do brasileiro vai se extinguindo aos poucos e a economia tende a retrair o baixo rendimento apresentado.
    -Mais uma vez, este governo espúrio governa de costas para o Brasil e para os brasileiros. Enquanto isso, em Cuba, Venezuela, Colômbia, Argentina…as obras com o dinheiro do BNDES estão à todos vapor….

  16. Helena
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 13:30 hs

    É fantástica a competência e criatividade deste Governo petista para ressuscitar e criar novas leis para arrecadar mais, para cobrir seus rombos. O povo brasileiro não aguenta mais essa gentalha que desgoverna o nosso País.

  17. Helena
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 13:36 hs

    Sem falar da DRU – Desvinculação da Receita Da União, que vence no final deste ano, que é de 20% surrupiado pelo governo federal, que os petistas já estão se articulando para que ela continue e querem elevá-la para 30%, de tudo que a União arrecada, e que este percentual poderá render para o governo gastar à bel prazer, um montante de quase um trilhão de reais.

  18. zeoreia
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 15:08 hs

    FALTA DINHEIRO ??? FOZ DO IGUAÇU TEM 300 MIL HABITANTES E 800 MIL CADASTARDOS NO SUS !!!!
    É MOLE ??? AI NAO TEM DINHEIRO QUE CHEGUE !!!

  19. zeoreia
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 15:11 hs

    SABIA :
    Igualdade de Direitos

    Idoso estrangeiro tem direto a benefício do INSS

    VAI NA ARGENTINA , NA EUROPA , NOS EUA E VE SE TEM BRAZUCA RECEBENDO ASSISTENCIA !!!

    AI NAO TEM DINHEIRO QUE CHEGUE !!!!

  20. zeoreia
    sexta-feira, 28 de agosto de 2015 – 15:14 hs

    ARGENTINOS E PARAGUAIOS ENTRAM COM ACAO DE MISERABILIDADE EM FOZ DO IGUAÇU E DEPOIS RETORNAM PARA SEU PAÍS !!!

    AI NAO TEM INSS QUE AGUENTE !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*