Sociedade e poder público | Fábio Campana

Sociedade e poder público

traiano e giacoia2

“Na difícil etapa que o Brasil atravessa, com escândalos explodindo a todo o momento, a transparência e fornecimento de meios para que a sociedade fiscalize e interfira nos rumos do poder público é fundamental”. A declaração é do presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), ao abrir 11ª reunião da Rede de Controle da Gestão Pública, centro decisório que tem por objetivo principal desenvolver ações direcionadas à fiscalização da gestão pública, ao diagnóstico e ao combate à corrupção.

– Foto: Nani Gois.

Traiano destacou a importância da iniciativa de se fornecer instrumentos para que a sociedade fiscalize, em especial nesse momento crítico que o Brasil atravessa, com denúncias de uma sucessão de escândalos envolvendo desvios de recursos públicos. Referiu-se a permanente disposição do Legislativo estadual em contribuir para aperfeiçoar e consolidar a democracia, considerando os portais da transparência um instrumento fundamental à fiscalização do próprio Poder. “Na condição de gestores e dirigentes precisamos, cada vez mais, mostrar à população que é possível fazer gestão com respeito pelo dinheiro público”, enfatizou.

A reunião foi no Plenarinho da Assembleia, e teve a participação do procurador-geral de Justiça do Paraná Gilberto Giacoia; do procurador-chefe substituto do Ministério Público Federal, Alessandro José Fernandes Oliveira; do procurador de Justiça Bruno Galatti, o promotor Eduardo Cambi, do líder do governo na Assembleia, deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB); e o procurador-geral da ALEP, Ramon de Medeiros Nogueira.

Giacoia agradeceu e elogiou a importância das parcerias institucionais entre a Assembleia e o Ministério Público neste e em outros programas, como o Espaço da Cidadania, desenvolvido junto à TV Assembleia, voltados a criar uma cultura de participação ativa da sociedade na definição de melhores políticas para o país.

Alessandro Oliveira fez um breve histórico da Rede, desde o seu surgimento, em 2009, até agora, ganhando corpo através das parcerias que firma com a intensão de tornar mais efetiva a função fiscalizadora sobre os órgãos públicos. A reunião desta manhã é também preparatória para o II Encontro da Rede de Controle da Gestão Pública, que deve ocorrer no dia 24 de setembro, no auditório do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná, em Curitiba. Também integraram a Mesa de Honra dos trabalhos o secretário estadual de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Leonildo de Souza Grota, o subprocurador geral de Justiça para Assuntos de Planejamento Institucional e secretário da Rede, Bruno Sérgio Galati, e o promotor de Justiça Eduardo Cambi.


3 comentários

  1. Tinho
    quinta-feira, 30 de julho de 2015 – 23:26 hs

    Que nojo ver a cara desse traia do Trayano

  2. COMANDO
    sexta-feira, 31 de julho de 2015 – 8:01 hs

    Traiano só até 2017…

  3. Kátia Flávia
    sexta-feira, 31 de julho de 2015 – 9:03 hs

    Deveria começar pela própria Assembleia, Quando a RPCTV faz as denuncias de gastos no valor do café, nomeações, etc …, se não fosse a imprensa este Presidente Traiano nada teria feito!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*