Ela termina o mandato? | Fábio Campana

Ela termina o mandato?

unnamed

Elio Gaspari

A pergunta é fácil e cada um responde como quiser, mas restam outras: Como? Para quê? Para botar quem?

Desde que Ricardo Pessoa começou a colaborar com as autoridades, essa pergunta tornou-se um complemento rotineiro aos comentários para quaisquer fatos. Milton Pascowitch fechou seu acordo de colaboração e José Dirceu pediu um habeas corpus preventivo. Será que ela termina o mandato? Jorge Luiz Zelada, ex-diretor da Petrobras, está preso. Será que ela termina o mandato? O deputado Eduardo Cunha sugere que seu aliado Michel Temer abandone a coordenação política do governo porque, enquanto ele costura alianças de dia, o PT descostura-as à noite. Se o PMDB se afastar ainda mais do Planalto, será que ela termina o mandato?

O regime democrático brasileiro elegeu quatro presidentes: Fernando Collor, FHC, Lula e Dilma. Um foi para casa antes de concluir o mandato. Se isso acontecer a outro, chega-se a uma taxa de mortalidade de 50%. (A do vírus Ebola esteve
em 70%.)

Indo aos mecanismos práticos existentes, Dilma Rousseff pode ser impedida pelo Congresso. Nesse caso, assume Michel Temer para concluir o mandato. Trocar Dilma por Temer vem a ser o quê?

Dilma também pode ter o seu mandato anulado pelo Tribunal Superior Eleitoral e há processos que, algum dia, podem acabar dando nisso. Nesse caso, a vice de Temer vai junto e assume Aécio Neves. No país do futebol, entregar a taça a quem perdeu a final é uma coisa meio girafa.

Noutra hipótese, o TCU pode rejeitar as contas da doutora, enviar sua decisão ao Congresso e vê-la referendada, o que provoca um impedimento com padrinho. É uma fórmula engenhosa, mas o Tribunal de Contas não chega a ser um tribunal e sua relação com as contas dos poderosos jamais encantou a plateia.

Nenhum desses três mecanismos fica de pé sem o ronco da rua. Não se pode dizer se ele virá, nem como virá. Quando se tratava de mandar Collor para casa, empossar Itamar Franco pareceu uma boa ideia. E foi.

Presidente com um dígito de aprovação antes de completar um ano é coisa nunca vista. Quem levou a doutora Dilma à situação em que está não foi a oposição, muito menos os moinhos de vento que o PT vê a cada esquina. Foi ela mesma. Como sairá dessa, só ela poderá saber. As razões pela qual entrou nessa enrascada foram muitas. Talvez a maior delas, por desnecessária e megalomaníaca, tenha ocorrido dias depois de sua vitória no ano passado, quando o PT tentou atropelar o PMDB.


5 comentários

  1. domingo, 5 de julho de 2015 – 18:34 hs

    Para o bem do Brasil seria melhor que Dilma ja estivesse fora da presidência.

  2. Do Interior....
    domingo, 5 de julho de 2015 – 20:26 hs

    PT é um dos maiores lixos da américa latina

  3. Carlos-Cajuru
    segunda-feira, 6 de julho de 2015 – 2:01 hs

    Ai que saudades do Jânio Quadros!
    Se terminar o mandato, vai terminar muito desgastada.
    E com pouca força para selejer um sucessor!

  4. Realista
    segunda-feira, 6 de julho de 2015 – 13:22 hs

    Com certeza termina o mandato e em 2018 o Lula será eleito novamente Presidente, salvo se conseguirem torna-lo inelegível, o PT com certeza não corresponde as expectativas como governo, é um lixo, o problema é que o PSDB não se ajuda, exemplo claro para nós paranaenses é o ilustre governador Beto Richa, que hoje, tranquilamente é considerado de longe o pior governador do Brasil e pior da história do Paraná.

  5. Juca
    segunda-feira, 6 de julho de 2015 – 19:06 hs

    Fale alguma coisa SS Calça Frouxa.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*