Governo não pode abrir mão de teto de pagamento de Requisições de Pequeno Valor | Fábio Campana

Governo não pode abrir mão de teto de pagamento de Requisições de Pequeno Valor

A defesa de pagamento imediato das Requisições de Pequena Valor pode levar a uma armadilha para a Fazenda Pública. Para se ter uma ideia, só uma ação conjunta de funcionários da Secretaria de Saúde, que importa em R$ 100 milhões, pode criar problemas de caixa para o erário. Acontece que a ação é coletiva e importa nesse valor, mas a execução é individual. Cada um dos funcionários pode pedir ressarcimento imediato.

O limite estabelecido pelo governo é de R$ 13.811 para Requisições de Pequeno Valor. Há deputados que, a cata de votos e simpatias, querem furar esse limite, o que tornaria inviável qualquer planejamento financeiro. Advogados especializados em patrocinar causas financeiras contra o Estado se organizam em lobby para pressionar ou seduzir deputados. O resultado pode ser um grande imbroglio fruto de irresponsabilidade.


4 comentários

  1. SANTANA
    terça-feira, 18 de agosto de 2015 – 18:09 hs

    IRRESPONSABILIDADE SÓ SE FOR POR PARTE DESTE GOVERNO QUE NUNCA QUER PAGAR O QUE DEVE!
    AINDA ROUBA O DINHEIRO DOS SERVIDORES PÚBLICOS E NÃO QUER PAGAR AS RPVs. FAÇA ME UM FAVOR FABIO DEIXE DE SER TÃO PUXA SACO DESTE DESGOVERNO VC FALA TANTO DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FEDERAL E FECHA OS OLHOS PARA A ROUBALHEIRA AQUI NO PARANÁ, CADE SUA ÉTICA PROFISSIONAL?

  2. CLOVIS PENA
    quarta-feira, 19 de agosto de 2015 – 8:59 hs

    O CIDADÃO RESOLVE, PELO LADO DO GOVERNO, QUE MUITOS IDOSOS E DOENTES NÃO RECEBERÃO, SE FALECEREM ANTES DE 2020, AQUILO QUE A JUSTIÇA DETERMINOU. E, AGORA, SURGIU UM OUTRO CIDADÃO A FALAR EM NOME DO GOVERNO. E NEGOU UM ACORDO, SOB PROTESTO DA OPOSIÇÃO E DA SITUAÇÃO NA ASSEMBLÉIA!

    O NOVO DISSE QUE COMO TODOS OS PRECATÓRIOS SERÃO PAGOS POR ORDEM DO SUPREMO TRIBUNAL ATÉ 2020 A DECISÃO DE DIMINUIR AOS RIDÍCULOS 13 MIL NÃO FAZ DIFERENÇA. QUANTO GANHA, POR MÊS, O NOVO ?

    E FALA AOS CREDORES ASSALARIADOS, COMO SE O PAGAMENTO FOSSE UMA BENESSE, UMA DÁDIVA DO GOVERNO E NÃO UMA INDENIZAÇÃO VERGONHOSA POR PREJUÍZOS SALARIAIS CAUSADOS PELO ESTADO A TODOS OS INSCRITOS MAS ESPECIALMENTE AOS VELHOS, DOENTES E SUAS FAMÍLIAS !

    CARAMBA !! QUE ROLO !! SERÁ QUE LHE ENTENDI MAL ?

  3. êeeiitaaaa!!!!
    quarta-feira, 19 de agosto de 2015 – 10:02 hs

    Esquece o sr. jornalista que o imbroglio da IRRESPONSABILIDADE foi gestado pelos srs. governadores; esse que aí está vai gerar uma conta muuuiiiiittttooooo maior para o futuro…

  4. marcello
    quarta-feira, 19 de agosto de 2015 – 16:41 hs

    Na ânsia de sempre defender o governo o nobre jornalista esquece do binômio, deve = paga. Simples assim. Senhor Fabio Campana, experimente o senhor não pagar suas contas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*