Fruet corta R$ 23 mi da assistência social | Fábio Campana

Fruet corta R$ 23 mi
da assistência social

unnamed

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) mandou cortar 25% do orçamento da FAS (Fundação da Ação Social), o equivalente a R$ 23 milhões dos R$ 92 milhões do orçamento previsto para 2015. A FAS é presidida pela mulher do prefeito, a jornalista Marcia Fruet. Foram cortados os repasses previstos para os convênios ás entidades de assistência social e todos os serviços de proteção social básica e os serviços de proteção social especial. Notadamente, nos últimos meses, cresceu de forma significativa os moradores de ruas, mendigos e pedintes sem assistência nas ruas de Curitiba.

A reclamação pelos cortes na FAS foi exposta na última reunião da comissão intergestores tripartite – que reúne estados, União e Municípios para pactuar critérios de cofinanciamento de serviços de assistência social. O encontro foi realizado no último dia 6 em Brasília.


6 comentários

  1. Capivara do Cerveró
    quarta-feira, 19 de agosto de 2015 – 19:50 hs

    Não precisava nem contar. Basta passar o olhar pela cidade para ver o grande número de desvalidos, pessoas em situação de rua, pobres e outros cidadãos em estado de total carência e precariedade abandonados pelas ruas. Enquanto isso, esse prefeito, que graças a Deus tem os dias contados na Prefeitura, arrumou um carguinho merreca para o mui amigo cuidar de cães abandonados, só que não. O programa de microchipagem só atende gente rica que frequenta o barigui. Isso sim é que é ficar com um olho no gato e outro do rato.

  2. Falido e mau pago
    quarta-feira, 19 de agosto de 2015 – 21:43 hs

    Esta cena infeliz e retratada na marquise da agência do HSBC do Juvevê, se repete por toda a cidade. Uma vergonha!
    Ou melhor, trata-se da assistência social sem vergonha da cidade de Curitiba.

  3. Prefeitinho Safado
    quarta-feira, 19 de agosto de 2015 – 21:45 hs

    Esse Fruet é um safado mentiroso e vai ser derrotado em 2016.

  4. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 20 de agosto de 2015 – 4:32 hs

    Enquanto isso, a Vênus Platinada das Araucárias, dia sim, outro também, cria e alimenta factoides.

    O Último, dado como manchete muito importante, fala da redução dos valores de pagamento IMEDIATO dos precatórios.

    Sem explicar nada, o matutino e a emissora, ob$tinado$, passam a impressão de CALOTE.

    Não explicam, por exemplo, que os valores são oriundos de Ações Judiciais de 10, 15, 20 anos.

    A dívida, HERDADA, continuará sendo paga, em parcelas, conforme a disponibilidade de Caixa do governo.

  5. LUIZ
    quinta-feira, 20 de agosto de 2015 – 12:53 hs

    A ÚNICA COISA QUE O LEPROSO DE NOVE DEDOS TRIPLICOU NO PAÍS EM SEU DESGOVERNO,FOI ISSO AÍ,A DE MORADORES DE RUA.

  6. antonio carlos
    quinta-feira, 20 de agosto de 2015 – 14:09 hs

    Em determinadas ruas do Centro já está até difícil de passar, tamanho é o número de maloqueiros espalhados pelas calçadas. Esta é a cidade que queremos, dominadas por nóias, bêbados, desocupados e vendedores de drogas?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*