Felipe Francischini apresenta moção de repúdio contra Maduro | Fábio Campana

Felipe Francischini apresenta moção de repúdio contra Maduro

Foto: Pedro Oliveira – ALEP felipe francischini-alep1

Requerimento será votado nesta quarta-feira (24) no plenário da Assembleia

O deputado Felipe Francischini (SD) apresentou, nesta terça-feira (23), na Assembleia Legislativa, requerimento solicitando moção de repúdio em desfavor do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Segundo o deputado, a moção deve-se “a prática de atos antidemocráticos” e pela recusa em “fornecer necessários meios de segurança a representantes da República Federativa do Brasil que se encontravam em missão humanitária naquele país”.

Com o intuito de verificar a situação dos presos políticos da Venezuela, no dia 18 de junho de 2015, os senadores Aécio Neves (PSDB- MG), Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), José Agripino Maia (DEM-RN) e Ronaldo Caiado (DEM-GO), se dirigiram à Venezuela, em uma missão humanitária. Ao saírem do aeroporto de Caracas, foram hostilizados por manifestantes ligados ao governo de Nicolas Maduro e tiveram negado o acesso ao presídio onde estavam detidos os presos políticos que se opuseram ao governo local. Diante dos fatos, o governo venezuelano não prestou algum auxílio, muito menos tomou alguma medida para garantir a integridade física e a segurança dos políticos brasileiros.

“A partir do momento em que o governo venezuelano de Maduro não deu condições de segurança para os senadores brasileiros, não podemos respeitá-lo”, disse Francischini. O deputado lembrou ainda dos empréstimos suspeitos do BNDES para a Venezuela e outros países ideologicamente ligados ao governo Dilma Rousseff.

“Nosso BNDES financiou quatro obras na Venezuela ao custo de U$ 2,2 bilhões. Tudo isso a uma taxa muito subsidiada. Empréstimos concedidos a países com alto risco de crédito devem ter no mínimo juros altos, da casa de 12%. Mas não, depois da intervenção de alguém, esses empréstimos foram concedidos com taxa de 4,5%”, afirmou.

Francischini ainda lembrou que as obras na Venezuela foram feitas por duas empreiteiras (Odebrecht e Andrade Gutierrez), ambas investigadas atualmente na Operação Lava Jato. “O ex-presidente Lula também está sendo investigado pelo Ministério Público Federal por ligações nada republicanas com a Odebrecht. Muita gente em Brasília está morrendo de medo com a Lava Jato. Acredito que o presidente Lula está entre eles.”

O requerimento de Francischini será votado nesta quarta (24) no plenário da Assembleia.


13 comentários

  1. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 11:00 hs

    Nós pagamos bem esses tontos ai para dar nota de repudio,escolher nome de rua de preferencia família politica e taxar o cidadão comum.
    Esse filhote de politico é patético.

  2. Maria do Bairro
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 11:02 hs

    Nossa, que grande importância para o povo do Paraná !

  3. toninho
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 11:05 hs

    Merecemos. Quem manda elegermos esse tipo de pessoa. Assunto lavado e enxugado. Ato que deverá ser proposto pelo Senado, haja vista que o fato aconteceu com Senadores. Falta de assunto e capacidade para achá-los aqui mesmo no Paraná, necessitado de propostas que ajudem a sua população.

  4. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 11:20 hs

    Maduro devia mudar seu nome para Podre. Já apodreceu.

  5. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 11:51 hs

    O Maduro nem dormiu…

  6. Beto Guiz
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 11:55 hs

    Volta pra creche babaca. Nada mais importante pra propor?

  7. marcos
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 12:15 hs

    mais um galdino da vida q gosta de aparecer… filhote do batman..vai jogar videogame infeliz

  8. Walderez Pohl da Silva
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 12:33 hs

    Deputadinho idiota! Repudie seus pares e seu governador pela cara de pau, arrogância e desrespeito ao povo paranaense. A propósito, seu pai dança um balé maravilhoso. Vi na TV, ele estava do lado do camburão. Você é inteligente como ele?

  9. ze
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 13:15 hs

    E a moção de repudio ao massacre dos professores que o pai dele participou tem?

  10. Luis Antonio de Sá Barreto
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 14:58 hs

    Para compensar a “oposição”, sou favorável que uma comissão formada pela turma de Patetas do Aécio vá em MISSÃO DE PAZ à Faixa de Gaza impedir que Israel continue assassinando crianças e civis. Se for necessário eu contribuo com as passagens.

  11. Maria
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 17:15 hs

    QUERENDO IMITAR O PROFESSOR GALDINO. KKK
    O PROFESSOR GALDINO ESTÁ FAZENDO ESCOLA!

  12. Marcos Adriano de Carvalho Mar
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 18:20 hs

    O que me impressiona, é ver a quantidade de eleitores militontos petistas, dando opinião absurda, num assunto sério.
    O repúdio é uma manifestação clara, por parte dos Legisladores paranaenses, que este honrado estado não compactua com ditaduras!
    Apenas imbecilizados pagos pelos petralhas, são contra esse repúdio!
    Infelizmente não vi manifestação de moradores do Paraná, defendendo a moção, mas faço isso, da Europa, como brasileiro!
    Apenas republiquetas de valor inferior apóiam esse podre do maduro… e apenas os apreciadores de sanduíche de mortadela não enxergam isso!

  13. Marcos Adriano de Carvalho Mar
    quarta-feira, 24 de junho de 2015 – 18:25 hs

    Luis Antonio de Sá Barreto , voce deve ter perdido seu c´reburrinho, comendo sanduíche de mortadela.
    Explique porque sua presidanta, e seu criador, o molusco larápio, roubam tanto o país!
    Aproveite e vá para Cuba ou Venezuela!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*