Na contramão de Dilma, governador petista é bem avaliado na Bahia | Fábio Campana

Na contramão de Dilma, governador petista é bem avaliado na Bahia

Foto: Mateus Pereira/ GOV-Bahia rui costa - bahia

A reprovação de Dilma Rousseff (PT) não estendeu-se à administração estadual do governador Rui Costa (PT), é o que mostra levantamento do Paraná Pesquisas. Se na pesquisa de aprovação do governo federal na Bahia a presidente apareceu com índice de reprovação de 84,4%, a gestão do governo baiano é aprovada por 57,1% da população, sendo reprovada por 36,5%, enquanto 6,4% não responderam à pesquisa.

Confira os números a seguir:

De uma maneira geral, o Sr(a) diria que aprova ou desaprova a administração do Governador da Bahia Rui Costa até o momento?
Aprova 57,1%
Desaprova 36,5%
Não sabe/ não opinou 6,4%

O Governador da Bahia Rui Costa está indo melhor, pior ou igual que o Sr(a) esperava?
Melhor 18,6%
Pior 19,7%
Igual 55,5%
Não sabe 6,2%

PROCEDIMENTOS UTILIZADOS NA REALIZAÇÃO DA PESQUISA:
O universo desta pesquisa abrange os eleitores do Estado da Bahia maiores de 16 anos. Para a realização desta pesquisa foi utilizada uma amostra de 1.284 eleitores, sendo esta estratificada segundo sexo, faixa etária, grau de escolaridade e posição geográfica. O trabalho de levantamento dos dados foi feito através de entrevistas pessoais durante os dias 21 a 26 de julho de 2015, sendo acompanhadas 19,9% das entrevistas. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 3a Região sob o no 6288/10 e é filiada à Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa – ABEP desde 2003. Tal amostra representativa do Estado da Bahia atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 3,0% para os resultados gerais.


Um comentário

  1. MANOEL BOCUDO.
    quinta-feira, 30 de julho de 2015 – 14:18 hs

    PODE VER, ELE NÃO SE MISTURA MUITO COM OS VERMELHOS, TRABALHA E FICA NA DELE, TEM GENTE BOA NO PT TAMBÉM, NEM TODOS ESTÃO
    ENVOLVIDOS NOS ROLOS, COMO DIZEM ALGUNS SÃO HONESTOS.. POUCOS,
    BEM POUCOS.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*