As notas frias de Dilma Rousseff | Fábio Campana

As notas frias de
Dilma Rousseff

nota friq

IstoÉ:

“No material encaminhado por Gilmar Mendes à PF há indícios de emissão de notas fiscais frias e ocultação de despesas. A análise das notas registradas no site do TSE indicam inconsistências, duplicação de valores e interrupção na sequência de notas emitidas. A Focal, por exemplo, emitiu duas notas fiscais com o mesmo número 1303 para duas campanhas diferentes. No caso da VTPB os problemas são mais flagrantes. A empresa diz que encomendou à gráfica Ultraprint quase a totalidade do material de propaganda. Ocorre que a Ultraprint também foi contratada diretamente pela campanha de Dilma Rousseff, o que levanta dúvidas sobre a necessidade de se pagar um intermediário”.

E também:

“Uma outra análise das notas fiscais emitidas pela VTPB reforça a impressão da existência de irregularidades. As séries das notas fiscais não são contínuas e há dezenas de notas faltando. Além disso, quando as notas anexadas ao processo de prestação de contas são cotejadas com as registradas eletronicamente no TSE, observa-se contradições importantes. Em 22 de agosto, por exemplo, a VTPB emitiu duas notas fiscais (nº 492 e nº 506) de 667,8 mil reais cada. No processo físico, porém, não existe a nota 506”.


5 comentários

  1. Luigi
    sábado, 11 de julho de 2015 – 19:33 hs

    Sim, Presidente Dilma, prá não cair, precisa-se da ajuda de muuuuita gente!!!

  2. luiz
    domingo, 12 de julho de 2015 – 9:58 hs

    Isso é um problema fiscal ou eleitoral?

  3. luiz
    domingo, 12 de julho de 2015 – 19:42 hs

    Nota fiscal fria de Dilma?!
    As notas são frias ou paralelas, mas o que a Dilma tem haver com isso?
    Candidato tem que cuidar disso?

  4. TARZAN
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 12:02 hs

    Na minha opinião se nós fraudássemos seriamos enquadrados pela receita mas, para esse grupo de assaltantes da nação tudo vale. Cadeia para esses vagabundos.

  5. jader rocha
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 14:39 hs

    novidade do pT

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*