Bah, tchê! | Fábio Campana

Bah, tchê!

índice
Os desempregados não demoraram nem um pouco para perceber a gravidade da crise causada por Dilma Rousseff. Agora eles são 8,3% da população, segundo os dados divulgados hoje pelo Pnad, a maior taxa da série histórica. No Rio Grande do Sul, território governado pelo PT ou Pelo PMDB da Dilma a coisa piora. Aqui, no Paraná, a crise não devasta porque tivemos ajuste fiscal de verdade e os investimentos continuam.


2 comentários

  1. zangado
    terça-feira, 25 de agosto de 2015 – 14:50 hs

    Conta outra, a iniciativa privada no Paraná – nada a ver com o debâcle do governo no orçamento público que motivou ajuste, confisco previdenciário e arrocho em professores e servidores – sempre encontra um meio de superar os gestores incompetentes.

    Quem dá emprego é a iniciativa privada.

    Esse tipo de alegação é feito aquela outra quando chove a propaganda governamental vem na mídia (à falta de notícia …) dizer que a produção aumentou sem nunca ter plantado um pé de alface.

    O GOVERNO NÃO PRODUZ NADA – eis o fato.

  2. Aline
    quarta-feira, 26 de agosto de 2015 – 9:57 hs

    Câmara de falsos moralistas: cadê a tal bancada evangélica da câmara para se mobilizar e fazer a sua cruzada moralista contra esse absurdo??????Na questão de gênero fizeram o maior barulho e com a cerveja farta e escancarada nos estádios, turbinando brigas, confusões e mortes mercadores da fé se calam, pouco falam e nada mobilizam!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*