Bradesco compra HSBC no Brasil por US$ 5,2 bi | Fábio Campana

Bradesco compra HSBC no Brasil por US$ 5,2 bi

hsbc -2

Após dois meses de suspense, o HSBC, principal banco europeu, anunciou nesta segunda-feira a venda de sua filial no Brasil ao Bradesco por US$ 5,2 bilhões. Afetado por escândalos e resultados financeiros ruins, o HSBC anunciou em junho a demissão de 50 mil funcionários em um plano de reestruturação global que inclui a venda de suas atividades no Brasil e na Turquia. As informações das agências de notícias.

Com a compra do HSBC, o Bradesco se aproxima do principal concorrente no Brasil, o Itaú, que liderava o mercado no país com folga após a fusão com o Unibanco, em 2008. Agora, o Bradesco deve chegar a R$ 1,193 trilhão em ativos — no final de março, o Itaú tinha R$ 1,295 trilhão.

A venda ao Bradesco de sua filial “constitui uma etapa importante na execução das medidas anunciadas aos acionistas em 9 de junho”, afirma o HSBC em um comunicado. O banco manterá, no entanto, sua presença no Brasil para as grandes empresas.

O grande corte de postos de trabalho — metade deles, no Brasil e Turquia — tem o objetivo de centralizar ainda mais a atividade do banco na Ásia, onde o HSBC tem seu maior potencial de crescimento. O objetivo do HSBC, que também deseja transferir milhares de empregos para países com mão de obra mais barata, é reduzir os gastos em 4,5 a 5 bilhões de dólares até 2017.

No primeiro semestre, o HSBC registrou um lucro líquido de US$ 9,618 bilhões, 1,31% a menos que no mesmo período de 2014. No segundo trimestre, o lucro líquido caiu 3,8%, a US$ 4,359 bilhões.

A queda do lucro foi provocada principalmente pelos custos totais de operação, que no primeiro semestre aumentaram 5% na comparação com o mesmo período de 2014, a US$ 19,187 bilhões.

O HSBC atribuiu o aumento aos “investimentos para o crescimento futuro” e aos gastos legais para enfrentar os litígios com as autoridades de regulação no Reino Unido e outros países. Além disso, os impostos pagos pelo HSBC na Grã-Bretanha alcançaram US$ 2,9 bilhões, um aumento de 44% em ritmo anual.


5 comentários

  1. Cesar
    segunda-feira, 3 de agosto de 2015 – 11:59 hs

    O Levy está fazendo um ótimo trabalho,hein…
    O Bradesco nunca lucrou tanto com essa taxa Selic imposta pelo Levy /Dilma ao banco central.
    Enquanto o Bradesco lucra,o trabalhador convive com inflação e desemprego.

  2. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 3 de agosto de 2015 – 12:50 hs

    -Pois bem, o Bradesco comprou o HSBC. Mas o que ainda não foi devidamente explicado, foi a compra do Bamerindus pelo HSBC, no governo do FHC!!!
    -Está compra pode muito bem ser anulada pelo CADE, pois pode apresentar desequilíbrio no mercado financeiro acarretando prejuízoz imensos aos correntista e à toda a sociedade.

  3. Antonio Vier
    segunda-feira, 3 de agosto de 2015 – 15:23 hs

    QUESTIONADOR, em um pais serio isso seria sim investigado, ou melhor, a intervenção nunca ocorreria, pois foi política. O Prejuízo ja esta consolidado a anos e a perda do Paraná irreparável, a contribuição que o Bamerindus proporcionava ao Pr e ao Brasil jamais será compensada, tudo por obra de Política, tanto do Zé do Chapéu quanto dos políticos deste Brasil e principalmente do Paraná que viraram as costas para defender a instituição que foi na sequencia esquartejada pelo HSBC com anuência do Banco Central causando enormes prejuízos aos acionistas que sempre foram poupadores e nunca especuladores, mas ahi ja é outra historia. HSBC sai do Brasil com o melhor negocio de sua Historia e os Piratas de Gravatas satisfeitíssimos com a mão de rapina política Brasileira. Triste fim… ( pra nós brasileiros de bem)

  4. segunda-feira, 3 de agosto de 2015 – 16:18 hs

    Parabens, Antonio Vier. Você disse tudo.Esta negociata que foi a venda – ENTREGA -do Bamerindus ao HSBC, serviu apenas para oficializar o negócio espetacular que o HSBC está fazendo agora, ganhando na venda, como ganhou na compra milhões e milhões de reais, em cima de uma instituição genuinamente brasileira.

  5. Rafael Êrico Kalluf Pussoli
    segunda-feira, 3 de agosto de 2015 – 22:39 hs

    E o HSBC,ganhou de presente o Bamerindus Fruto de muito trabalho do Sr.Avelino , do Sr.Tomas Edison e do José Eduardo!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*