Traiano comanda reunião do PSDB e emite nota de apoio a senadores | Fábio Campana

Traiano comanda reunião do PSDB e emite nota de apoio a senadores

traiano -psdb2

O deputado Ademar Traiano comandou hoje (22) a primeira reunião do PSDB desde que foi eleito presidente do partido no último dia 14. No encontro foi decidido que o partido terá reuniões semanais – todas as segundas-feiras – e que o processo de reorganização da legenda será acelerado com vistas às datas limites de prazo de filiação partidária. Deliberou-se ainda que o partido deverá disputar eleições, com chapa completa, em todos os municípios do Estado. “Vamos iniciar várias ações para mapear a densidade eleitoral de nossos pré-candidatos no Paraná inteiro”, disse Traiano.

O deputado determinou ainda a divulgação de uma nota de solidariedade ao senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, que, junto com um grupo de senadores brasileiros, foi impedido de se locomover e sofreu atos de hostilidade durante uma viagem à Venezuela para visitar lideranças da oposição presas pelo governo por discordar do governo comandado por Nicolás Maduro. “Além dessas manifestações inaceitáveis contra representantes do Brasil, temos de lamentar e condenar essa nova demonstração de alinhamento e subserviência dos governos do PT a regimes autoritários com quem o governo do PT tem identidade ideológica”.


5 comentários

  1. Sergio Silvestre
    segunda-feira, 22 de junho de 2015 – 16:28 hs

    Vai cuidar da vida Raiano e das belas assessoras,e deixa o Maduro chegar o cacete nesses tontos que ao invés de trabalhar foram nem sei fazer o que na Venezuela.
    Sejam mais seletivos,pegue um amigo,de lhe uma condecoração de “CONSUL DA CROÁCIA” e vai ver as lindas russas em Moscou,quem sabe traz para o Brasil uma fabricas de carros dos balcãs.

  2. Paulo Cesar
    segunda-feira, 22 de junho de 2015 – 18:09 hs

    Traiano pelo visto você não tem muito o que fazer na AL para arrumar a casa deste desgoverno que foi eleito infelizmente no ano passado. Para com isso, nem comitiva oficial era, e sim um bando de senadores do PSDB e DEM que foram meter a colher de pau na vida dos venezuelanos e levaram um corridão do povão da Venezuela. E pior ainda colocaram o Itamaraty em sai justa, pois tem que além de se reportar ao governo do país vizinhos pela burrice de Aécio e Cia, também tem que passar pelo constrangimento de pedir explicações de algo inexplicável. Trabalhe mais e vale menos Traiano.

  3. OLHOS DE LINCE
    segunda-feira, 22 de junho de 2015 – 21:15 hs

    Bando de vagabundos!!!!

  4. Bob Saints
    terça-feira, 23 de junho de 2015 – 10:35 hs

    Esta traia,quer criar fumaça, e assim evitar que o Beto fique na fogueira, Sem chance, até porque não tem liderança, não tem palavra, e o partido no Paraná acabou. Virou pó.

  5. valdir izidoro silveira
    terça-feira, 23 de junho de 2015 – 12:02 hs

    Defender o Néscio da cocada boa, o Aloysio Nunes dedo-duro do Marighela, o capitão do mato do século XX, que pratica trabalho escravo em suas fazendas em Goias, o criador do grupo armado UDR, Ronaldo Caiado. só pra cara do Trai(a)ano!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*