MP tem privilégios, diz delegado | Fábio Campana

MP tem privilégios,
diz delegado

O presidente do Sindicato dos Delegados da Polícia Civil, Claudio Marques Rolim e Silva, disse que os privilégios dos membros do Ministério Público são inconstitucionais e devem ser mudados. Marques Silva citou como exemplo a promotora do Gaeco, Leila Schimiti, detida pela Polícia Militar no sábado, 8, por dirigir embriagada em Londrina. A promotora após registro de boletim de ocorrência teve que ser liberada pela Polícia Civil.


2 comentários

  1. Ponderado
    quarta-feira, 12 de agosto de 2015 – 15:03 hs

    Pasmen, penso que a lei orgânica é boa, por estabelecer garantias quanto a eventuais perseguições..
    Contudo, a novel de ser estendida a todas as autoridades investigadoras, que tb não estão livres de perseguições políticas..

  2. Ruan Benites
    quinta-feira, 13 de agosto de 2015 – 1:30 hs

    Em caso de bebedeira é inconstitucional mesmo. É hedionda mesmo a proteção

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*