170 delegados da Polícia Federal entregam o cargo | Fábio Campana

170 delegados da Polícia Federal entregam o cargo

mail.google.com

Aproximadamente 170 diretores regionais e setoriais da Polícia Federal entregaram seus respectivos cargos desde o início deste mês para pressionar o governo federal por melhorias na estrutura da corporação. As maiores baixas, conforme informações da Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal ocorreram nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. As informações são do Congresso em Foco.

Somente em São Paulo, 18 delegados desistiram de suas respectivas funções de chefia. No Rio, foram 17 entregas de cargo. Segundo a ADPF, 468 delegados foram convidados a assumir esses cargos, mas rejeitaram a proposta também como forma de protesto contra o governo federal. “Esse é um movimento que vem crescendo a cada dia”, afirmou Marcos Leôncio Ribeiro, presidente da ADPF. Atualmente, os delegados da PF ganham uma comissão mensal de aproximadamente R$ 170 por cargos de chefia.

Os delegados de Polícia Federal reclamam que o órgão não tem equipes mínimas de investigação nas unidades, que há carência de servidores administrativos – muitos deles substituídos por mão de obra terceirizada – e que não houve regulamentação da chamada indenização por trabalho em fronteira, dois anos depois de o governo federal ter assumido esse compromisso com os policiais. Os delegados também estão insatisfeitos com a proposta do Ministério do Planejamento de reajuste salarial para a categoria da ordem de 21,3%, mas escalonado em quatro anos.

Neste primeiro momento, a entrega de cargos atingiu apenas os delegados das regionais do interior e dos Estados. A intenção é que a mobilização continue e no próximo dia 20 comece a ocorrer o desligamento voluntário de funções comissionadas também na unidade central da PF, em Brasília. Com isso, os delegados querem pressionar o diretor-geral da PF, Leandro Daiello, a deixar a função caso o governo federal não melhore as condições de trabalho no órgão. Apesar da entrega de cargos, os delegados dizem que, até o momento, não houve paralisação de investigações ou demais serviços da PF.

Os delegados estão inconformados com o que eles chamam de “desvalorização da carreira”. Pelas informações da ADPF, um delegado federal de último nível ganha menos que os delegados de polícia estadual em dez estados: Amazonas, Amapá, Maranhão, Piauí, Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul.

Além disso, pelas informações da Associação, os delegados da PF tinham uma remuneração equiparável ao juízes e procuradores nos anos de 1990. Atualmente, conforme a entidade, o salário de um delegado federal é semelhante ao das chamadas carreiras auxiliares da magistratura, como os técnicos judiciários, por exemplo.


21 comentários

  1. Paranaense
    sábado, 11 de julho de 2015 – 22:01 hs

    É o que o governo merece, pois sequer apoiam o pessoal da PF. Ainda a nossa Presidente está querendo dar as cartas.

  2. Dionei ribas martins
    domingo, 12 de julho de 2015 – 12:06 hs

    Favor mostrar um técnico judiciário que tenha rendimento parecido com o de um delegado da Polícia federal.

  3. JOSÉ MARIA PESSOA
    domingo, 12 de julho de 2015 – 12:23 hs

    PELO AMOR AOS BRASILEIROS E A DEUS ATENDAM ÀS REIVINDICAÇÕES DO POLICIAMENTO EM GERAL .
    VOCÊS TEM GUARDA COSTAS ARMADOS MAS NOS ESTAMOS DESARMADOS POR CULPA SUAS E CONTAMOS COM A POLÍCIA PARA NOSSA PROTEÇÃO.

  4. domingo, 12 de julho de 2015 – 12:42 hs

    É SO QUEBRAREM O PAU NO GOVERNO, E PONTO FINAL…. AJAM!!!!!!

    JUNTO COM AS FFAA DEVEMOS DERRUBAR ESSES BANDIDOS QUADRILHEIROS QUE ESTAO NO COMANDO DE UMA POTENCIA MUNDIAL QUE É O BRASIL, !!!

    AJAM!!!! NEM QUE SEJA DISCRETAMENTE….

    AJAM!!!!

    QUE VAMOS DERRUBAR E PRENDER ESSES CANALHAS.;.

    COMEÇANDO PELA TERRORISTA E DEPOIS O BANDIDO DE 9 DEDOS, LADRÃO INTERNACIONAL

  5. Sunda
    domingo, 12 de julho de 2015 – 13:58 hs

    Ué… Quer ganhar igual a delegado Estadual??? Faz concurso! Só não esquece, vai ter que trabalhar muito, mas muito mais.

  6. Helio leste
    domingo, 12 de julho de 2015 – 14:04 hs

    Aqui quem é valorizado são os
    Bandidos.
    Por que valorizar a polícia federal ?
    Assim os colarinhos brancos
    Ficam sem vigilância
    Bandidos a vontade e o que ele querem
    Estão certíssimo.
    A união faz a diferença
    Boa sorte e valorizem a profissão
    Até

  7. domingo, 12 de julho de 2015 – 19:12 hs

    Que tal, toda população ir em Brasília e tirarmos todos do pedestal e. formar uma comissão de fiscal do povo,nos colocando ao par de tudo pela internet quem sabe assim tenhao vergonha e melhorem….

  8. Fernanda Pancieri
    domingo, 12 de julho de 2015 – 19:57 hs

    Que vergonha!!! A carreira de Delegado de Polícia Federal deve ser melhor remunerado, a corrupção vem só crescendo em nosso País, sem eles mais desesperançosos o povo brasileiro fica.

  9. domingo, 12 de julho de 2015 – 22:58 hs

    A melhor forma de protestar é investigar os chefes dos primeiros escalões do executivo.
    Se procurar, vai encontrar.
    A promiscuidade impera por lá.

  10. jaine
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 0:11 hs

    Isto é uma vergonha para nosso país pois fortalece e da liberdade aos crimes

  11. silvio gervazoni
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 1:44 hs

    Tem tanta coisa errada neste Pais.

  12. ELEITOR
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 8:34 hs

    não entendi a policia federal esta falando para um governo corrupto que se não melhoras as condições de trabalho eles não trabalham , rsrsrsrsrs
    alguém tem duvidas que vão piorar ainda mais , as condições de trabalho para que a pf nunca mais volte a trabalhar, assim investigações e prisões acabam?? será que estou errado

  13. Hugo Antonio Pedrollo
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 13:09 hs

    Com a classe politica composta por 90% de canalhas, e nós, povo votante, 60% ignorantes e mal intecionados, todos querendo só levar vantagens, sem o minimo espìrito pátrio. E este sistema eleitoral (ou eleitoreiro?) vigente e, vendo agora, o que pretendem ganhar (com apoio do senado) os componentes do sistema judicial federal, mais procuradores e desembarad de SC, e leis promìsquas, feitas pelos 90% para atender, principalmente seus intereces, permitindo a totál impunidade aos bandidos.
    Agora aos 78 anos de idade, depois de túdo o que ouvì e vì, conclúo que nosso paìs, com a corrupção, impunidade, comando e o povo que temos, jamais chegará à nada. (à não ser para os 90% que se tratam no Sirio Libanês) É lamentável e muito treiste chegar à esta conclusão!

  14. Newton Pacheco
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 19:08 hs

    Sou Delegado de Polícia Estadual no Paraná. Não concordo com a informação acima de que os Delegados de Polícia de nosso Estado ganham mais do que os Federais. O nosso salário atualmente está inferior inclusive aos dos procuradores do Estado e representava menos de 50% dos salários dos juizes e promotores do Estado (antes do auxilio moradia por estes recebido). Também fomos equiparados as demais carreiras juridicas pela Constituição de 1988, mas o famigerado redutor salarial e os subsequentes congelamentos em 4 Governos nos fizeram receber até menos do que os Oficiais da PM do Estado em algumas gestões. Por este motivo quero abrir uma ressalva para os Delegados do Paraná, que além de não terem recebido aumento em 2015, ainda tiveram o salário dos inativos reduzido pela volta da cobrança de 11% da Previdencia. Hoje o salário dos nossos Delegados gira em torno de 10.000, bem menos do que os Federais!

  15. antonio carlos
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 19:27 hs

    Algum erro não tem nesta notícia, duvido que um delegado da PF ganhe só R$170,00 por cargo de chefia. Acredito que seja R$170,00 por dia e não por mês. Não existe delegado da PF ganhando merreca.

  16. Lúcio
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 21:06 hs

    Sobre remunerações há um erro grotesco no apontamento de valores, as referidas carreiras auxiliares, onde o maior cargo é o de Analista, que em final de carreira ganha 12 mil reais, logo o inicial de um Delegado é maior que o final da maior carreira “auxiliar” do PJU. Mas com certeza, os Policiais Federais deveriam ter um reajuste para suas carreiras que estão muito defasadas, acho que sim que os Delegados deveriam ganhar como os juizes e os agentes no mínimo 70% desse valor.

  17. CLAUDIO FERREIRA LOURENÇO
    segunda-feira, 13 de julho de 2015 – 21:44 hs

    Em N.Y., a operação tolerância zero tve como principal fator:
    _ prisão dos corruptos
    -_aparelhamentos técnico
    – _material bélico
    -_treinamento
    _ aumento de salário, ( salário compatível com o cargo)
    -_apoio institucional (autoridade), etc
    Se tornaram umas das mais eficientes.Com credibilidade e respeito.
    No Brasil, a polícia federal ainda é respeita pela competência dos policiais.O apoio da população tem sido um sustentáculo.
    A quem intessa uma polícia fraca, sucateada, derrespitada, se poder sequer de investigação?
    Apoio incondicional para a moralização do Brasil!

  18. Tumoru Sera
    terça-feira, 14 de julho de 2015 – 1:57 hs

    É ISSO QUE O PALÁCIO DO PLANALTO QUER. Não querem Polícia Federal ou a Polícia Civil motivados e equipados para não investigarem os governos. Interessam reforçar a Polícia Militar porque não investigam.

  19. Birunda
    terça-feira, 14 de julho de 2015 – 14:53 hs

    Concordo com o Sunda quando diz : Quer ganhar igual a delegado estadual ? Faz concurso. É o mesmo que esses delegados de policia federal arrogantes dizem quando os escrivães ,papiloscopistas e agentes da polícia federal pugnam por vencimentos melhores, quando lutam por diminuir a diferença gritante de vencimentos .

  20. vava costa
    segunda-feira, 27 de julho de 2015 – 14:05 hs

    É isso aí, o Brasil tá virado de cabeça pra baixo. Lalau nem se fala.

  21. sábado, 4 de junho de 2016 – 14:26 hs

    Meu Sonho,policia federal ou Delegado da policia federal.. Estou Estudando com fé em Deus Chego Lá Amém.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*